Atualizado em

Apesar do Peru ser um dos lugares mais baratos da América do Sul, os gastos de uma viagem até lá são muito relativos, principalmente porque o que é conforto para um, pode não ser para o outro. Aliás, eu costumo dizer que isso vale para qualquer destino, em qualquer lugar do mundo. Se tratando de Machu Picchu, um das áreas mais visitadas do país, isso se acentua ainda mais. Para saber quanto custa uma viagem para Machu Picchu, é necessário levar em considerações algumas coisas importantes. Primeiramente, como você chegará até lá? De trem? De trilha? Pretende estender a viagem? Quer conhecer outros sítios arqueológicos próximos à Cusco, cidade base para conhecer a cidadela inca?

Enfim, são muitas as possibilidades de custos para viajar até Machu Picchu. No entanto, para ajudar e facilitar um pouco a vida de vocês, vamos mostrar os preços para uma viagem básica até a Cidade Perdida dos Incas. Partindo desse ponto você já terá um panorama geral de quanto custará a sua viagem.

Vista de Machu Picchu
Uma parte das ruínas de Machu Picchu ainda sob cerração

Quanto custa uma viagem para Machu Picchu – preços para 2019

Listaremos todos os itens que interferem diretamente no preço de uma viagem para Machu Picchu. Como o post está um pouquinho grande, você pode clicar diretamente nos links abaixo e ir direito ao ponto que mais te interessa.

1 – Preço da passagem aérea

2 – Quanto custam os hotéis

3 – Trem, ônibus e trilhas para Machu Picchu: quanto custa cada um deles

4 – Valor do ingresso para Machu Picchu

5 – Custo médio com refeições

6 – Seguro Viagem para o Peru

7 – Tabela com valor final de uma viagem para Machu Picchu

1 – Passagem aérea

Como não há voos diretos do Brasil até Cusco, obrigatoriamente você terá que fazer uma escala em Lima. Quem tem mais tempo de viagem pode acrescentar alguns dias para aproveitar a capital peruana, assim como nós fizemos. Entretanto, nesse post vamos levar em consideração que você não fará isso e irá diretamente para Cusco. Desta forma, não haverá gasto extra com hospedagem. Para vocês terem uma ideia, uma passagem Rio de Janeiro x Cusco costuma ser encontrada por R$1.500,00. Mas vira e mexe surgem algumas promoções imperdíveis e nós já vimos até mesmo por R$1.000,00 ou menos. As duas companhias que fazem a rota são Avianca e Latam.

2 – Hospedagem em Cusco

A cidade base para conhecer Machu Picchu é Cusco e aqui entra a parte boa da história. Como Cusco recebe muitos turistas o ano inteiro, existem inúmeras opções de hospedagens bem democráticas, financeiramente falando. Você pode achar hostels com quartos coletivos a partir de R$48,00 por pessoa, enquanto os quartos duplos em custam a partir de R$120,00 a diária. Por outro lado, há pousadas com quartos duplos a partir de R$200,00 por dia. É claro que esse valor pode variar para mais ou para menos, de acordo com a localização e do hotel escolhido. Vale lembrar sempre que hospedagem é um tipo de custo VARIÁVEL e o que estou colocando aqui é uma média. No entanto, essa é uma das partes mais importantes na hora de orçar quanto custa uma viagem para Machu Picchu.

Plaza de Armas de Cusco

Onde nos hospedamos?

Nós ficamos em dois hostels diferentes na cidade, um antes de ir para Machu Picchu e outro após retornarmos. Nossa primeira escolha foi o Milhouse Hostel, onde atualmente a diária em um quarto de casal custa em torno de R$178,00. Já a nossa segunda estadia foi na La Posada del Viajero, onde hoje em dia a diária para casal também custa R$178,00. Aliás, como em ambos os lugares o café da manhã está incluído, considero o valor bastante justo. Poderíamos ter escolhido lugares mais baratos? Claro que sim. Mas preferimos sempre pagar um pouquinho mais em prol de uma boa localização e não procuramos conforto master. Aqui no blog tem um post com diversas dicas de onde ficar em Cusco sem gastar muito e estando bem localizado.

