Atualizado em 21 de março de 2021

Bem pertinho de Tiradentes se encontra Bichinho, um pequeno vilarejo onde há casas de tijolo adobe e o tempo parece passar mais devagar. Talvez você esteja pensando que se trata de um lugar pequeno e sem muitas atrações, né? Pois eu te digo que há o que fazer em Bichinho, assim como há motivos para você se encantar.

O povoado que é distrito da cidade de Prados nem sempre se chamou assim. O seu nome oficial é Vitoriano Veloso, em homenagem ao único inconfidente negro na História do Brasil. Mas dizem por aí que Bichinho era o seu apelido e hoje em dia dá nome ao local.

De fato, suas ruas não são muitas e também não há uma infinidade de passeios para se fazer. Mas em Bichinho você encontrará o melhor do artesanato local, cachaças premiadas, boa culinária e um clima gostoso de aconchego.

O que fazer em Bichinho: 8 melhores passeios da cidade

1 – Casa Torta

Muitos procuram o vilarejo em busca da Casa Torta e sem dúvidas ela é uma das principais sugestões sobre o que fazer em Bichinho.

A sua aparência chama a atenção e a torna uma das grandes atrações locais. E convenhamos, ela é uma gracinha, mesmo. Mas a Casa Torta é totalmente lúdica e interativa, não apenas para as crianças. Nas palavras do estabelecimento, a intenção também é fazer os adultos brincarem como na infância.

Por lá você encontrará oficinas, teatro e um café. O valor da entrada é de R$40,00 por pessoa, com meia entrada de acordo com a lei.

Casa Torta em Bichinho
Casa Torta

2 – Lojas e ateliês de artesanato

As lojas e ateliês de artesanato são grandes atrações em Bichinho. Aliás, essa é uma das famas do povoado e não é à toa. Os artigos são incríveis, a maioria deles totalmente artesanais. Além do mais, você encontrará muita coisa feita com madeira, material de demolição e tecidos dos mais variados tipos.

Entre tantos ateliês e lojas, a Oficina de Agosto é uma das mais procuradas e destaca-se por ser a pioneira na região.

Oficina de Agosto
Oficina de Agosto

3 – Tempero da Ângela

Tá aí uma dica gastronômica do que fazer em Bichinho: almoçar no Tempero da Ângela. Vale dizer que esse restaurante é tão famoso que ele é quase que um ponto turístico. Inclusive, essa costuma ser uma das dicas dadas quando nos perguntam o que fazer em Tiradentes. Rs

O local é tão procurado que me arrisco a dizer que é o mais cheio de Bichinho. Ou seja, se você quiser almoçar por aqui, chegue cedo ou se prepare para a fila de espera.

O Tempero da Ângela funciona no estilo buffet livre, onde você paga R$38,90 e come à vontade, quantas vezes quiser. A comida é regional e são servidos todos os pratos mais icônicos da culinária mineira.

Tempero da Angela Bichinho
Fogão à lenha no Tempero da Ângela

4 – Alambique Mazuma Mineira

O alambique Mazuma Mineira é considerado o mais moderno da região. Além disso, o lugar é muito bonito e você ainda pode fazer um tour pela produção e pela propriedade. O valor do passeio é de R$20,00 e foi de longe um dos mais completos que nós já fizemos, com cerca de 2 horas de duração.

Você pode fazer uma degustação dos rótulos da casa e quem faz o tour ganha R$10,00 de desconto na compra da cachaça. A loja do alambique também vende outros itens como queijos e cafés especiais.

Alambique Mazuma Mineira
Mazuma Mineira

5 – Alambique Tabaroa

Outra dica imperdível sobre o que fazer em Bichinho é conhecer o alambique Tabaroa. Na verdade, o alambique mesmo fica mais pro centro da cidade e a graça está em visitar a loja conceito da cachaçaria, que fica bem em frente à Casa Torta.

O que chama atenção aqui é que a loja é em formato de barril, tornando o ambiente bem mais legal. Você também pode aproveitar para provar alguns rótulos de cachaça e comprar outros produtos locais. Também há um restaurante no local.

Alambique Tabaroa
Loja conceito do Alambique Tabaroa

Vale ressaltar que existe outro alambique em Bichinho que também é uma das atrações da cidade. Trata-se do Velho Ferreira, que fabrica cachaça desde a década de 30. Nós não o visitamos, mas eles também oferecem tours pela propriedade.

6 – Museu do Automóvel da Estrada Real

Bem na Estrada Real, na entrada de Bichinho, você encontrará o Museu do Automóvel da Estrada Real. O museu é de propriedade particular e conta com mais de 70 automóveis em seu acervo, com vários modelos e diferentes anos de fabricação.

A entrada custa R$20,00 e eles também oferecem um passeio noturno de jardineira pela cidade de Tiradentes.

