Roteiro em Cusco

Roteiro em Cusco incluindo Machu Picchu e Vale Sagrado

Que Cusco é uma cidade incrível vocês já devem saber. E que há muito o que fazer na cidade além de conhecer Machu Picchu e o Vale Sagrado também. Embora a capital do império inca seja bem pequena, a riqueza cultural é tão grande que inevitavelmente você terá vontade de fazer muitos dos passeios disponíveis. Pensando nisso, resolvemos fazer um roteiro em Cusco para vocês se guiarem e escolherem o que mais se encaixa no planejamento de vocês.

Plaza de Armas Cusco
Plaza de Armas de Cusco, principal praça da cidade

 

 

Roteiro em Cusco: quantos dias ficar na cidade?

Já comentamos aqui no post Quanto custa uma viagem para Machu Picchu que cinco dias é o mínimo que consideramos ideal para conhecer pelo menos Machu Picchu e o Vale Sagrado. É claro que se você só tem três dias disponíveis, você ficará três dias. E se você tem mais dias, você poderá ficar mais tempo. Nós, por exemplo, ficamos sete dias e aproveitamos bastante. Ainda que algumas pessoas nos digam que ficamos tempo demais, eu discordo. Para nós foi o suficiente para fazer tudo o que queríamos. Você deve então ficar a mesma quantidade de dias que a gente ficou? Não. Mas certifique-se de que o seu roteiro em Cusco tenha tempo necessário para conhecer os pontos que você julga como principais e se caso não tenha, priorize o que é mais relevante para você.

Vale Sagrado
Mirante com vista para o Vale Sagrado e para o Rio Urubamba (rio sagrado)

 

 

Roteiro de 5 dias em Cusco

Vamos partir do princípio de que seu roteiro em Cusco tem cinco dias e que no seu primeiro e seu último dia na cidade há tempo suficiente para pelo menos um passeio:

 

Dia 1

Reserve o primeiro dia em Cusco para fazer coisas mais leves. Afinal, você estará chegando em uma cidade que fica a 3.339 metros de altitude. Ou seja, o mal de altitude é real e pode te fazer passar mal caso você extrapole.  Aproveite para pesquisar os preços das agências de turismo, fechar os passeios, comprar o boleto turístico  (obrigatório para a maioria dos passeios) e andar um pouquinho pela cidade. Você pode escolher visitar alguma das 9 opções interessantes que sugerimos nesse post. Aproveite também para experimentar algum prato típico da culinária peruana. Você pode conferir a nossa lista com 12 restaurantes na cidade.

 

 

Dica importante: fazer um seguro viagem é super válido não somente para quem viaja para lugares com a culinária muito diferente como o Peru, como também para todo e qualquer tipo de viagem. Além do risco com o mal de altitude, os ingredientes um tanto quanto exóticos em algumas comidas podem fazer com que você não se sinta muito bem. Eu, por exemplo, comi algo que me deixou tão mal ao ponto de quase ter que acionar o seguro viagem. Dei sorte de encontrar um anjo na farmácia que me ajudou, mas se eu não tivesse melhorado certamente teria que procurar um médico. Todos os nossos seguros são feitos com a Seguros Promo. Além deles fazerem um comparativo entre os melhores seguros e tarifas do mercado, todo leitor do Carioca Sem Fronteiras tem desconto de 5% utilizando o código CARIOCA5

 

Dia 2

Embora a tentação para conhecer Machu Picchu seja grande, guarde essa parte para o final da viagem. Aproveite o segundo dia para fazer o famoso City Tour em Cusco. Você terá um contato inicial com a cultura inca e irá conhecer alguns sítios arqueológicos pela cidade, tais como Qoricancha, Puca Pucara, Tambomachay, Qenqo e Sacsayhuaman. Esse último foi o mais legal do dia! Algo simplesmente incrível!

Sacsayhuaman
Ruínas de Sacsayhuaman

Apesar de termos achado o passeio um pouco corrido, ainda assim eu acho que vale a pena fazê-lo através de alguma agência turística. Algumas pessoas contratam o passeio vip e caso você tenha uma graninha sobrando, talvez seja interessante fazer o mesmo. Como nosso dinheiro estava contado – como sempre hehe -, a nossa única opção era fazer o tour tradicional mesmo.

