Atualizado em 11 de agosto de 2020

A primeira viagem internacional sempre nos deixa um pouco nervoso. É normal ficar inseguro, sem saber muito bem por onde começar, e surgem muitas dúvidas sobre como organizar de forma mais prática uma viagem ao exterior.

Primeiro compramos as passagens ou reservamos os hotéis? Quais documentos são necessários? Será que precisa de vacina? E essa história de seguro viagem? Contrato os passeios logo ou deixo pra fechar quando chegar no destino? São inúmeras as questões que podem fazer a nossa cabeça dar um nó.

Por isso, montamos um passo-a-passo com todas as dicas necessárias para você organizar a sua primeira viagem para o exterior. Nesse guia você encontrará tudo o que precisa saber para o seu pontapé inicial em terras estrangeiras, desde a definição do seu orçamento até o retorno ao Brasil.

Como organizar a sua primeira viagem internacional

Defina o seu orçamento

O primeiro passo para organizar uma viagem internacional é definir o seu orçamento. Antes de comprar qualquer passagem e reservar hotéis, faça um levantamento de quanto você tem (ou terá) disponível para viajar. Dessa forma, você consegue definir o destino de um jeito mais prático, além de poder ajustar quanto irá gastar com passeios, alimentação, hospedagem, etc.

Escolha o destino da sua viagem ao exterior

Com seu orçamento definido, é hora de escolher o destino da sua primeira viagem para o exterior. Para isso, o ideal é que você pesquise por alto quanto custa viajar para cada um dos lugares que você gostaria de ir.

Porém, tenha em mente que os conceitos de barato e caro mudam muito de pessoa pra pessoa. Ou seja, o que é caro pra um, pode não ser para o outro. Por isso usamos o termo “pesquisar por alto”, que significa basicamente ter uma ideia do custo total de uma viagem internacional para o destino dos seus sonhos.

Se o seu orçamento combinar com o custo do lugar que você quer conhecer, ótimo, já pode começar a PESQUISAR as passagens. Mas, a não ser que surja uma super promoção, ainda não é hora de comprá-las, ok? Pois primeiro você precisa conferir se possui todos os documentos para a viagem internacional.

Algumas matérias para te ajudar:

Quanto custa viajar para Machu Picchu, no Peru

Quanto custa uma viagem para a Disney Orlando

Documentos necessários para a viagem internacional: Passaporte, RG, Vistos e Vacinas

Agora que você já definiu qual será o destino da sua primeira viagem internacional, é necessário checar quais documentos são exigidos para viajar.

O passaporte é o documento mais importante de todo viajante. Porém, países do Mercosul permitem que o brasileiro viaje somente com o RG (identidade), o que é uma mão na roda caso você ainda não tenha passaporte e a sua viagem seja para algum país da América do Sul. Entretanto, nós recomendamos que você faça o seu o quanto antes e evite futuras dores de cabeça.

Se você já tem o passaporte, mas ele é antigo, confira a data de validade. Ele não pode estar próximo de vencer e muitos países só o aceitam com validade de no mínimo 6 meses contando a partir da data de retorno da viagem.

Passaporte Viagem Internacional
Foto: Sarah Passos/Pixabay

Outro documento que também é necessário ter atenção é o visto. Países como Estados Unidos, Canadá, Austrália, entre outros, exigem um visto para que o brasileiro faça a imigração a turismo que deve ser tirado antes da viagem, em conjunto com a embaixada do local, e pode ser online ou não. Atualmente, a maioria dos países europeus não exigem visto do turista brasileiro (ele é dado assim que você chega), mas a partir de 2021 será necessário um pedido de autorização de visto online.

Também não se esqueça de verificar se o país que você pretende visitar exige algum tipo de vacina. Destinos da África e até mesmo lugares da América do Sul, como a Bolívia, exigem o Certificado Internacional de Vacinação e Profilaxia contra febre amarela e até outras doenças, dependendo do local.

Compre a sua passagem

Bom, você já checou todos os primeiros passos e está tudo certo, finalmente chegou o momento de comprar a sua passagem aérea. Se você não tem tempo de esperar uma promoção ou se só pode viajar em uma determinada época do ano, recomendamos que faça todas as simulações de datas e horários possíveis de voos. Assim você encontrará o melhor custo x benefício para o seu orçamento.

