Atualizado em 18 de julho de 2020

Vales, vilarejos, lagos, casinhas nas montanhas e uma cultura secular até poderiam definir, ligeiramente, o Trentino-Alto Ádige, na Itália. No entanto, essa região histórica vai além desses simples adjetivos. O território que um dia já foi motivo de briga entre os italianos e os austríacos guarda os melhores e mais incríveis cenários do Tirol do Sul e quiçá dos Alpes Italianos também.

Nesse post você verá quais são as cidades mais procuradas no Trentino-Alto Ádige, como é a gastronomia local e quais são os lugares mais imperdíveis no Tirol do Sul.

Onde fica o Trentino-Alto Ádige

O Trentino-Alto Ádige é uma região de montanhas localizada no Norte da Itália que faz fronteira com a Áustria e a Suíça. Além disso, a localidade faz parte dos Alpes Italianos e ainda abriga boa parte das montanhas Dolomitas, uma das cadeias montanhosas mais bonitas do país, muito procurada o ano inteiro para todos os tipos de turismo. Aqui você pode ler o guia completo sobre as Dolomitas para entender mais sobre o lugar.

Tirol do Sul Trentino-Alto Ádige
Vilarejo no Trentino-Alto Ádige

Tirol do Sul e Trentino-Alto Ádige são a mesma coisa?

Sim e não. Parece confuso, né? E é. Mas tentarei explicar da melhor forma possível.

Até a primeira guerra mundial, todo o Trentino-Alto Ádige – e consequentemente o Tirol do Sul – faziam parte da Áustria, do Império Áustro-Húngaro. Em outras palavras, era a região do Tirol e da cultura tirolesa, tal qual já ouvimos falar e sempre associamos ao país austríaco.

Porém, com o fim da guerra, a Itália reivindicou uma parte dessas terras, incorporando-as ao seu território. O Tirol foi dividido e a parte italiana passou a se chamar Trentino-Alto Ádige, constituída de duas províncias autônomas, Trento e Bolzano, que compreendem diversos vilarejos.

Então, qual é a diferença?

Toda a região é chamada de Trentino-Alto Ádige, porém a parte Trentina refere-se a Trento, que é a capital de tudo, e suas comunas. Por outro lado, o Alto Ádige (que significa Südtirol ou Tirol do Sul) abrange Bolzano e suas comunas. É no Tirol do Sul em si onde você mais encontrará a cultura tirolesa de fato. Ou seja, na teoria é tudo uma coisa só, mas na prática, não é. rs

Tirol do Sul Itália
Tirol do Sul

Aliás, há algumas peculiaridades que merecem ser mencionadas e o idioma é uma delas. Se na província de Trento o italiano predomina, na de Bolzano fala-se mais alemão, principalmente em comunas menores. Além deles, ainda há o ladino, língua originária e mais antiga do Tirol, muito falada em vilarejos pequenos e ensinada nas escolas até hoje em dia.

Além de toda a relação com a guerra, a pitada histórica fica por conta da enorme repressão que o Tirol do Sul sofreu durante o fascismo do governo Mussolini. Após a incorporação desse território à Itália, houve uma italianização forçada de hábitos, no intuito de apagarem a cultura tirolesa. Inclusive, o idioma alemão foi proibido e todos os lugares receberam nomes italianos. O respiro veio somente na década de 70, quando as províncias se tornaram autônomas. Porém, até hoje algumas questões ainda perduram.

Cidades mais visitadas no Trentino-Alto Ádige

1 – Bolzano

Essa é uma das cidades mais visitadas do Trentino-Alto Ádige – senão a mais visitada. Uma das portas de entrada para as Dolomitas, com excursões saindo diariamente para essas montanhas, Bolzano possui atrativos que vão de belezas naturais a proezas gastronômicas. Aliás, a cidade é uma grande produtora de vinho no país e possui um dos melhores mercados de natal, recheado de guloseimas típicas.

Bolzano Tirol do Sul
Bolzano

Além disso, Bolzano se encontra perto de vários parques nacionais e de atrações turísticas dos Alpes Italianos, se tornando uma excelente base para conhecer toda a região. Leia tudo sobre Bolzano aqui.