3 – Chegando em Machu Picchu

Quando você começar a calcular quanto custa viajar para Machu Picchu perceberá que o gasto com deslocamento consumirá a maior parte do seu orçamento. Isto é, daqui não tem muito pra onde fugir e esse custo só será menor se você fizer alguma trilha alternativa até lá, como uma que vai via Hidrelétrica, por exemplo. Mas se for por meios tradicionais como o trem ou a trilha inca, infelizmente não há como economizar muito.

Cidade Inca de Machu Picchu
Outra visão de Machu Picchu

Quanto custa o combo Trem + Ônibus para Machu Picchu

De antemão, se você pretende chegar em Machu Picchu via trem, saiba que você terá que desembolsar alguns bons dólares. De fato, embora o trem seja o jeito mais prático de se chegar, ele também faz parte de um dos momentos mais caros da viagem. Neste ponto, nós temos duas sugestões de trajeto para te dar. Você pode sair diretamente da estação de Poroy, em Cusco, até Águas Calientes (porta de entrada de Machu Picchu), ou então pode sair de Ollantaytambo, no Vale Sagrado dos Incas, e ir até Águas Calientes.

Duas empresas fazem os trajetos: Peru Rail e Inca Rail. Os preços não mudam muito entre elas e as rotas citadas. A passagem de trem de Poroy até Águas Calientes é em torno de R$565,00 ida e volta por pessoa, enquanto partindo de Ollantaytambo é mais ou menos R$525,00. Vale ressaltar que ambos os valores são no trem de categoria mais simples e que o horário e o dia da semana também podem influenciar. Como a diferença de preço entre as rotas é pequena, só vale a pena fazer o trajeto Ollantayambo – Águas Calientes se você fizer o passeio para o Vale Sagrado dos Incas. Neste caso, há ainda que se considerar o gasto com a hospedagem em Águas Calientes, mas falarei disso um pouco mais abaixo.

Chegando em Águas Calientes você tem a opção de pegar um ônibus até a entrada de Machu Picchu ou então ir andando até lá, mas a distância é longa e conta com bastante subida. No caso do busão, o ticket de ida + volta custa R$97,00 por pessoa.

Hospedagem em Águas Calientes

É obrigatório pernoitar em Águas Calientes? Não, não é. Mas isso deixa a visita à Machu Picchu mais confortável, principalmente se você começar a sua jornada partindo de Ollantaytambo. Um quarto duplo/casal está na faixa de R$140,00 a diária e uma cama em quarto coletivo na faixa de R$70,00 a diária por pessoa.

Como nós fizemos? Aproveitamos o passeio para o Vale Sagrado e pegamos o trem para Águas Calientes saindo de Ollantaytambo. Nós pernoitamos em Águas Calientes e seguimos para conhecer Machu Picchu somente no dia seguinte pela manhã, com mais calma. Ficamos no Hostal Angie’s, onde a tarifa custa em torno de R$162,00 o casal, com café da manhã. Muita gente também faz o mesmo saindo de Cusco, deixando a cidadela para a manhã seguinte. No entanto, o bate e volta de Cusco até Machu Picchu é uma boa opção para quem não tem muitos dias de viagem – e pra ser sincera, a maioria dos turistas fazem dessa forma.

Águas Calientes
A cidade é cheia de rua pequenas e restaurantes

Valores da Trilha Inca e da Trilha Salkantay

Quando estávamos pesquisando quanto custa uma viagem para Machu Picchu decidimos que queríamos chegar até lá através da Trilha Inca, mesmo sendo cara. Porém, para conseguir reservá-la é necessário comprá-la com bastante antecedência, pelo menos uns 3 meses antes, já que a procura é infinitamente maior do que a quantidade de vagas liberadas. Várias empresas operam o percurso e a dica é fechar com aquela que tenha boas indicações, dentro do seu orçamento. A faixa de preço é a partir de R$2.100,00 por pessoa, para quatro dias e três noites. Uma boa opção para garantir a sua vaga é comprar online, antecipadamente.