Uma boa sugestão é utilizar sites que comparam preços e companhias, como o Skyscanner, Kayak e Passagens Promo, nesse último você pode até parcelar a sua compra. Outra sugestão é aproveitar a técnica do Stopover para adicionar mais um destino ao roteiro sem custo extra.

Monte o roteiro da sua viagem internacional

Passagem comprada e documentos ok, que tal começar a montar o roteiro da sua viagem internacional? Pode até parecer bobeira, mas essa é uma das partes mais importantes de qualquer viagem, seja ela pra fora do país ou não.

É o momento de definir quantas cidades ou países você irá conhecer, quantos dias ficará em cada lugar e o que pretende fazer nesses lugares. No entanto, você não precisa montar um roteiro rígido, que não cabe alterações e não deixa espaço livre para as surpresas boas da viagem. Mas sim criar um cronograma que te permita definir onde e quando você estará em cada local, de modo que possa reservar os hotéis sem erros.

Algumas matérias para te ajudar:

Sugestão de roteiro na Toscana

Roteiro em Praga, na República Tcheca

Roteiro em Ushuaia, na Patagônia Argentina

El Calafate: roteiro na cidade

Deserto do Atacama: roteiro para 4, 5 ou mais dias de viagem

Roteiro em Cusco e Machu Picchu

Roteiro nas montanhas da Itália

Reserve os hotéis

Não deixe para a última hora e aproveite para reservar os hotéis da sua viagem. Para muitos destinos é essencial que você tenha uma hospedagem reservada na hora de passar pela imigração. Então, se você já tem o seu roteiro esboçado, não tem por que viajar sem reserva, certo?

Utilize sites de reserva de hotéis que te deem a opção de cancelamento gratuito como o Booking, por exemplo, pois caso você tenha algum imprevisto é possível cancelar sem custos adicionais. No Booking você encontrará os hotéis, apartamentos, casas de temporadas e hostels (uma opção mais econonômica de hospedagem) disponíveis em cada destino.

Outra alternativa é alugar um quarto ou um apartamento completo pelo Airbnb, ainda mais se você pretende viajar em grupo. Através desse link nós te damos até 179 reais de desconto na sua primeira reserva pela plataforma.

Organize os deslocamentos do roteiro: passagens de trem, ônibus, voos internos ou aluguel de carro

Se você pretende conhecer cidades ou países diferentes em um mesmo roteiro, o ideal é organizar ao máximo os deslocamentos entre eles, principalmente se tratando da sua primeira viagem internacional. Já compre logo as passagens de trem, ônibus ou até mesmo os voos internos, caso você não tenha comprado junto com a passagem aérea principal.

Se você pretende alugar um carro, também já faça a sua reserva, porque quanto mais próximo da viagem, menos carros estarão disponíveis e consequentemente as tarifas serão mais caras. Nós recomendamos o aluguel pela RentCars, onde sempre reservamos, pois há várias locadoras disponíveis e é possível pagar parcelado sem a cobrança de IOF.

É importante frisar que alguns países exigem a Permissão Internacional para Dirigir (PID) e você pode ler mais sobre ela aqui.

PID

Compre as entradas para as atrações e os passeios mais importantes antecipadamente

Outro passo valioso em como organizar uma viagem internacional é comprar antecipadamente alguns passeios mais importantes da cidade que você visitará. Ainda mais se forem atrações que esgotam o limite diário de visitantes muito rápido ou que tenham muita fila para comprar presencialmente.

Lugares como o Coliseu de Roma, a Torre Eiffel e muitos museus da Europa devem ser comprados antes de você viajar, pois além de economizar tempo, você garante que visitará a atração no dia desejado.

Coliseu de Roma
Coliseu de Roma

Alguns passeios na América do Sul como a Rota dos 7 Lagos e o Trekking no Glaciar Perito Moreno, ambos na Patagônia, também devem ser comprados antecipadamente. E poderíamos citar aqui vários outros em diversos lugares mundo afora.

Empresas legais onde você pode comprar seus passeios e ingressos antecipadamente são a Get Your Guide, Civitatis e Tiqets. No caso de países sul-americanos indicamos a Brasileiros em Ushuaia para passeios na Patagônia e Argentina, e a Destino Chile para diversos tours em Santiago e no Deserto do Atacama.

Não esqueça do seguro viagem internacional

O seguro viagem internacional é um dos itens mais importantes em uma viagem ao exterior e mesmo que algumas pessoas te digam que dá pra arriscar viajar sem ele, por vários motivos nós não recomendamos isso.

