Atualizado em 24 de janeiro de 2021

Imaginem em lugar pitoresco, singular, bucólico e ainda pouco conhecido no Rio de Janeiro. A Ilha da Gigóia, na Barra da Tijuca, é uma pequena ilha no meio de um dos bairros mais populares da cidade.

Enquanto muitos turistas sequer ouviram falar a respeito, diversos moradores apenas têm uma ideia de onde a Ilha fica, mas sequer estiveram por lá. Para acabar com esse mistério vamos contar o que fazer na Ilha da Gigóia e mostrar o porquê de adorarmos o local.

Ilha da Gigóia
Ilha da Gigóia na Barra da Tijuca

Ilha da Gigóia, na Barra da Tijuca

Localizada na Lagoa da Tijuca, na Barra da Tijuca, a Ilha da Gigóia é uma pequena ilha com cerca de 3 mil moradores e seus encantos começam um pouco antes de chegar.

Para chegar até a Ilha da Gigóia, somente através de barco, e carros não são permitidos. Em suas ruas, apenas casas, pousadas, restaurantes e bares, além de uma eterna sensação de paz. Aliás, há tanta calmaria e tranquilidade na Gigóia que nem parece que do outro lado da margem há um centro urbano com uma avenida extremamente movimentada.

Como ir à Ilha da Gigóia

Para chegar na Ilha da Gigóia é necessário ir até a Barra da Tijuca, local onde você deverá pegar o barco para fazer a travessia. Porém, não se assuste, a travessia é bem curtinha e dura poucos minutos.

O acesso aos barcos se dá em uma pequena rua transversal à Avenida Armando Lombardi, entre os números 350 e 400. Você pode usar como referência o prédio da Unimed e o Shopping Barra Point, já que a rua onde você pegará o barco se encontra exatamente entre eles.

Se você for de carro, pode aproveitar para estacionar no shopping tal qual nós fizemos. Entretanto, se você vai de transporte público poderá pegar o metrô e descer na Estação Jardim Oceânico, a poucos metros dali. Os ônibus das linhas 40, 548-INT3, 553SP-SPINT8, 645, 878 e 881 também passam por lá.

O valor da travessia varia entre R$2,00 e R$5,00, dependendo do seu destino. Mas para a Ilha da Gigóia é sempre o valor mais em conta. Ué, como assim? Explico melhor abaixo. =)

Ilhas da Barra da Tijuca

Essa área onde se encontra a Ilha da Gigóia, que é a principal, conta com mais 8 ilhas ao redor. São todas bem pertinho uma da outra, de forma que alguns restaurantes famosos sequer ficam na Ilha da Gigóia de fato, e você pode ir diretamente até eles.

Porém, algumas delas não possuem nenhum atrativo ou construções, como a Ilha das Garças, Ilha da Pesquisa e a Ilha do São Jorge. Por outro lado, na Ilha Primeira você encontrará um comércio ativo, contando com o Bar do Cícero, um dos restaurantes mais aclamados da região. Já na Ilha do Ipê quem rouba a cena é o descolado Hostel Casa do Mundo, sempre procurado por turistas e até mesmo moradores.

As outras ilhas são a Ilha dos Pescadores, onde antigamente funcionava uma balada de mesmo nome, a Ilha Fantasia, que tem algumas hospedagens domiciliares e a Ilha da Marina, onde funciona o Marina Beach Club.

O que fazer na Ilha da Gigóia?

Não espere grandes pontos turísticos, museus ou passeios nesse estilo. A Ilha da Gigóia pede outro tipo de turismo, daqueles bem leves e principalmente ao ar livre.

Como ela é pequena, aproveite para caminhar sem pressa por suas ruas, curtir a calmaria do local e quem sabe almoçar em algum restaurante? Há vários de excelente qualidade e alguns são bem famosos.

Por outro lado, é possível fazer um pequeno passeio de barco por essa região, englobando as demais ilhas da Barra da Tijuca. Nós aproveitamos para fazê-lo e apesar de ser curtinho, até que gostamos.