Museu do Automóvel da Estrada Real
Museu do Automóvel da Estrada Real

7 – Igreja Nossa Senhora da Penha

Embora seja um vilarejo, Bichinho possui uma bela igreja em estilo rococó para chamar de sua. Bem no centro do povoado, a Igreja Nossa Senhora da Penha também é uma das atrações locais. Infelizmente não a visitamos por dentro porque ela estava fechada.

Igreja Nossa Senhora da Penha Bichinho
Igreja Nossa Senhora da Penha

8 – Mirantes na Estrada Real

O caminho entre Tiradentes e Bichinho tem toda a Serra de São José como plano de fundo. Por isso, não posso terminar essa lista sem falar que uma das melhores dicas do que fazer em Bichinho é curtir o visual dos mirantes naturais que existem ao longo da Estrada Real.

Mas, atenção! Não pare o carro no meio da rua para ver ou fotografar mirantes. Busque algum recuo na estrada para estacionar com segurança, ok?

Como chegar em Bichinho

O vilarejo de Bichinho faz parte da Estrada Real e se encontra a apenas 7 km de Tiradentes. Uma estrada de pedras, sem bifurcações e por vezes com um buraquinho aqui e outro ali liga as duas cidades.

O caminho é bem fácil e tranquilo, de forma que dificilmente você irá se perder. De todo jeito, o GPS mostra a direção sem erros.

Estrada Real entre Tiradentes e Bichinho
Estrada Real entre Tiradentes e Bichinho

Pousadas em Bichinho, Minas Gerais

Pousada Baobá: a 10 minutos de caminhada do centro de Bichinho, a pousada é uma das mais bem avaliadas no povoado. Os quartos são aconchegantes, com decoração em madeira, e o local ainda conta com um belo jardim.

Pousada Cantagalo: a cerca de 2 km do centrinho do povoado, a pousada possui quartos simples, mas confortáveis. A área externa possui piscina e jardim.

Cipó Artes: com uma decoração rústica, colonial e impecável, a pousada também é uma das mais bem avaliadas em Bichinho. Localizada no miolo do povoado, eles oferecem quartos duplos e triplos, alguns deles com varanda.

Templo do Sol: também bem no centrinho de Bichinho, essa hospedagem possui área comum com jardim e redes para os hóspedes. Além disso, os quartos são super charmosos e muito bem decorados.

Serra a vista Chalé: chalés para 2 a 4 pessoas, a 5 minutos de carro do centro de Bichinho. O local possui decoração rústica, é todo completo e possui vistas incríveis para a natureza.

Restaurantes em Bichinho

Além do Tempero da Ângela, Bichinho possui outros restaurantes muito recomendados. Outras sugestões para o seu roteiro:

Pau de Angu: restaurante de gastronomia típica mineira localizado na beira da Estrada Real, entre Bichinho e Tiradentes. O local é lindo, com a Serra de São José e muita natureza ao redor. Porém, os preços são mais elevados.

Atelier da Cerveja: além dos pratos regionais, o restaurante oferece um cardápio recheado de petiscos e cervejas artesanais.

SIGA AS NOSSAS REDES SOCIAIS E NOS ACOMPANHE EM TEMPO REAL =)
– Instagram: @cariocasemfronteiras
– Facebook: /cariocasemfronteiras

♦PLANEJE A SUA VIAGEM♦

Author

Carioca de nascimento. Educadora Física de profissão. Viajante de coração. Apaixonada pelas coisas simples da vida e intrigada pelas complexas. Costuma dizer que adora um sol, mas não dispensa os dias nublados.

6 Comments

  1. MOISES BATISTA DA COSTA Reply

    Ai está um destino que nao conhecia em meu estado. E adorei o post sobre o que ver e fazer em bichinho, final do ano to lá. abraços

  2. Conhecer a casa torta deve ser muito legal, sou doida para levar meu filho que adora lugares inusitados. Já anotei a dica, agora já sei mais coisas pra fazer por lá. Valeu

  3. Roberto Caravieri Junior Reply

    Que delícia de destino, eu não conhecia a cidade de Bichinho! Essa comidinha no fogão de lenha, me aqueceu o coração, que saudades da comida do Brasil! Adorei o texto, parece ser uma cidade incrível mesmo!

  4. Murilo Pagani Reply

    Quanta coisa legal para fazer em Bichinho!

    É o tipo de cidade que eu adoro para bater-perna, tirar muitas fotos, e deixar o estômago contente! hehehe

    Sabe me dizer se as atrações ficam próximas uma das outras, para ir a pé?

    Adorei as dicas!

    Obrigado

  5. CINTIA GRININGER Reply

    Já fui para Tiradentes mas por conta do tempo curto acabei não conhecendo Bichinho…. adoro esse nome, aliás, apelido rsrsrs acho a cara de Minas! Já anotei as dicas aqui e estou louca para visitar essas lojinhas e me acabar na comida mineira do restaurante que vc indicou.

Escreva um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.