Primeiro porque para muitos países ele é obrigatório, inclusive da Europa. Ou seja, é exigido de forma legal a todo turista brasileiro que deseja visitar países que fazem parte do Tratado Schengen. Você pode ler mais sobre o seguro viagem para a Europa aqui.

E segundo porque ainda que você viaje para um destino onde o seguro não seja obrigatório, você não terá qualquer tipo de auxílio ou cobertura em caso de emergência médica. Isso pode te gerar custos estratosféricos em moeda estrangeira.

Além disso, muitos dos seguros oferecem coberturas para diversas outras situações, como voos cancelados, extravio de bagagem, auxílio fiança, assistência odontológica emergencial, voo para acompanhante em caso de internação de emergência do assegurado, entre outras.

Você pode fazer a comparação entre as melhores seguradoras e comprar o seu seguro através da Real Seguros, empresa super confiável e parceira do blog. Eles sempre oferecem várias promoções e ainda dão descontos para todos os leitores do Carioca Sem Fronteiras. Entenda mais sobre o seguro viagem internacional aqui.

Pegue aqui o seu desconto de seguro viagem e parcele em até 12x no cartão de crédito =)

Confira se a sua bagagem é ideal para a sua viagem ao exterior

Sua primeira viagem internacional está se aproximando, então chegou a hora de conferir se a sua bagagem é adequada ao voo, a companhia área e a categoria de passagem que você comprou.

As passagens promocionais mais baratas dificilmente possuem bagagem despachada incluída. Ou seja, você terá que pagar um adicional caso queira levar uma mala que não seja a de bordo (aquela que vai com você no avião). Não deixe de conferir antecipadamente com a companhia aérea qual é a bagagem inclusa na sua passagem (dimensões e peso). Caso você passe das regras do seu bilhete pagará bem mais caro pelo adicional se deixar para ver isso quando chegar no aeroporto.

Analise se é necessário comprar um chip de viagem internacional

Como hoje em dia ninguém mais fica desconectado, antes mesmo de viajar você pode comprar um chip de viagem internacional que dá direito a usar a internet no exterior. Ter um chip de internet facilita bastante na hora de usar o Google Maps, de ver horários de ônibus e trens, além de te permitir checar qualquer informação rapidamente.

Nós já usamos o chip da Viaje Conectado em lugares mais remotos como as Dolomitas nos Alpes Italianos e a Patagônia Argentina e ele funcionou perfeitamente. Eles enviam pelos correios e o chip chega em cerca de 10 dias. Além disso, você pode fazer o pagamento no cartão de crédito.

Se você achar que internet não é tão importante assim na viagem, sempre há o wifi do hotel ou do restaurante para te dar uma mãozinha. Ou então, você pode comprar um chip de alguma operadora de telefonia local quando chegar no destino. Porém, será necessário pesquisar onde tem as lojas e quais são as melhores empresas, além de ter que reservar um tempo do seu roteiro só pra isso.

Faça o câmbio da moeda

Apesar de ser a última dica pré-embarque de como organizar uma viagem internacional, trocar o dinheiro é algo que você pode fazer durante todo o planejamento, ainda mais se o Real se valorizar nesse período.

Porém, estamos colocando no final para que você não esqueça de forma alguma de fazer o câmbio da moeda, principalmente se a sua viagem é para países onde a moeda é mais valorizada que a nossa ou onde o Real não é bem aceito.

Algumas casas de câmbio como a Confidence permitem que você faça todo esse processo de câmbio online, o que é muito mais seguro do que sair por aí com dinheiro no bolso.

Embarcando para a sua primeira viagem internacional: dicas para o aeroporto

Confira os documentos e se programe para chegar com folga no aeroporto

Pode até parecer uma dica idiota, mas cheque se você separou todos os documentos necessários antes de ir para o aeroporto. Parece bobeira, mas existem vários casos de pessoas que só se deram conta de que esqueceram o passaporte na hora de apresentá-lo no guichê da companhia aérea. Então, aquela conferida a mais nunca é demais, ok?

Se programe para chegar no aeroporto com cerca de 3 horas de antecedência do seu voo. Essa brecha de horário serve para você fazer o check in, despachar sua bagagem e passar pela Polícia Federal com calma. Além disso, se algum imprevisto acontecer pelo caminho, você ainda terá um tempinho extra para não se atrasar.