Passeio de barco na Ilha da Gigóia

Para fazer o passeio de barco na Ilha da Gigóia você deverá fechar diretamente com o barqueiro. No caso, você pode combinar tudo com qualquer um dos barqueiros que estiverem no local da travessia.

O valor por pessoa é na faixa de 15 a 20 reais, porém dá pra negociar. Mas não espere um roteiro longo, com várias horas de navegação. Se você está esperando algo nesse estilo recomendamos que faça o passeio de barco no Rio de Janeiro, saindo da Marina da Glória.

Beirando o Itanhangá Golf Club

O barco navega por entre as ilhas da Barra da Tijuca e embora não seja um percurso longo, reserva alguns cenários bonitos e interessantes. No circuito é possível avistar várias espécies de aves, jacarés, garças e até capivaras. Além disso, também passamos pelo Itanhangá Golf Club, onde podemos descer rapidinho para tirar fotos.

A única tristeza nisso tudo é que infelizmente encontramos um pouco de poluição em alguns pontos da região. Ainda está faltando muita consciência ecológica por aí…

Bares e restaurantes na Ilha da Gigóia

Logo após o passeio de barco nós fomos almoçar. O restaurante escolhido foi o Cais Bar e tivemos uma ótima experiência. Vale ressaltar que assim como os demais restaurantes da Ilha da Gigóia é válido fazer uma reserva antes, principalmente se a sua visita for em um final de semana. Embora a Ilha da Gigóia ainda seja um pedacinho escondido no Rio de Janeiro, seus restaurantes costumam ficar bem cheios.

Nós nos sentamos em uma mesa à beira da Lagoa da Tijuca e se possível recomendamos que você faça o mesmo. Não há dúvidas de que o seu almoço será mais agradável por causa do visual.

Nossos pedidos foram pastéis de siri e camarão, e um bobó de camarão para o prato principal. Achamos o preço justo tanto para a qualidade como para a quantidade de comida servida.

Outras sugestões de restaurantes na Ilha da Gigóia

Outros bares e restaurantes muito bem recomendados na Ilha da Gigóia são o Bar do Cícero, na Ilha Primeira (precinho mais elevado), o sofisticado Laguna e o Caiçara Bar, com uma pegada parecida com a do Cais Bar.

Entretanto, se você quer sair da vibe de refeições, recomendamos a hamburgueria Spotlab e a pizzaria Alla Pergola.

Hotéis e pousadas na Ilha da Gigóia: onde se hospedar

É claro que dá pra fazer um roteiro na Ilha da Gigóia em apenas um dia, porém, é certo que a noite ela fica ainda mais especial. Se você quiser aproveitar um final de semana, confira abaixo as melhores pousadas da ilha:

Pousada da Gigóia

Pousada econômica, mas confortável. As diárias da Pousada da Gigóia incluem café da manhã e há piscina para os hóspedes. As tarifas para um final de semana são a partir de R$200,00 o quarto duplo. Saiba mais e confira a disponibilidade aqui.

Pousada Oasis do Barral

Também com um estilo econômico, mas sem perder o charme, a Pousada Oásis do Barral oferece diárias com café da manhã a partir de R$160,00 para duas pessoas. Saiba mais sobre e confira a disponibilidade da pousada aqui.

Pousada Barra da Tijuca

Fechando as nossas indicações econômicas, a Pousada Barra da Tijuca oferece quartos duplos com café da manhã a partir de R$220,00 o quarto duplo. Saiba mais e consulte a disponibilidade da pousada aqui.

Casanova Residence

Extremamente charmosa e com uma piscina com vista para a lagoa, o Casanova Residence é um dos destaques na Ilha da Gigóia. Seus quartos são muito bem decorados e as tarifas são a partir de R$250,00 para o quarto duplo. Veja a disponibilidade aqui.

Eco Barra Boutique

Fechando as nossas sugestões com um toque de luxo, a pousada Eco Barra Boutique oferece acomodações requintadas em um ambiente integrado à natureza. Suas tarifas são a partir de R$280,00 para o quarto duplo.