Trilha Inca (Foto: Get Your Guide)

Há ainda uma outra opção de trilha que também é bastante procurada pelos turistas. Trata-se da Trilha Salkantay, que é um pouco mais longa, com duração de 5 dias. Pra já é mais fácil conseguir vagas, no entanto, também existe a possibilidade de comprá-la online antecipadamente.

4 -Ingressos para Machu Picchu

Há um limite diário para entrar em Machu Picchu. Por isso, é aconselhável que você compre seu ingresso antecipadamente. Eles podem ser comprados no site oficial do governo e custam em torno de R$182,00 por pessoa (+-152 soles). Caso você queira subir Huayna Picchu, aquela montanha no fundo das fotos, o valor sobe para R$244,00 por pessoa (+-200 soles). E se quiser subir a Montanha Machu Picchu, a que deu origem ao nome da cidade, o preço também fica em torno de R$244,00 por pessoa (+-200 soles).

Vale lembrar que as novas regras de visitação não permitem mais que o turista passe o dia inteiro dentro do parque. Sendo assim, além de escolher o dia da sua visita, você também deverá escolher o horário de visitação. Outra mudança é que a visitação acompanhada por um guia se tornou obrigatória. Você pode escolher entre a guiagem privada ou dividida com outras pessoas. Nesta último, o valor é cerca de R$25,00 por pessoa.

Há relatos de pessoas que tiveram dificuldades com o cartão de crédito na hora de comprar o ingresso através do site oficial. Nós não tivemos nenhum tipo de problema, mas caso você queira ter mais comodidade na compra, algumas agências são habilitadas a venderem. Para consultar valores e disponibilidades, clique aqui.

Mirante em Machu Picchu
Huayna Picchu ao fundo

5 – Preço das refeições

Cusco possui diversos restaurantes que vão dos mais estrelados aos tradicionais PF’s (prato feito). Uma coisa boa em todos eles é que mesmo os mais refinados não possuem valores estratosféricos – lógico, dentro do padrão que é oferecido e comparando com o Rio de Janeiro, onde tudo é caro pra caramba! É possível comer muito bem em locais legais pagando entre R$25,00 e R$40,00. E olha que estamos falando de menus com direito a entrada e sobremesa. Inclusive, aqui no blog nós temos um post com várias dicas de onde comer em Cusco.

6 – Seguro Viagem

Apesar do seguro viagem não ser obrigatório para quem viajar para o Peru, o ideal é que você jamais faça uma viagem internacional sem contratar um. Se tratando de Cusco em si, onde muita gente sofre com o mal da altitude ou então tem problemas intestinais e/ou estomacais (eu aqui!) por conta da comida – que é ótima, mas com temperos beeem diferentes -, é super recomendado que você tenha um seguro viagem. Levando em consideração que é preciso pelo menos de 4 a 5 dias para conhecer Machu Picchu, um seguro fica em torno de R$50,00 através da Real Seguros. Ou seja, um valor que não é tão alto pra se arriscar ir sem, né?

PEGUE AQUI O SEU DESCONTO DE SEGURO VIAGEM NA REAL SEGUROS

7 – Afinal, quanto custa uma viagem para Machu Picchu?

Para facilitar o cálculo vamos simular uma viagem hipotética com preço da passagem aérea RJ/SP – Cusco comprada antecipadamente por R$1.500,00 (lembrando que sempre existem promoções de passagem, milhas e etc). Vamos considerar 4 dias em Cusco como o mínimo necessários para fazer esse passeio. O primeiro dia seria o de chegada à cidade, enquanto o segundo dia seria para aclimatação, já que Cusco fica a 3.400 metros de altitude. O terceiro dia seria o dia de visita à Machu Picchu, como bate e volta e sem pernoite em Águas Calientes. Por fim, o último dia estaria reservado ao retorno pra casa. Desta forma, temos:

