Roteiro no Atacama

Roteiro no Atacama: 4 a 5 dias no deserto mais árido do mundo

Montar um roteiro no Atacama não é uma tarefa fácil. Afinal, esse deserto oferece tantas paisagens incríveis que a gente fica com vontade de fazer tudo. Mas a não ser que você tenha muitos dias disponíveis e até mesmo muita grana sobrando, já que o lugar também é bem caro, você precisará fazer algumas escolhas. Talvez essas sejam as escolhas mais difíceis da sua viagem e quiçá da sua vida (#dramaqueen), mas com um pouquinho de planejamento você conseguirá fazer os passeios principais do deserto mais árido do mundo. E ainda voltará com aquele gostinho de quero mais, assim como nós voltamos um dia.

Vulcão Licancabur
O Deserto do Atacama e seu cenário com vulões

 

Roteiro no Atacama para quem tem de 4 a 5 dias viagem

Eu considero que 4 dias é o mínimo necessário para montar um bom roteiro no Atacama. Tem gente que fica só 3 dias? Sim. Tem gente que fica uma semana? Também. Mas no geral, de 4 a 5 dias é o ideal para conhecer os principais lugares sem muita correria. Nós já até falamos sobre isso em nosso post Atacama: tudo o que você precisa saber sobre esse deserto, e caso você precise de mais informações sobre o clima, quando ir e como chegar, também já está tudo por lá. Agora vamos ao que interessa! rs

 

Dica de hospedagem em San Pedro de Atacama: os hotéis no Atacama não são dos mais baratinhos. Aliás, eu até achei a hospedagem por lá um pouco acima da média. Nós ficamos no Hostal Lickana, em um quarto duplo com banheiro privativo e café da manhã incluído. O lugar é simples, mas o atendimento foi bem acolhedor e o hostel ainda fica localizado na Calle Caracoles, principal rua da cidade. Por outro lado, também existem outras boas opções na cidade e você pode conferir as nossas sugestões no post Onde ficar no Atacama: 5 opções para não pesar o seu bolso.

 

 

Dia 1 – San Pedro de Atacama + Valle de la Luna e Valle de la Muerte

Reserve o primeiro dia do seu roteiro no Atacama para conhecer o centrinho de San Pedro de Atacama. Como a cidade é bem pequena, em meio dia você consegue ver tudo. Te juro! rs. Aproveite também para cotar as agências e fechar todos os passeios.

Calle Caracoles
Calle Caracoles, a principal rua do Atacama

Na sua primeira tarde na cidade você pode aproveitar para fazer um dos passeios mais tradicionais do Deserto do Atacama: o Valle de La Luna e Valle de la Muerte. Você vai conhecer a Cordilheira de Sal no Valle de Luna e em seguida terminará seu dia com um pôr-do-sol mais que fantástico no Valle de la Muerte.

Valle de La Muerte
A paisagem incrível do Valle de La Muerte

 

Dia 2 – Lagunas Cejar, Ojos del Salar e Laguna Tebinquinche OU Lagunas Escondidas de Baltinache

No seu segundo dia no Deserto do Atacama você pode fazer um passeio que vai ter como plano de fundo o famoso Vulcão Licancabur. Uma boa pedida é conhecer as Lagunas Cejar, onde você pode experimentar como é se banhar em um lugar que tem a mesma concentração de sal do Mar Morto, e em seguida tirar todo o seu sal com um mergulho nos Ojos del Salar. rs

Ojos del Salar
Passando frio nos Ojos del Salar haha

Logo após essa experiência um tanto quanto náutica, o passeio se encerra com um pôr do sol digno do deserto na Laguna Tebinquinche. E ainda por cima, a maioria das agências ainda oferecem um comes e bebes com direito a drink de pisco sour.

-> Veja mais: Lagunas Cejar, Ojos del Salar e um pôr do sol de tirar o fôlego
Laguna Tebinquinche
Visual fantástico na Laguna Tebinquinche

Apesar de termos feito esse passeio quando estivemos por lá e de termos achado sensacional, muitas pessoas dizem que hoje em dia vale mais a pena conhecer as Lagunas Escondidas de Baltinache. Pelo que vimos na internet, esse passeio também é super incrível, mas como nós não o fizemos segue um post do Fabio e do Cleber do blog Viagens Cinematográficas para vocês terem uma ideia. -> Lagunas Escondidas de Baltinache: Tour no Deserto do Atacama.

 

Dia 3 – Lagunas Altiplânicas e Salar do Atacama OU Piedras Rojas

O terceiro dia do seu roteiro pode ser reservado para conhecer as Lagunas Altiplânicas. Pra mim, é nesse lugar que você terá uma das paisagens mais incríveis de toda a sua viagem pelo Deserto do Atacama. E sobretudo, provavelmente também é por lá que você terá um dos cafés da manhã mais bonitos da sua vida. Veja mais em: Lagunas Altiplânicas e um café da manhã de sobremesa.

Lagunas Altiplânicas
O café da manhã mais bonito da minha vida foi nesse lugar aí

Em seguida o tour segue para o Salar do Atacama e para a Reserva Nacional de Los Flamencos, dois lugares também bem bonitos. E por fim, o passeio se encerra no Povoado de Toconao.

Uma outra opção para esse dia é conhecer Piedras Rojas. Infelizmente não fizemos esse passeio pois ele não estava disponível quando nós fomos. Mas eu acredito que vale bastante a pena, até porque ele também inclui as Lagunas Altiplânicas. Mais uma vez, segue um post dos meninos do Viagens Cinematográficas para vocês se inspirarem: Lagunas Altiplânicas e Piedras Rojas: O melhor passeio do Atacama.

