Atualizado em

Podem chamar de Bolzano ou Bozen, como vocês preferirem. Mas tenham em mente que a influência Austro-húngara vai muito além do idioma. Apesar do alemão ser falado praticamente em toda esquina, ninguém te deixará sem resposta caso a sua pergunta venha em italiano. No entanto, todas as ruas, todos os edifícios medievais e inclusive, muitas placas de trânsito, te levarão a chamar de Bozen. Hoje em dia, as terras são italianas. Mas o gostinho austríaco está em todos os lugares dessa cidadezinha do Trentino-Alto Ádige. E não é que essa mistura faz de Bolzano um dos destinos mais interessantes das Dolomitas?

Bolzano
Ruas de Bolzano

Mas, afinal… onde fica e como chegar em Bolzano?

Bolzano é uma cidade italiana localizada no Trentino-Alto Ádige, em uma região chamada de Tirol do Sul. Bem pertinho da fronteira com a Áustria. Essa área que faz parte dos Alpes Italianos e também dá acesso às Dolomitas foi durante anos território do Império Áustro-húngaro. Apesar da unificação italiana, Bolzano ainda guarda muitas peculiaridades e tradições da Áustria. Mas isso não é ruim. Muito pelo contrário! Até porque, é graças a essa mistura cultural que você poderá experimentar uma boa pasta com um toque austríaco. Nada mal, não acham? Contamos tudo sobre os Alpes Italianos e as Dolomitas no post Dolomitas, tudo o que você precisa saber sobre essa região dos Alpes Italianos.

Bolzano
E essas ruas medievais de Bolzano?

Bolzano não conta com aeroporto, o que significa que para chegar lá você tem três opções: trem, ônibus ou carro. De trem é possível descer na estação da cidade vindo de lugares como Trento (45min), Verona (1h30min), Milão (3hrs com baldeação), Roma (4h30min) e até mesmo Innsbruck, na Áustria, em uma viagem que dura cerca de 2 horas. Caso você escolha o ônibus, a Flixbus opera todas essas mesmas rotas. Mas vale ressaltar que o tempo de deslocamento saindo de Roma sobe para quase 10 horas de viagem. Caso você esteja em alguma das outras cidades, talvez valha a pena considerar o ônibus. A duração do percurso continuará praticamente a mesma e, no entanto, o preço da passagem é bem menor.

Nós chegamos em Bolzano de carro. Alugamos o nosso através da RentCars e fizemos uma road trip pelas Dolomitas. Conhecemos a cidade após passar alguns dias em Trento, Selva di Cadore, Cortina d’Ampezzo e Val di Funes. Ou seja, finalizamos por lá o nosso roteiro nos Alpes Italianos.

– Veja também –

> O que fazer em Cortina d’Ampezzo – dicas de passeios e hotéis na Rainha das Dolomitas
-> O que fazer em Trento, na Itália: passeios na cidade e nos arredores

Cultura, arquitetura clássica, belezas naturais e gastronomia na cidade mais austríaca da Itália

Uma coisa é certa: um passeio por Bolzano te dará a oportunidade de vivenciar experiências distintas nos Alpes Italianos. Apesar de ser uma cidade um pouco maior em relação às outras das Dolomitas, Bolzano também foi amor à primeira vista.

Centro Histórico

Pequeno e bem fácil de ser percorrido a pé, o Centro Histórico de Bolzano é uma graça. Carros, pedestres e bicicletas andam harmoniosamente nas ruas onde todos são permitidos. Em algumas delas, só pessoas e bikes podem caminhar. Aliás, ô cidade para ter bicicleta! Já podemos considerar Bolzano uma Amsterdam dos Alpes?

A Piazza Walther é a principal praça da cidade. Ela é cheia de bares, cafeterias e restaurantes nas proximidades. E claro, não podemos esquecer da Catedral! Tudo bem que ela não fica exatamente em frente a praça, mas a Duomo de Bolzano – ou Catedral de Santa Maria Assunta – está ali bem pertinho, sempre imponente com seu telhado gótico.

