Atualizado em 17 de julho de 2020

Que Cusco é uma cidade incrível vocês já devem saber. E que há muito o que fazer além de conhecer Machu Picchu e o Vale Sagrado, também. Embora a capital do império inca seja bem pequena, a riqueza cultural é tão grande que inevitavelmente você terá vontade de fazer muitos dos passeios disponíveis. Pensando nisso, resolvemos fazer um post com sugestões de roteiro em Cusco para 5, 6 ou 7 dias na cidade. A partir disso, basta apenas vocês escolherem o que mais se enquadra em seus gostos. Vamos lá?

Visitando a Plaza de Armas durante nosso roteiro em Cusco
Plaza de Armas de Cusco, um dos pontos de partida para o nosso roteiro em Cusco

Quanto tempo ficar cidade? 5, 6 ou 7 dias para um roteiro em Cusco?

Já comentamos aqui no post Quanto custa uma viagem para Machu Picchu que 4 a 5 dias é o mínimo que consideramos ideal para conhecer pelo menos Machu Picchu e o Vale Sagrado. Sendo que, na nossa opinião, a primeira opção ainda fica bastante corrida. É claro que se você só tem 3 dias disponíveis, vá assim mesmo! E se você tem mais dias, melhor ainda!

Nós, por exemplo, ficamos 7 dias e aproveitamos bastante. Para nós, foi o suficiente para fazer tudo o que queríamos. Você deve, então, ficar a mesma quantidade de dias que ficamos? Não. Mas certifique-se de que o seu roteiro em Cusco tenha tempo necessário para conhecer o que você julga como mais importante. E caso não tenha, priorize o que é mais relevante para você. Com esse pontapé, vamos nos ater apenas aos roteiros para 5, 6 ou 7 dias em Cusco, que é o que consideramos menos corrido para ver os principais pontos da cidade, ok?

Mirante para o vale Sagrado dos Incas
Mirante com vista para o Vale Sagrado e para o Rio Urubamba (rio sagrado)

Roteiro de 5 dias em Cusco

Se você tem tempo para um roteiro de 5 dias em Cusco, confira abaixo a nossa sugestão.

Dia 1 – Aclimatação e passeios leves pela cidade

Reserve o primeiro dia do seu roteiro em Cusco para fazer coisas mais leves. Afinal, você estará chegando em uma cidade que fica a 3.400 metros acima do nível do mar. Ou seja, o mal de altitude é real e pode te fazer passar mal caso você extrapole. Aproveite para pesquisar os preços das agências de turismo, fechar os passeios, comprar o boleto turístico (obrigatório para a maioria dos lugares) e andar um pouquinho pela cidade. Se a sua ideia é já chegar em Cusco com tudo reservado, compre todos os seus passeios pela internet, antecipadamente, e pule para o próximo parágrafo – com exceção do boleto turístico, que só pode ser comprado no local. Para comprar os passeios online indicamos a Get Your Guide ou a Civitatis.

Aproveite o dia para visitar alguma das 9 opções interessantes que sugerimos para um roteiro a pé por Cusco,tem dicas de museus, igrejas e alguns monumentos importante da cidade. No fim do dia, experimente algum prato típico da culinária peruana. Você pode conferir a nossa lista com dicas de onde comer em Cusco e escolher um restaurante legal e com bom custo x benefício.

Dia 2 – City Tour em Cusco: Qoricancha, Puca Pucara, Tambomachay, Qenqo e Sacsayhuaman

Embora a tentação de conhecer Machu Picchu seja grande, guarde essa parte para o final da viagem. Aproveite o segundo dia para fazer o famoso City Tour em Cusco. Você terá um contato inicial com a cultura inca e irá conhecer alguns sítios arqueológicos pela cidade, tais como Qoricancha, Puca Pucara, Tambomachay, Qenqo e Sacsayhuaman. Esse último foi o mais legal do dia! Algo simplesmente incrível!

Ruínas de Sacsayhuaman
Ruínas de Sacsayhuaman

Dia 3 – Vale Sagrado dos Incas: Pisac, Ollantaytambo e Chinchero

Reserve o seu terceiro dia de roteiro em Cusco para conhecer o Vale Sagrado dos Incas. Você passará por Pisac, Ollataytambo e Chinchero. Ollantaytambo é um dos lugares mais irados que eu já vi na vida e foi a partir de lá que nós seguimos para Águas Calientes, porta de entrada para Machu Picchu. Ou seja, assim como muitos fazem, nós também não fomos até Chinchero. Em suma, nós literalmente abandonamos o passeio e seguimos rumo à estação de trem, pois aproveitamos uma promoção de passagem de trem para Águas Calientes partindo de Ollantaytambo (é claro que avisamos ao guia que faríamos isso).