Mercado de Natal de Bolzano
Mercado de Natal de Bolzano

2 – Trento

Junto com Bolzano, Trento é uma das cidades do Trentino-Alto Ádige que mais recebe turistas o ano inteiro. Com arquitetura ímpar e muitos museus, por lá você encontrará o Castello del Buonconsiglio, palco do histórico Concílio de Trento.

Trento também se encontra perto de lagos famosos da região, como o Lago di Tenno e o Lago di Tovel, além de estar a 1h30min do Parque Natural Adamello Brenta, a maior área protegida do Trentino. Você pode conferir o que fazer em Trento aqui.

Trento Trentino-Alto Ádige
Trento

3 – Madonna di Campiglio

Com 150 km de pistas, Madonna di Campiglio é uma das melhores estações de esqui da Itália. No entanto, há mais o que fazer além de esquiar. Cheia de trilhas, lagos de origem glacial e com um centrinho turístico encantador, o vilarejo é um destino perfeito para o seu roteiro.

Madonna di Campiglio (Konrad Zielindski/Wikimedia)

4 – Merano

A menos de 30 minutos de Bolzano, Merano é conhecida como a cidade termal do Trentino-Alto Ádige. A água termal encontrada em seus arredores possui propriedades terapêuticas que impressionam a todos. Dizem que até mesmo a Imperatriz Sissi, do Império Áustro-Húngaro, visitava os banhos termais de Merano. Saiba mais sobre o complexo termal da cidade aqui.

Além disso, Merano possui um dos castelos mais célebres da região, o Castelo do Tirol, a antiga sede dos Condes do Tirol.

Castelo do Tirol Merano Tirol do Sul
Castelo do Tirol

5 – Riva del Garda

Ao Norte do Lago di Garda e com as montanhas de plano de fundo, Riva del Garda é um dos locais mais charmosos do Trentino. Sua mistura medieval em conjunto com suas belezas naturais a tornam uma joia única. E ainda por cima, tem o Lago di Garda para completar todo esse cenário encantador.

Com museus, trilhas, atividades aquáticas no lago e uma igrejinha encravada nas montanhas, a cidade também é um destino de sucesso no Trentino-Alto Ádige. Veja tudo o que fazer em Riva del Garda aqui.

Riva del Garda Trentino-Alto Ádige
Riva del Garda

Ao visitá-la você também pode aproveitar para fazer um passeio para conhecer outras cidades ao redor do Lago di Garda.

As paisagens mais incríveis do Tirol do Sul

É no Tirol do Sul raíz, nas comunas da província de Bolzano, que você encontrará as paisagens mais bonitas das Dolomitas. Por isso, vamos listar algumas das mais memoráveis para você incluir no seu roteiro.

Val di Funes

O vale mais famoso das Dolomitas é também um dos melhores cenários do Tirol do Sul. O Val di Funes é sem dúvidas um dos lugares mais bonitos e fotografados dessa região. Dizem por aí que quando se fala nessas montanhas imediatamente é essa imagem que vem à cabeça. Aqui nós explicamos tudo o que você precisa saber sobre o Val di Funes.

Val di Funes Tirol do Sul Dolomitas
Val di Funes

Alpe di Siusi

O planalto mais alto da Europa é uma das melhores áreas de esqui e trekking do Tirol do Sul. Por aqui, o ponto alto do passeio é a trilha até o Rifugio delle Odle, com o Maciço de Odle sempre acompanhando. E no inverno, com certeza a melhor atividade é esquiar.

Alpe di Siusi Tirol do Sul
Alpe di Siusi

Lago di Braies

Esse é de longe o lago mais famoso das Dolomitas e consequentemente do Tirol do Sul. As águas verdes cristalinas e o contorno montanhoso fazem do Lago di Braies um dos locais mais bonitos que nós já visitamos. Você pode contorná-lo através de uma trilha simples, sem muitas dificuldades, e apreciar a sua beleza de todos os ângulos.

Além disso, durante o verão é possível banhar-se em suas águas ou fazer um passeio de barco. Saiba tudo sobre o Lago di Braies aqui.

Lago di Braies Tirol do Sul Italia
Lago di Braies

Tre Cime di Lavaredo

A quase 3 mil metros de altitude, Tre Cime di Lavaredo é um dos picos mais imponentes dos Alpes da Itália. Seus três cumes são responsáveis por proporcionar uma das trilhas mais procuradas nas Dolomitas, a trilha para o Rifugio Auronzo e Tre Cime di Lavaredo.

