O que fazer em Cusco: 9 atracões para um roteiro a pé pela cidade

—Post atualizado em Setembro de 2018— Eu poderia começar o post falando que a cidade é incrível e cheia de atrações turísticas em seu centro histórico. Ou então poderia começar a contar sobre o tanto de história que tem por lá. Mas para facilitar a vida de vocês, vou logo sugerir 9 atrações em um roteiro a pé pra você incluir quando estiver escolhendo o que fazer em Cusco. E para facilitar mais ainda, vou colocar 3 mapinhas no final do post com as opções de trajetos para ajudar vocês a baterem perna sem sofrer muito com os deslocamentos. Ou seja, mais mastigadinho que isso é impossível. =)

 

O que fazer em Cusco em um roteiro pelo Centro Histórico da cidade

 

1 – Plaza de Armas

Sim. Claro. Obviamente toda Plaza de Armas das cidades com colonização espanhola costuma ser imperdível. Afinal, é lá que você sempre verá o conjunto da obra. Nesse local existiam vários templos e construções incas que deram origens às igrejas quando os espanhóis chegaram. No entorno da praça também existem inúmeros restaurantes, bares, lanchonetes, lojas, casas de câmbio e agências de turismo.

Se estiver procurando o que fazer em Cusco a Plaza de Armas pode ser seu ponto de partida para um roteiro a pé pela cidade
Se estiver procurando o que fazer em Cusco a Plaza de Armas pode ser seu ponto de partida para um roteiro a pé pela cidade

 

-> Veja também: Onde comer em Cusco

 

Plaza de Armas de Cusco
Plaza de Armas de Cusco

 

2 – Catedral de Cusco

A Catedral de Cusco foi a primeira construída na América do Sul e fica bem ali na Plaza de Armas. Além disso, é uma das maiores na America Latina. Sua construção envolve toda história da colonização espanhola. Além de ter sido construída em cima de um templo inca, os próprios incas escravizados foram responsáveis por essa empreitada. Pesado, não?

Catedral de Cusco
Catedral de Cusco

No local é possível ver várias obras da Escola de Arte Cusquenha e muitas obras católicas pintadas e construídas com símbolos incas, até porque, isso na época era uma forma de evangelização. Além disso tudo, há altares com muito ouro e muita prata. Sem dúvidas, é um lugar impressionante até mesmo para aqueles que não curtem muito igrejas.

Catedral de Cusco e Plaza de Armas
Catedral de Cusco e Plaza de Armas

Infelizmente não é permitido fotografar dentro da Catedral, mas garantimos que a visita vale à pena. Existem duas formas de conhecê-la: através do City Tour em Cusco ou por conta própria. Nós fomos por conta própria e o valor da entrada com áudio guia nos custou 25 soles.

 

3 – Bairro San Blas

Para chegar até o bairro de San Blas você precisará de oxigênio (rs). Isso porque o bairro fica na parte alta da cidade, mas o esforço é recompensado assim que você chegar por lá. Inúmeras lojinhas simples de artesanato e vendedores hippies dividem espaço com lojas de artesãos mais sofisticados, deixando as ruas ainda mais charmosas.

San Blas, bairro de Cusco
Subindo para San Blas

 

4 – Pedra dos 12 ângulos

Bem ali pertinho de San Blas, na divisa entre a Calle Hatum Humiyoc e Calle Triunfo, tem a pedra inca mais famosa da cidade. A Pedra dos 12 ângulos só perde em ângulos para uma que tem 32 ângulos e fica em Machu Picchu. É, gente, os incas eram assim mesmo.

Muro Inca em uma rua de Cusco
Muro Inca onde está localizada a pedra

Pode parecer difícil de achá-la ao ver aquele enorme muro inca no meio da cidade. Mas suas dificuldades irão acabar no momento em que você reparar que vários grupos com guias também estarão no local. Ou seja, você nem vai precisar procurá-la.

Pedra dos 12 ângulos
Olha aí… pode contar, gente! rs A marcação é por nossa conta haha

 

Veja também: Quanto custa viajar para Machu Picchu?

 

5 – Jardim Sagrado e Museu Arqueológico do Sítio de Qorikancha

O Templo de Qorikancha é um outro ponto turístico que costuma ser visitado durante o city tour na cidade (veja: City Tour em Cusco, vale a pena fazer?), mas a visita a seus jardins e ao museu arqueológico não fazem parte desse passeio. Por isso, o ideal é você voltar depois por conta própria para visitá-los.

Dica de hospedagem: dividimos a nossa hospedagem em Cusco em duas etapas. Antes de ir para Machu Picchu ficamos hospedados no Milhouse Hostel e após voltarmos de lá ficamos no La Posada del Viajero. Ambos os lugares eram muito bem localizados, pertinho da Plaza de Armas e longe das ladeiras. Embora eles tivessem a localização excelente, o preço era ótimo e foi por isso que eles foram a nossa escolha. Como Cusco tem muita opção de hotel, hostel e pousada, pesquisamos muitos antes de viajar e fizemos um post com várias opções que chamaram a nossa atenção, principalmente as mais baratas e bem localizadas. Mas caso você queira pesquisar mais ainda, você pode conferir aqui as melhores opções de hospedagem disponíveis na cidade.