Mais dicas de hospedagem:

Além dos hotéis e pousadas, no Airbnb há opções de apartamentos e casas para alugar na Ilha da Gigóia e através desse link aqui nós te damos até 350 reais de desconto na sua primeira reserva. Saiba mais sobre como reservar pelo Airbnb.

Se você não quer ficar em nenhuma pousada na Ilha da Gigóia, tudo bem. Na Barra da Tijuca há hotéis para todo o tipo de viajante, desde os mais baratos aos mais caros, e você pode consultá-los aqui.

Além disso, você pode conferir esse guia completo sobre onde ficar no Rio de Janeiro e achar um bairro que seja a sua cara.

Informações importantes:

A Ilha da Gigóia é considerada um lugar seguro no Rio de Janeiro, ainda mais porque seu acesso é feito somente através dos barcos. Além do mais, como eles são o meio de transporte oficial das pessoas que moram na ilha, costumam funcionar 24 horas por dia.

Você também pode gostar desses passeios aqui no Rio de Janeiro:

SIGA AS NOSSAS REDES SOCIAIS E NOS ACOMPANHE EM TEMPO REAL =)
– Instagram: @cariocasemfronteiras
– Facebook: /cariocasemfronteiras

♦PLANEJE A SUA VIAGEM♦

Author

Carioca de nascimento. Educadora Física de profissão. Viajante de coração. Apaixonada pelas coisas simples da vida e intrigada pelas complexas. Costuma dizer que adora um sol, mas não dispensa os dias nublados.

22 Comments

  1. Acho tão legal descobrimos algo dentro da nossa própria cidade. Também fico super feliz com esse achadinhos perto da gente haha. Adorei o post, pena que eu nao moro perto para dar um pulinho ali. Abraçoss

  2. Viviane Carneiro Reply

    Moro no Rio de Janeiro e ainda não conheço a Ilha da Gigoia. Preciso resolver esse problema urgentemente. Adorei as dicas e informações do post. Bjs

  3. Keul Fortes Reply

    Não tinha ideia dessa ilha. Mais um lugar para conhecer no Rio! Adorei a riqueza de detalhes. Obrigada pelas dicas!

  4. Nunca tinha ouvido falar a respeito. Imagino que, para quem mora no Rio, seja um ótimo destino para fugir do barulho, trânsito e confusão. E tão perto. As fotos do almoço estão aqui a olhar para mim…. comia agora um desses pasteis de siri e camarão.
    Abraço

  5. Ana Carolina Miranda Reply

    O Rio de Janeiro é um destino para voltar muitas e muitas vezes. Fui esse ano mas não tive tempo de ir até a Barra. Em minha próxima viagem já salvei suas dicas.

  6. Esse é um dos lugares de que eu mais gosto no Rio, parece outra cidade!
    Agora tenho que voltar para conhecer o Cais Bar. Esse almoço tá com uma cara deliciosa!!!

  7. Que lindo! Não sabia da existência da Ilha da Gigóia, e em plena Barra da Tijuca!!! Por isso que temos que estar atentos às belezas e segredos que estão pertinho da gente também né?! Adorei a dica! Obrigada!

  8. Que lugar lindo essa Ilha da Gigóia. Como você disse é até difícil acreditar que um lugar tão calmo assim está tão perto da muvuca da cidade. Amei essas dicas e bom saber que é seguro, porque essa é sempre uma preocupação para quem não é do Rio. Obs: babei nas fotos do almoço.

  9. Cintia Grininger Reply

    Já estive várias vezes no Rio mas nunca tinha ouvido falar nessas ilhas da Barra! Amo lugarzinhos assim como a Ilha da Gigoia, pertinho da cidade mas ainda assim meio escondidos. Adorei saber sobre esse lugar!

  10. Quando ouço falar em Barra da Tijuca imagino cenário de telenovela, não sei bem porquê. 😀 Adoraria conhecer! Essa Ilha da Gigóia deve ser um encanto só! Aqui torcendo para conhecer brevemente.

  11. Luiz carlos de oliveir Reply

    Conheci esta estas ilhas no final do ano passado muito lindo,

Escreva um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.