Duomo de Bolzano
Duomo de Bolzano

Também é nessa piazza que ocorre um dos maiores Mercados de Natal da Itália. O Mercado de Natal de Bolzano é um dos melhores do país e da região de Tirol do Sul. Com diversas barracas vendendo desde comidas típicas até decoração natalina, o lugar vira um point do final de novembro até início de janeiro. Eu que era doida pra conhecer um mercado de natal fiquei emocionada em estar presente durante a inauguração.

Você sabia que o Seguro Saúde é item obrigatório para quem visita a Europa? Muita gente não sabe, mas para entrar no Espaço Schengen é necessário ter um seguro com apólice de no mínimo 30 mil euros. Além dessa obrigação legal, viajar sem um seguro saúde é um risco e tanto, já que nunca se sabe quando iremos precisar. É claro que a gente não viaja contando com o pior, mas é sempre bom estar resguardado. Sempre compramos os nossos através da Seguros Promo e nunca tivemos problema nenhum. Eles são confiáveis, possuem bons preços e boas segurados e ainda são parceiros aqui do blog. Leitor do Carioca tem desconto de 5% em qualquer seguro utilizando o código CARIOCA5.

Outro ponto do centro histórico que também atrai muitos turistas e moradores da cidade é a Piazza delle Erbe. Nela existe um mercado a céu aberto onde você pode encontrar todos os tipos possíveis de produtos. Há barracas vendendo frutas e legumes, enquanto outras são quase que uma padaria completa, com aqueles pães e bolos maravilhosos à nossa frente. Há ainda as que vendem temperos, produtos em conserva, frios e até mesmo as destinadas aos lanches prontos. É pra sair de lá com água na boca! Certifique-se também de caminhar pela Via dei Portici (uma rua central de compras) e pela Via Dr. Joseph Streiter, o antigo fosso da primeira aldeia medieval que rodeava a cidade.

Piazza delle Erbe
Piazza delle Erbe

Museus

De todos os museus da cidade, um dos que mais chama atenção é o Museu Arqueológico, também conhecido como Museu Ötzi. É nele que se encontra o homem de mesmo nome, um cara com 3 mil anos que foi achado nas montanhas próximas da cidade. Como gelo o preservou por completo, ele foi apelidado de Homem de Gelo. Outro museu que também é muito visitado é o Museu de Ciências Naturais, com suas exposições sobre a região do Tirol do Sul e das Dolomitas. Há ainda o Museu Cívico, com sua enorme coleção de artes que vai desde a Idade Média até os dias atuais. Mas o que nós queríamos muito ir e infelizmente estava fechado era o Messner Mountain Museum Firmian. O lugar é simplesmente incrível! Não só pelo visual, como também pela sua exposição permanente que fala muito sobre a relação do homem com a montanha.

Museu Arqueológico de Bolzano
Entrada do Museu Arqueológico de Bolzano

Lago di Carezza

Como já falei em outros posts, a região das Dolomitas é cheia de lagos incríveis e em breve faremos um artigo aqui no blog compilando os melhores. Por sorte, um deles se encontra bem pertinho de Bolzano, encravado no meio das montanhas. Alguns de vocês provavelmente irão encontrá-lo tal qual ele é na maior parte do tempo: um espelho de águas verdes cristalinas. Mas nós o encontramos repleto de tons brancos e completamente congelado, mas não menos bonito. De fato, foi um dos cenários mais diferentes e que mais nos marcou durante a viagem.

Lago di Carezza
Lago di Carezza completamente congelado

– Veja também –

-> Lago di Braies, um dos mais incríveis das Dolomitas e da Itália
-> Lago di Tenno, uma pérola da região do Trentino-Alto Ádige

Gastronomia

Pensem em uma mistura de culinária austríaca/germânica com a italiana, incluindo os vinhos! Aliás, nesse ponto preciso fazer uma ressalva muito importante. Não se assustem ao verem parreirais nas colinas de Bolzano, já que a região também é uma grande produtora de vinho, principalmente o branco. E se possível, prove algum deles. Tem bastante vinho premiado por lá!