 

Templo de Qorikancha visto do Jardim
Templo de Qorikancha visto do Jardim

O Jardim Sagrado é uma graça e rende algumas boas fotos. Será normal encontrar moradores locais curtindo o dia por lá com suas famílias.

Jardim Sagrado do Templo de Qorikancha
Jardim Sagrado do Templo de Qorikancha

Logo abaixo do jardim há o Museu Arqueológico do Sítio de Qorikancha. O lugar está incluído no Boleto Turístico de Cusco e você pode saber mais sobre o funcionamento no post Boleto Turístico de Cusco: o que é?. Por lá há objetos de origem pré-inca e inca. Há muitos artefatos de combate, utensílios do cotidiano, cerâmicas e etc. Há também crânios, múmias e várias explicações sobre o processo de mumificação inca. O museu é pequeno e em menos de uma hora você já terá visto tudo.

Museu Arqueológico do Sítio de Qorikancha
Museu Arqueológico

 

6 – Monumento Inca Pachacuteq

Tá, essa atração não é no meio do centro turístico, mas ainda assim vale a visita. O Monumento Inca Pachacuteq fica lá no final da Avenida El Sol, depois do Centro Artesanal de Cusco. Poucos turistas vão até lá e nós demos o azar de ter fechado mais cedo no dia em que fomos, então só o vimos por fora. Mas para a alegria de todos essa atração também está incluída no boleto turístico. O local também funciona como um museu. Em cada andar é contada a história da civilização inca e também do Inca Pachacuteq, que foi o maior responsável por grande parte da expansão dessa civilização. Há um mirante para a cidade na parte mais alta do monumento.

Monumento Inca Pachacuteq
Monumento Inca Pachacuteq

 

Veja mais:
-> O Vale Sagrado dos Incas
-> Maras e Moray, inclua no seu roteiro 
-> Roteiro em Cusco incluindo Machu Picchu e Vale Sagrado

 

 

7 – O que fazer em Cusco um pouquinho fora do centro: Mercado Central San Pedro

Escolher o que fazer em Cusco além de ver atrações referentes ao período inca pode até ser um pouco difícil, mas o Mercado Central de San Pedro pode ser uma dessas escolhas. Aqui dica mais importante para o sucesso desse passeio é: VÁ COM O SEU CORAÇÃO ABERTO! haha Alguns dizem que o local não é uma atração turística propriamente dita. Outros também não concordarão com o fato dele estar nessa lista. Realmente o mercado não está ali no vuco-vuco do centro. Mas como nada em Cusco é longe, é molezinha chegar lá.

Mercado Central de San Pedro
Corredores de artesanato

Particularmente, nós adoramos conhecer esses tipos de lugares. Adoramos ver como os locais agem, o que eles mais comem e como é o cotidiano deles. Nós adoramos conhecer supermercados, por exemplo. Vai entender… haha. Então é claro que não terminaríamos esse post sem citar esse local! No mercado há vários corredores divididos por setores. Inúmeras barracas vendendo artesanato, roupas e souvenirs. Várias outras vendendo grãos, pães, queijos e azeitonas. Umas não tão “agradáveis” vendendo carnes e aves (tenso). Mas o que chamou minha atenção mesmo foram as barracas de verduras, legumes e frutas. Sério, gente! Nunca vi cores tão vivas e frutas e legumes tão grandes quanto lá! haha…

-> Dicas de mais de 10 opções de hospedagem em Cusco unindo bom preço e boa localização!

 

Mercado Central de San Pedro
Cada morango…

Se você for corajoso pode tomar um suquinho em uma delas. Ou se a fome apertar, pode almoçar super barato por lá também. Vimos vários gringos enchendo a pança, mas deixamos para um outra oportunidade.

Mercado Central de San Pedro
Vai um lanchinho aí?

 

8 – Museu Inka

Ok. Eu sei que chega uma hora em que esse museus parecem muito aquele bom e velho “mais do mesmo”. Mas o maior acervo de arte inca está nesse museu. Tem muita coisa mesmo! E quando o assunto é o que fazer em Cusco esse é um dos museus que eu indico de olhos fechados caso você queira entender um pouco mais sobre a cultura deles.

Entrada do Museu
Entrada do Museu – Não reparem no meu reflexo haha

Um coisa bem interessante do Museu Inka é que por lá existem maquetes de vários sítios arqueológicos e algumas delas permitem interação. Você consegue ver exatamente onde acontecia cada atividade dentro dos sítios arqueológicos ao apertar o nome da atividade e ela ser mostrada através de uma luz. O Museu Inka não está incluído no boleto turístico e o valor da entrada nos custa 10 soles. Vale lembrar que não é permitido fotografar lá dentro.

Pátio do museu e uma artesã trabalhando
Pátio do museu e uma artesã trabalhando

 

9 – Museu Histórico Regional

Conhecido também como Casa Del Inka Garcilaso, o Museu Histórico Regional conta a histórica de Cusco e foi a casa do escritor Garcilaso Vega. Garcilaso foi um mestiço que procurou através da literatura guardar as tradições de sua mãe quechua.