Não é obrigatório que você faça o mesmo que a gente, mas caso você tenha reservado os primeiros horários da manhã para visitar Machu Picchu, o ideal é que você pernoite em Águas Calientes na noite anterior à visita. Caso contrário, dá pra fazer o bate e volta saindo de Cusco tranquilamente. Caso você tenha dúvidas, confira toda nesse post toda a logística para conhecer Machu Picchu.

Dia 4 – Machu Picchu

Finalmente chegou o grande dia! O quarto dia de viagem pode ser reservado para você conhecer Machu Picchu. Em primeiro lugar, eu já te adianto que existem várias formas de chegar até lá. Você pode ir através de trilhas, de trem + ônibus, de carro… enfim. Nós escolhemos o combo trem + ônibus – trem de Ollantaytambo até Águas Calientes e ônibus até a porta de entrada da cidadela. Mas você pode confira todas as opções e escolha a que mais se encaixa no seu perfil.

Visão panorâmica de Machu Picchu
Aquela foto clássica de Machu Picchu não pode faltar!

Dia 5 – Último dia em Cusco: passeio gastronômico cultural ou Maras e Moray

Enfim, chegou o seu último dia em Cusco. Você pode simplesmente não fazer nada e descansar ou então pode conhecer alguns lugares típicos da cidade, como o Mercado de San Pedro e a Catedral de Cusco. Agora, caso você seja um viajante sedento como nós, pode reservar o quinto dia do seu roteiro em Cusco para fazer um último passeio na cidade. Conhecer as Salineiras de Maras e as ruínas de Moray é uma boa pedida.

Roteiro em Cusco de 6 dias

Se você tem 6 dias disponíveis para o seu roteiro em Cusco, sugerimos que você faça todos os passeios anteriores e ainda acrescente mais um. Entre eles, três sugestões são Laguna Humantay, Rainbow Mountain ou então o Vale Sul. Vale ressaltar os dois primeiros são trilhas consideradas médias/pesadas, então, avalie as suas condições antes de fazê-las. No entanto, o passeio para o Vale Sul é tranquilo, onde você visitará outros sítios incas.

Rainbow Mountain

DICA IMPORTANTÍSSIMA!

O seguro viagem não é obrigatório para quem visita o Peru, entretanto, recomendamos que você não vá para Cusco sem um. Primeiro porque imprevistos acontecem e, caso aconteça algum, os custos com médicos são altíssimos no exterior. E segundo porque como Cusco está muito acima do nível do mar, é bem comum sentir o mal da altitude na cidade e caso você precise de um atendimento médico, estará completamente coberto pelo seguro. Além disso, o seguro também te dá assistência em caso de cancelamento de voos ou extravio de bagagem, por exemplo. Sempre fechamos os nossos através da Real Seguros e nunca tivemos problema algum. E ainda dá pra parcelar em várias vezes no cartão de crédito.

Pegue aqui o seu desconto de seguro viagem e parcele em até 12x no cartão de crédito =)

Roteiro de 7 dias em Cusco

Por outro lado, se você ainda tem mais 2 dia livres para curtir a cidade, totalizando 7 dias em Cusco, você pode acrescentar dos dos 3 passeios acima. Neste ponto, vale uma dica importante: caso você queira acrescentar as duas trilhas, o ideal é intercalar os dias de forma que uma não fique seguida da outra e você tenha um dia de descanso entre elas. 😉

Para finalizar, se sobrar uma graninha extra durante o seu roteiro em Cusco, aqui tem uma sugestão de lembranças para para levar da sua viagem ao Peru que te farão trazer um pouquinho do país para casa.

E onde se hospedar durante seu roteiro em Cusco?

Nós ficamos hospedados em dois lugares diferentes na cidade. Primeiro ficamos em um quarto duplo privativo do Hostel Milhouse e depois ficamos na La Posada del Viajero. Gostamos muito de ambos, principalmente porque são muito bem localizados, pertinho da Plaza de Armas. No entanto, aqui no blog temos um post completo com várias dicas de onde ficar em Cusco unindo preço e boa localização.

SIGA AS NOSSAS REDES SOCIAIS E NOS ACOMPANHE EM TEMPO REAL =)
Instagram: @cariocasemfronteiras
Facebook: /cariocasemfronteiras

Autor

Carioca de nascimento. Educadora Física de profissão. Viajante de coração. Apaixonada pelas coisas simples da vida e intrigada pelas complexas. Costuma dizer que adora um sol, mas não dispensa os dias nublados.

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.