Tre Cime di Lavaredo Italia Trentino-Alto Ádige
Trilha para Tre Cime di Lavaredo

Lago Reschen

De longe você verá a enorme torre do Século XIV emergindo do lago e sem dúvidas será um dos cenários mais intrigantes da sua viagem. De fato, se trata da torre da antiga igreja do vilarejo que sim, se encontra praticamente debaixo d’água.

Apesar de ser de origem artificial, o Lago Reschen se tornou um lugar muito visitado no Tirol do Sul justamente por ser tão diferente dos demais. Além da igreja, havia cerca de 200 casas no local que foi inundado para a construção de uma hidrelétrica. Dizem que no inverno, quando o lago congela, é possível chegar até a torre da igreja a pé.

Trentino-Alto Ádige
Lago Reschen (Photosforyou/Pixabay)

Lago di Carezza

Localizado a cerca de 30 minutos de Bolzano, o Lago di Carezza também é um dos pontos turísticos imperdíveis no Tirol do Sul. Embora seja menor que muitos lagos do local, suas águas verdes geram um reflexo perfeito da vegetação e das montanhas ao redor. No inverno, ele congela por completo, ficando diferente, mas não menos interessante. Aliás, foi exatamente assim que o encontramos… todo branquinho!

Lago di Carezza Trentino-Alto Ádige
Lago di Carezza

Passo Giau

Os passos são passagens nas montanhas ligando cidades ou vilarejos e os Alpes Italianos são cheios deles. Alguns possuem um visual tão característico que viraram pontos de interesse, como é o caso do Passo Giau. Você pode apenas curtir o cenário e tirar algumas fotos ou fazer algumas trilhas pelo local.

O Passo Giau se encontra bem pertinho de Cortina d’Ampezzo, cidade que embora não faça parte do Tirol do Sul, está bem ali na fronteira com a região e é considerada a rainha das Dolomitas.

Passo Giau Italia
Passo Giau

Gastronomia no Trentino-Alto Ádige

Com total influência germânica, a gastronomia do Trentino-Alto Ádige é repleta de itens como strudel, schnitzel e Kaminwurz, uma espécie de salsicha crua defumada feita de carne bovina ou porco. O speck, um presunto de porco temperado com alho, ervas e diversas especiarias também é muito popular e presente inclusive nas pizzas. Aliás, há todo um processo histórico para fazê-lo. Nós provamos e achamos uma delícia.

Os queijos também fazem parte do cotidiano da população, entre eles o trentin grana e o puzzone di moena. E claro, não podemos esquecer dos vinhos, principalmente os brancos, e as cervejas.

Como se deslocar pela região

A melhor forma de viajar pelo Trentino-Alto Ádige é com um carro alugado. Como muitos vilarejos não possuem uma grande oferta de transporte público, o jeito mais fácil de fazer um roteiro cômodo é de carro.

Nós alugamos com a RentCars, ainda no Brasil, antes de viajarmos. Fizemos o pagamento online, de forma prática e parcelada no cartão de crédito. Além disso, não houve a cobrança de IOF.

Onde se hospedar no Tirol do Sul: hotéis fabulosos no Trentino-Alto Ádige

Para quem gosta de se hospedar em hotéis com cenários cinematográficos, o Trentino-Alto Ádige possui vários deles, um mais bonito que o outro. No entanto, prepare o bolso, já que as diárias não são nada baratas. Mas não custa nada sonhar, né? rs

Alpin Panorama Hotel Hubertus: sua piscina em formato de deck para as montanhas o tornou um dos hotéis mais famosos no Tirol do Sul e nas redes sociais também.

Foto: Booking

Forestis: quartos com paredes de vidro e vistas panorâmicas são o carro-chefe do hotel. Além disso, há uma piscina com borda infinita para as montanhas.

Foto: Booking

Alpina: com estrutura super moderna e todo de vidro, o hotel 5 estrelas se encontra exatamente no meio das pistas de esqui do Alpe di Siusi.

Foto: Booking

Hotel Belvedere: sua piscina com borda infinita e vista para a cidade de Bolzano é uma das mais aclamadas da região.

Foto: Booking

Aqui você pode conferir todos os hotéis do Trentino-Alto Ádige.