Museu Histórico Regional de Cusco
Pátio do museu

A casa por si só já é uma bela atração. E além de contar sobre a história da cidade e sua colonização, há inúmero objetos arqueológico expostos. Infelizmente as fotos só são permitidas nas áreas externas. E felizmente o museu também faz parte do Boleto Turístico de Cusco.

O que fazer em Cusco: mapa com opções de roteiro a pé pelo centro histórico da cidade

mapa-1
Plaza de Armas (Plaza Mayor) – Catedral de Cusco – Jardim Sagrado e Museu do Sítio Arqueológico de Qorikancha – Monumento Inca Pachacuteq

 

mapa-2
Plaza de Armas (Plaza Mayor) – Museu Histórico Regional (Casa del Inka Garcilaso) – Mercado de San Pedro

 

mapa-3
Plaza de Armas (Plaza Mayor) – Museu Inka – Pedra dos 12 ângulos – Bairro San Blas

 

♦PLANEJE A SUA VIAGEM♦

 

  • Reserve a sua hospedagem através do Booking e garanta as melhores tarifas. Fique tranquilo porque reservando através do nosso blog você não pagará nenhuma taxa extra. E além disso ainda nos ajuda a mantê-lo no ar, criando cada vez mais conteúdos gratuitos e de qualidade.
  • Alugue o seu carro com até 60% de desconto. Parcele no cartão de crédito sem cobrança de IOF pela RentCars. Além disso, todo o valor é gerado em reais.
  • Ganhe 5% de desconto no seu seguro viagem usando o cupom CARIOCA5 em pagamentos à vista na Seguros Promo. Ou então, parcele em 12 vezes sem juros no cartão de crédito.

 

 

Compartilhar

Dhebora Sancho

Carioca de nascimento. Educadora Física de profissão. Viajante de coração. Apaixonada pelas coisas simples da vida e intrigada pelas complexas. Costuma dizer que adora um sol, mas não dispensa os dias nublados.

19 thoughts to “O que fazer em Cusco: 9 atracões para um roteiro a pé pela cidade”

  1. Adorei as atrações! Fiquei com vontade de conhecer Cusco. A cidade parece ser demais! Obrigada pelas dicas. Só falta achar uma boa promoção para conhecer o lugar.

  2. Ano passado tinha uma viagem programada a Machu Picchu, mas precisei desmarcar… Com certeza vou me programar novamente e precisarei passar uns dois dias em Cusco, então adorei essas dicas!

  3. Adoreei esse post! Adoro fazer as coisas por conta própria quando elas são tudo pertinho e simples de chegar, e esse seu post está perfeito para quem quer visitar o centrinho de Cusco assim. Com certeza quando for para lá vou imprimir todinho, rs! Bjss

  4. Adorei o post, não conhecia muito sobre Cusco. Muita coisa boa pra ver, mesmo!
    Amei o Jardim Sagrado lindo!!!! E achei o Mercado Central San Pedro imperdível! Comprinhas!!! \o/
    Babando nesses morangos, meu jabuti ia morrer hehehehe.
    O que é esse milho preto embaixo dos morangos? [Depois li a legenda e é eralmente milho preto omg]
    Adorei os mapas no final. Post super completo! Arrasou.

    Beijokas

  5. Que bacana seu post! São dicas imperdíveis para incluir no meu roteiro em Cusco. O mais interessante é que as atrações ficam próximas uma das outras. Amei e com certeza quero conhecer todas. Obrigada por compartilhar essas dicas tão valiosas.

  6. Fomos para Cusco ha 4 anos e fizemos exatamente todas essas caminhadas pelo centro e um pouco mais. Na época, não tínhamos pesquisado sobre a cidade e sabíamos de nada. Seu post iria ajudar bastante 😉 De Cusco, foram para outras cidades ?

  7. Que maximo! Adorei conhecer mais de Cusco, achei super detalhado e fora do óbvio. E aquela lhama descendo a rua com a senhora é seu bebê no sling? É muito amor! Mas me
    Tire uma curiosidade, o que é aquele milho pret/amora gigante? Haha

  8. Sou completamente apaixonada pelo Peru e por Cusco em especial desde a minha adolescência.
    Meu esposo foi há dez anos anos atrás quando nem sonhava em me conhecer e vivo pedindo para irmos juntos.
    Viajei nas fotos e no roteiro.
    Parabéns pelo post.
    Abraços.

  9. Sem dúvida umas das viagens mais gostosa que já fiz. O Peru me surpreendeu positivamente e me deixou com um gostinho de quero mais, dicas do que eu deixei de fazer já foram devidamente anotadas para a próxima viagem.

  10. Sou apaixonada pelo pelo Peru e suas cidades e história. Estou programando uma viagem para Cusco e valeu muito a pena ler cada dica nesse blog. Com certeza irei a aproveitar mais ainda a minha viagem. Abçs.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

* Checkbox GDPR / Regulamento Geral de Proteção de Dados do Usuário

*

Concordo / I agree