 

 

Dia 3

Reserve o seu terceiro dia de roteiro em Cusco para conhecer o Vale Sagrado dos Incas. Você passará por Pisac, Ollataytambo e Chincero. Ollantaytambo é um dos lugares mais irados que eu já vi na vida e foi a partir de lá que nós seguimos para Águas Calientes, porta de entrada para Machu Picchu. Ou seja, assim como muitos fazem, nós também não fomos até Chinchero. Em suma, nós literalmente abandonamos o passeio e seguimos rumo à estação de trem pois aproveitamos uma promoção de passagem de para Águas Calientes partindo de Ollantaytambo. É claro que avisamos ao guia que faríamos isso e com toda a certeza você também deve fazer isso caso pretenda seguir o mesmo caminho que nós. Caso você tenha dúvidas, confira toda nossa logística para conhecer Machu Picchu.

 

Dica de hospedagem: dividimos a nossa hospedagem em Cusco em duas etapas. Antes de ir para Machu Picchu ficamos hospedados no Milhouse Hostel e após voltarmos de lá ficamos no La Posada del Viajero. Ambos os lugares eram muito bem localizados, pertinho da Plaza de Armas e longe das ladeiras. Embora eles tivessem a localização excelente, o preço era ótimo e foi por isso que eles foram a nossa escolha. Como Cusco tem muita opção de hotel, hostel e pousada, pesquisamos muitos antes de viajar e fizemos um post com várias opções que chamaram a nossa atenção, principalmente as mais baratas e bem localizadas. Mas caso você queira pesquisar mais ainda, você pode conferir aqui as melhores opções de hospedagem disponíveis na cidade.

 

Dia 4

Finalmente chegou o grande dia! O quarto dia de viagem pode ser reservado para você conhecer Machu Picchu. Em primeiro lugar, eu já te adianto que existem várias formas de chegar até lá. Você pode ir através de trilhas, de trem + ônibus, de carro… enfim. Há várias formas de se chegar em Machu Picchu. Nós escolhemos o combo trem + ônibus, conforme já falamos na nossa logística de viagem (link mais acima). Mas você pode conferir todas as opções e escolher a que mais se encaixa no seu perfil.

Aquela foto clássica de Machu Picchu não pode faltar!
Dica extra: Cusco combina com Lima! Por mais que muitas pessoas não deem muita bola, a capital peruana tem muito o que oferecer. A começar pelos preços convidativos, pela culinária maravilhosa e por bairros muito interessantes como Barranco e Miraflores, por exemplo. Confira o que fazer em Lima e aproveite pelo menos uns dois dias na cidade.

 

Dia 5

Enfim chegou o seu último dia na cidade. Você pode simplesmente não fazer nada e descansar. Ou então pode conhecer alguns lugares típicos da cidade, como o Mercado de San Pedro e a Catedral de Cusco. Agora, caso você seja um viajante sedento como nós, pode reservar o quinto dia do seu roteiro em Cusco para fazer um último passeio na cidade. Conhecer as Salineiras de Maras e as ruínas de Moray é uma boa pedida.

 

 

♦PLANEJE A SUA VIAGEM♦

 

  • Reserve a sua hospedagem através do Booking e garanta as melhores tarifas. Fique tranquilo porque reservando através do nosso blog você não pagará nenhuma taxa extra. E além disso ainda nos ajuda a mantê-lo no ar, criando cada vez mais conteúdos gratuitos e de qualidade.
  • Alugue o seu carro com até 60% de desconto. Parcele no cartão de crédito sem cobrança de IOF pela RentCars. Além disso, todo o valor é gerado em reais.
  • Ganhe 5% de desconto no seu seguro viagem usando o cupom CARIOCA5 em pagamentos à vista na Seguros Promo. Ou então, parcele em 12 vezes sem juros no cartão de crédito.

 

 

Compartilhar

Dhebora Sancho

Carioca de nascimento. Educadora Física de profissão. Viajante de coração. Apaixonada pelas coisas simples da vida e intrigada pelas complexas. Costuma dizer que adora um sol, mas não dispensa os dias nublados.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

* Checkbox GDPR / Regulamento Geral de Proteção de Dados do Usuário

*

Concordo / I agree