Preciso de seguro viagem para conhecer o Trentino-Alto Ádige?

Sim, você precisa. Assim como outros países europeus, a Itália exige do turista brasileiro um seguro viagem com apólice de no mínimo 30 mil euros. Além do mais, somente com um seguro você estará amparado caso precise de um atendimento médico de emergência e evitará os altos custos com saúde no exterior. Ou seja, é melhor prevenir do que remediar. Nós sempre fechamos os nossos com a Real Seguros e os indicamos tranquilamente pois eles trabalham com excelentes seguradoras e ainda oferecem vários descontos.

Pegue aqui o seu desconto de seguro viagem e parcele em até 12x no cartão de crédito =)

Veja outros destinos para visitar na Itália:

SIGA AS NOSSAS REDES SOCIAIS E NOS ACOMPANHE EM TEMPO REAL =)
– Instagram: @cariocasemfronteiras
– Facebook: /cariocasemfronteiras

♦PLANEJE A SUA VIAGEM♦

  • Confira a nossa página de descontos ativos e economize agora na sua viagem!
  • Reserve a sua hospedagem através do Booking e garanta as melhores tarifas. Fique tranquilo porque reservando através do nosso blog você não pagará nenhuma taxa extra. E além disso ainda nos ajuda a mantê-lo no ar, criando cada vez mais conteúdos gratuitos e de qualidade.
  • Reserve seus hostels através do Hostelworld e garanta a sua hospedagem nos melhores hostels do mundo.
  • Reserve um apartamento através do AirBnb e ganhe até 179 reais em crédito na sua primeira reserva pelo site.
  • Compre seu seguro viagem com a Real Seguros e tenha os maiores descontos e as melhores formas de pagamento, inclusive parcelando em várias vezes no cartão de crédito
  • Reserve os melhores passeios e experiências com a Get Your Guide e com a Civitatis.
  • Alugue o seu carro com até 60% de desconto. Parcele no cartão e sem cobrança de IOF pela RentCars. Além disso, todo o valor é gerado em reais.
  • Viaje conectado! Compre seu chip de celular Viaje Conectado da Yes Brasil com internet 4G para usar no exterior.
  • Compre seus equipamentos fotográficos e roupas de inverno com a Amazon.
  • Compre seus ingressos antecipados através da Tiqets e evite filas nas atrações mais famosas do mundo.
Autor

Carioca de nascimento. Educadora Física de profissão. Viajante de coração. Apaixonada pelas coisas simples da vida e intrigada pelas complexas. Costuma dizer que adora um sol, mas não dispensa os dias nublados.

10 Comments

  1. Estou chocada com as paisagens do Tirol do Sul! Não tinha a mínima ideia dessa região. Olha que eu pesquisei bastante o Norte quando fui para a Itália. Está aí um belo motivo para voltar pra lá.

  2. Essa região italiana é belíssima! Eu já passei por ela, mas como não incluí no meu roteiro de viagem, infelizmente, acabei não parando para conhecer com calma. Um dos lugares, que mais gostei, próximo dessa região, foi ST Moritz, na Suíça. A paisagem é bem parecida. Assim que eu voltar a Itália, gostaria de fazer esse tour, por isso, já estou anotando as suas dicas.

    • Nós queríamos ter ido até St. Moritz, mas estava muito caro por causa da temporada de esqui. Então, desviamos e fomos até Lugano. Gostamos também. =)

  3. Essa região da Itália está no nosso roteiro, é incrível demais. E ainda bem que você explicou essas especificidades territoriais de Trentino-Alto Ádige pra gente compreender melhor a História. E a gastronomia, devem ser sabores maravilhosos!

  4. Estou absolutamente apaixonada pelo Trentino-Alto Ádige! Já coloquei no meu roteiro pela Itália e vou seguir todas suas dicas. Muito obrigada!

  5. Só fui uma vez pra Itália e apesar de concentrar meu roteiro no norte do país, tive que deixar o Trentino Alto Adige de fora por conta do tempo… 🙁 Achei esses lagos todos maravilhosos e já faz anos que quero conhecer Trento por conta de uns italianos de lá q conheci na minha adolescência.

    • Eu adorei Trento! Achei uma cidade encantadora, acolhedora, com uma excelente infraestrutura, muita história e belezas naturais nos arredores. Vale a pena!

Deixe um comentário