Bolzano
Parreirais em Bolzano

Soprabolzano

Um passeio bem legal para se fazer saindo de Bolzano é conhecer a região de Soprabolzano. É possível pegar um teleférico que sai da cidade e chega lá em 12 minutos. Infelizmente ele estava em manutenção durante a nossa visita e embora também seja possível fazer esse trajeto de ônibus, confesso que ficamos com preguiça. rs. Mas quem vai até Soprabolzano costuma adorar, principalmente durante o pôr do sol. Dizem que por lá você sentirá ainda mais a influência austríaca/germânica.

Soprabolzano
Soprabolzano vista de longe

Dos esportes de neve aos Castelos do Tirol do Sul

Bolzano é bem eclética quando o quesito é passeio. Ponto. Se você gosta de neve, pode aproveitar os complexos de esqui que estão bem pertinho. O Passo de Costalunga, por exemplo, está a cerca de 40 minutos de carro da cidade e oferece em torno de 40 pistas na região de Carezza, logo após o Lago di Carezza. A uma curta distância também tem o Alpe di Siusi, uma das regiões mais bonitas das Dolomitas e um dos maiores complexos de esqui da área. Em breve faremos um post mais explicado sobre esses lugares.

Passo di Costalunga
Estação de esqui no Passo di Costalunga

Por outro lado, se você prefere aproveitar o lado mais cultural de Bolzano, que tal se embrenhar pelos castelos da região do Tirol do Sul? O mais fácil de chegar, por ser o mais próximo, é o Castel Roncolo. Não se sabe se era de fato um castelo ou uma fortaleza, mas o lugar possui tantos afrescos profanos nas paredes que ficou conhecido como “Castelo Pintado”. Aliás, essa é uma de suas grandes atrações – além, é claro, de ficar no alto de uma rocha. Outro que também vale a visita é o Castel Tirolo (Veja mais em Castelo do Tirol, beleza e história nas montanhas da Itália). Inclusive, foi esse que nós decidimos conhecer e adoramos o passeio! O castelo era a sede dos Condes do Tirol e hoje em dia abriga o Museu de História do Tirol do Sul, com exposições que contam tudo sobre a história da região. Logo, logo sai um post sobre ele aqui no blog.

Castelo do Tirol
Castelo do Tirol

Onde se hospedar em Bolzano

Não faltam boas opções de hospedagem em Bolzano. Você encontrará desde hotéis 5 estrelas, até hostels mais modestos. Nós ficamos em uma guesthouse chamada Villa Jasmine, onde o nosso quarto era um estúdio completo, com cozinha e utensílios. Um ponto super positivo na nossa escolha é que, embora não tivesse luxo, o ambiente era bastante confortável e dava pra ir andando pro centro histórico. E o preço ainda foi bastante justo. Outra opção que também tem um bom custo x benefício é o Argentieri Guesthouse. Agora, se dinheiro não é problema, pesquise pelos Hotel Greif e Parkhotel Laurin.

♦PLANEJE A SUA VIAGEM♦

  • Reserve a sua hospedagem através do Booking e garanta as melhores tarifas. Fique tranquilo porque reservando através do nosso blog você não pagará nenhuma taxa extra. E além disso ainda nos ajuda a mantê-lo no ar, criando cada vez mais conteúdos gratuitos e de qualidade.
  • Reserve um apartamento através do AirBnb e ganhe até 179 reais em crédito na sua primeira reserva pelo site.
  • Alugue o seu carro com até 60% de desconto. Parcele no cartão e sem cobrança de IOF pela RentCars. Além disso, todo o valor é gerado em reais.
  • Viaje conectado! Compre seu chip de celular da Yes Brasil com internet 4G para usar no exterior.
  • Compre seus ingressos antecipados através da Tiqets e evite filas nas atrações mais famosas do mundo.
  • Reserve os melhores passeios e experiências com a Get Your Guide.

Compartilhar
Autor

Carioca de nascimento. Educadora Física de profissão. Viajante de coração. Apaixonada pelas coisas simples da vida e intrigada pelas complexas. Costuma dizer que adora um sol, mas não dispensa os dias nublados.

Escreva um comentário