 

Dia 4 – Geysers del Tatio + Tour Astronômico

No seu quarto dia de roteiro no Atacama você vai ter que madrugar um pouquinho. Isso porque para conhecer os famosos Geysers del Tatio é necessário chegar até eles bem cedo, papo de ver o dia amanhecer por lá. Como o que torna o lugar simplesmente fora de série é a união do jatos de água fervendo com a temperatura super baixa do ambiente, quanto mais frio estiver, melhor eles serão vistos em toda a sua potência. Portanto, quanto mais cedo, menor estará a temperatura do ambiente. Logo depois você ainda poderá se banhar nas águas termais que tem por lá. Como estava muito frio eu passei batida, mas o Rafael entrou.

Geysers del Tatio
Os Geysers del Tatio no início da manhã

Reserve a sua noite para contemplar as estrelas. Como o céu do Deserto do Atacama é coisa de outro mundo, vale muito a pena fazer o Tour Astrônomico. Nós não fizemos porque estávamos no início do nosso mochilão e esse passeio sairia muito do nosso orçamento. No entanto, acabamos nos arrependendo depois. Agora só Deus sabe quando estaremos no Atacama de novo para fazer isso.

Deserto do Atacama
Anoitecendo no Atacama… olhem esse céu!

 

->Embora não seja obrigatório ter um Seguro Viagem para viajar pelo Chile, nós super recomendamos que você jamais viaje sem um! Nunca se sabe o que pode acontecer e com um bom seguro você viaja tranquilo e sem maiores preocupações, ainda mais porque gastos com saúde em outros países costumam ser caríssimos. E além disso, o seguro acaba cobrindo outras coisas, como extravio de bagagem, por exemplo. Nós sempre compramos nossos seguros com a Seguros Promo porque eles trabalham com as melhores seguradores do país e sempre tem um descontinho pra ajudar no orçamento. Quem é leitor do Carioca Sem Fronteiras tem 5% de desconto utilizando o cupom CARIOCA5.

 

Dia 5 – Salar de Tara

Caso você tenha um quinto dia livre, não deixe de fazer o passeio para o Salar de Tara. Nós só tínhamos 4 dias no Atacama e no quinto dia tínhamos que seguir viagem. Ou seja, ficamos com água na boa. Mas faz parte, né? Pelo menos temos bons motivos pra voltar!

O Viajando na Janela fez esse passeio e contou tudo nesse post aqui -> Salar de Tara: Conhecendo a imensidão do Atacama.

 

Outro passeios para incluir no seu roteiro no Atacama

Se você tiver mais dias ainda disponíveis, considere incluir na sua lista os seguintes passeios:

  • Vulcão Lascar: se você for do tipo aventureiro, uma boa pedida é incluir a ascensão ao Vulcão Lascar no seu roteiro no Atacama. Nós não fizemos essa ascensão porque optamos por fazer o trekking no Vulcão Villarrica em Pucón, mas a Mônica e o Fabio do blog Leve Sem Destino fizeram e contaram tudo no post Como foi subir o Vulcão Lascar.
  • Termas de Puritama:o passeio para as Termas de Puritama é o mais relaxante de todo o deserto. Afinal, são 8 piscinas de água termal em meio a um belo cenário de cânions. Quem não fica relaxado assim, né?
  • Salar de Uyuni: O Salar de Uyuni não é um passeio que ocorre de fato no Atacama. Quer dizer, ele até tem saída de San Pedro do Atacama, mas no entanto, o passeio é nada mais nada menos que uma das travessias mais famosas da América do Sul. Você irá conhecer o Deserto de Sal de Uyuni e outros tantos lugares incríveis. Como grande parte do trajeto ocorre em terras bolivianas, país que faz fronteira com Chile, é possível colocar esse tour no seu roteiro no Atacama. Porém, será necessário pelo menos mais uns 4 dias só pra ele.

 

♦PLANEJE A SUA VIAGEM♦

 

  • Reserve a sua hospedagem através do Booking e garanta as melhores tarifas. Fique tranquilo porque reservando através do nosso blog você não pagará nenhuma taxa extra. E além disso ainda nos ajuda a mantê-lo no ar, criando cada vez mais conteúdos gratuitos e de qualidade.
  • Alugue o seu carro com até 60% de desconto. Parcele no cartão de crédito sem cobrança de IOF pela RentCars. Além disso, todo o valor é gerado em reais.
  • Ganhe 5% de desconto no seu seguro viagem usando o cupom CARIOCA5 em pagamentos à vista na Seguros Promo. Ou então, parcele em 12 vezes sem juros no cartão de crédito.

 

 

Compartilhar

Dhebora Sancho

Carioca de nascimento. Educadora Física de profissão. Viajante de coração. Apaixonada pelas coisas simples da vida e intrigada pelas complexas. Costuma dizer que adora um sol, mas não dispensa os dias nublados.

2 thoughts to “Roteiro no Atacama: 4 a 5 dias no deserto mais árido do mundo”

  1. Olá Dhebora! Tudo joia?

    Passando pra comentar que este post está incrível e parabenizar a vcs pelo blog super completo e fotos lindas!
    Aproveito também para agradecer a indicação do Viajando Janela! 😉 É uma honra ver nosso blog pintando por aqui!

    Um abraço

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

* Checkbox GDPR / Regulamento Geral de Proteção de Dados do Usuário

*

Concordo / I agree