Check in, despacho de bagagem e sala de embarque

Assim que você chegar no aeroporto procure o guichê da sua companhia aérea e verifique se o check in e o despacho de bagagem já se encontram abertos. Embora seja possível fazer o check in online ou através de totens, por ser a sua primeira viagem internacional, recomendamos que você o faça diretamente no guichê. Dessa forma, você evita possíveis erros de iniciante.

Check in feito e bagagens despachadas, você já pode se direcionar à sala de embarque. A salas de embarque internacionais (e nacionais também) contam com lojas, restaurantes, cafeterias e o famoso Dutyfree. Se você tiver um tempinho e uma grana sobrando, pode aproveitar para fazer algumas comprinhas.

Foto: Rudy and Peter Skkitterians/Pixabay

Saindo do aeroporto: imigração e deslocamento até o hotel

Assim que você chegar no destino da sua primeira viagem internacional, deverá passar pela imigração do país. Não tenha medo, seja sincero em todas as suas respostas e tenha todos os comprovantes da sua viagem a turismo em mãos. Se você estiver com tudo certinho, não tem com o que se preocupar, ok?

Sempre há aquela dúvida de como iremos do aeroporto para o hotel. Pois bem, alguns países possuem um sistema de transporte público tão perfeito que não há necessidade de utilizar táxi, uber ou transfer.

No entanto, se esse não for o caso do seu destino e você não se sentir seguro a respeito do táxi ou uber, o ideal é que você já saia do Brasil com o transporte até o hotel reservado. Na Get Your Guide você consegue reservar antecipadamente o transfer do aeroporto em praticamente todas as cidades do mundo. Para fazer a pesquisa basta digitar transfer + nome da cidade.

Retorno ao Brasil: Receita Federal

Sua primeira viagem ao exterior foi um sucesso, mas infelizmente é hora de voltar ao Brasil. Se por acaso você se esbaldou nas compras, tenha cuidado para que elas não tenham excedido o valor permitido sem cobrança de impostos pela Receita Federal.

Atualmente os limites de compra no exterior permitidos aos brasileiros que voltam de avião ao Brasil são de US$500 + US$1.000 do Dutyfree para cada passageiro.

E se você estourar esse limite? Bom, se a Receita Federal te parar, inspecionar a sua bagagem e perceber que você trouxe mais do que o permitido, eles cobrarão impostos em cima dos produtos. É certo que você será parado? Não, mas tenha em mente que é um risco.

Agora que você já tem o passo-a-passo completo para organizar a sua viagem internacional, só resta torcer para que o euro e o dólar diminuam um pouquinho e facilitem ainda mais as coisas, não é? Rs.

SIGA AS NOSSAS REDES SOCIAIS E NOS ACOMPANHE EM TEMPO REAL =)
– Instagram: @cariocasemfronteiras
– Facebook: /cariocasemfronteiras

♦PLANEJE A SUA VIAGEM♦

  • Confira a nossa página de descontos ativos e economize agora na sua viagem!
  • Reserve a sua hospedagem através do Booking e garanta as melhores tarifas. Fique tranquilo porque reservando através do nosso blog você não pagará nenhuma taxa extra. E além disso ainda nos ajuda a mantê-lo no ar, criando cada vez mais conteúdos gratuitos e de qualidade.
  • Reserve seus hostels através do Hostelworld e garanta a sua hospedagem nos melhores hostels do mundo.
  • Reserve um apartamento através do AirBnb e ganhe até 179 reais em crédito na sua primeira reserva pelo site.
  • Compre seu seguro viagem com a Real Seguros e tenha os maiores descontos e as melhores formas de pagamento, inclusive parcelando em várias vezes no cartão de crédito
  • Reserve os melhores passeios e experiências com a Get Your Guide e com a Civitatis.
  • Alugue o seu carro com até 60% de desconto. Parcele no cartão e sem cobrança de IOF pela RentCars. Além disso, todo o valor é gerado em reais.
  • Viaje conectado! Compre seu chip de celular Viaje Conectado da Yes Brasil com internet 4G para usar no exterior.
  • Compre seus equipamentos fotográficos e roupas de inverno com a Amazon.
  • Compre seus ingressos antecipados através da Tiqets e evite filas nas atrações mais famosas do mundo.
Autor

Carioca de nascimento. Educadora Física de profissão. Viajante de coração. Apaixonada pelas coisas simples da vida e intrigada pelas complexas. Costuma dizer que adora um sol, mas não dispensa os dias nublados.

Deixe um comentário