Tabela de custos de uma viagem para Machu Picchu

PASSAGEM AÉREAR$1500,00
HOSPEDAGEM (3 NOITES EM QUARTO DUPLO)R$360,00
INGRESSO SIMPLES PARA MACHU PICCHU + GUIAR$207,00
TREM DE CUSCO PARA ÁGUAS CALIENTESR$565,00
ÔNIBUS DE ÁGUAs CALIENTES ATÉ A ENTRADA DO PARQUER$97,00
REFEIÇÕES EM CUSCO (ALMOÇO + JANTAR, NUMA MÉDIA DE R$30,00 POR REFEIÇÃO)R$240,00
SEGURO VIAGEM PARA 4 DIASR$50,00
TOTALR$3.019,00

Vale ressaltar que esse valor pode diminuir ou aumentar dependendo do tipo de hospedagem que você escolher, assim como a sua alimentação também pode influenciar diretamente no total gasto durante a viagem. Esse cálculo é somente para você ter uma base de quanto custa uma viagem rápida para Machu Picchu.

VEJA TAMBÉM:

-Roteiro em Cusco, incluindo pontos principais como Machu Picchu e o Vale Sagrado
-Conheça os sítios arqueológicos de Maras e Moray

É barato viajar para Machu Picchu?

Ao contrário do que muitos pensam, conhecer Machu Picchu não é tão barato assim, No entanto, vale cada centavo! Por isso, dê um jeitinho de se planejar e conhecer um dos lugares mais especiais da América do Sul!

Vista de um dos mirantes em Machu Picchu
Vista de um dos mirantes em Machu Picchu

SIGA AS NOSSAS REDES SOCIAIS E NOS ACOMPANHE EM TEMPO REAL =)
– Instagram: @cariocasemfronteiras
– Facebook: /cariocasemfronteiras

♦PLANEJE A SUA VIAGEM♦

  • Reserve a sua hospedagem através do Booking e garanta as melhores tarifas. Fique tranquilo porque reservando através do nosso blog você não pagará nenhuma taxa extra. E além disso ainda nos ajuda a mantê-lo no ar, criando cada vez mais conteúdos gratuitos e de qualidade.
  • Reserve seus hostels através do Hostelworld e garanta a sua hospedagem nos melhores hostels do mundo.
  • Reserve um apartamento através do AirBnb e ganhe até 179 reais em crédito na sua primeira reserva pelo site.
  • Compre seu seguro viagem com a Real Seguros e tenha os maiores descontos e as melhores formas de pagamento, inclusive parcelando em várias vezes no cartão de crédito
  • Reserve os melhores passeios e experiências com a Get Your Guide e com a Civitatis.
  • Alugue o seu carro com até 60% de desconto. Parcele no cartão e sem cobrança de IOF pela RentCars. Além disso, todo o valor é gerado em reais.
  • Viaje conectado! Compre seu chip de celular Viaje Conectado da Yes Brasil com internet 4G para usar no exterior.
  • Compre seus ingressos antecipados através da Tiqets e evite filas nas atrações mais famosas do mundo.

Autor

Carioca de nascimento. Educadora Física de profissão. Viajante de coração. Apaixonada pelas coisas simples da vida e intrigada pelas complexas. Costuma dizer que adora um sol, mas não dispensa os dias nublados.

Comentários

  1. Renata Mufalani de Menezes Responder

    Adorei Dhebs!!
    Dicas maneiríssimas!!
    Agora só me falta arranjar uma empresa confiável pra fazer a trilha INCA!!
    ?

    • Dhebora Sancho Responder

      Ih, tem várias bem legais, Renata!! Depois vou fazer um apanhado geral 😉

  2. Amei demais esse artigo. É a primeira vez que leio todos os detalhes de custo real sobre Machu Picchu, mesmo sabendo que pode sofrer variações nos preços. Arrasou Dhebora! Continue trazendo informações valiosas como essa. Abraços.

Deixe um comentário