Atualizado em 24 de agosto de 2019

Viena é considerada por muitos uma das cidades mais bonitas da Europa. O charme dos edifícios históricos em conjunto com os parques, jardins, museus e palácios fazem da capital austríaca um ponto certo no roteiro de vários viajantes. Mas engana-se quem pensa que o estilo imperial da cidade traz tons de monotonia ao dia-a-dia do turista, mochileiro ou seja lá qual for o seu estilo de viagem. Embora tenha a fama de classuda e tradicional, Viena transcende esses adjetivos quando apresenta de forma simples e despojada a comida de rua na esquina, as cervejas nos mercados abertos ou então o passeio de bike na orla do Rio Danúbio. Por isso, se você procura o que fazer em Viena, vamos te ajudar com 10 dicas imperdíveis para a sua viagem.

O que fazer em Viena: 10 coisas que nós amamos e repetiríamos

1 – Visitar o Palácio de Schönbrunn e se apaixonar pelos seus jardins

O Palácio de Schönbrunn é um dos pontos turísticos mais visitados da cidade e não é por menos. Além do seu museu ser super legal, os seus jardins são um caso de amor à parte, pois eles são lindos, enormes e gratuitos. O lugar é tão bonito que ficou conhecido como Versalhes de Viena. De fato, o apelido caiu bem, concordam?

Palácio de Schönbrunn
Palácio de Schönbrunn, vista do alto do Gloriette em uma parte dos seus jardins

O palácio que hoje em dia é administrado pelo Estado já foi casa da Dinastia Habsburgo e centro político e social de Viena durante muitos anos. Hoje em dia ele Patrimônio Cultural da Humanidade pela UNESCO e possui um grande acervo de mobiliários, quadros e inúmeros outros itens da família imperial. Ou seja, é um dos melhores lugares para você entender um pouquinho mais sobre a história da cidade. Nós visitamos o Palácio de Schönbrunn e já contamos tudo aqui no blog.

Palácio de Schönbrunn
Vista lateral Palácio de Schönbrunn

2 – Experimentar uma Torta Sacher no Café Central

A Torta Sacher é um dos doces mais típicos de Viena. É claro que estando na cidade não poderíamos deixar de prová-la, né? Afinal, a gente curte experimentar as comidas mais tradicionais dos lugares que nós passamos. Neste caso, como se tratava de um doce, aí mesmo que eu não deixaria passar. #formigafeelings

Tudo bem que o Café Central de Viena não é o estabelecimento que deu cara à famosa torta. Mas como ele é um dos mais emblemáticos e antigos da cidade, resolvemos unir o útil ao agradável. Em outras palavras, vale a visita de qualquer forma, até porque a torta estava deliciosa.

Torta Sacher
Torta Sacher no Café Central em Viena

3 – Se hospedar no hostel número 1 da Áustria é uma dica diferente do que fazer em Viena

Antes de procurar o que fazer em Viena você certamente já deve ter procurado onde se hospedar por lá. E se a escolha de um hotel for uma das dicas imperdíveis na cidade? Digo isso porque o fato de termos nos hospedados no hostel eleito número 1 da Áustria fez muita diferença no nosso roteiro.

O Hostel Ruthensteiner ganhou o 2019 Hoscar Awards (pelo segundo ano consecutivo), prêmio do HostelWorld de melhor hostel do país. Como se não bastasse, ele também é o número 1 no TripAdvisor para a sua categoria. É claro que esses títulos não são à toa, já que o estabelecimento é realmente muito bom. Além de toda estrutura, facilidades e interação, eu até hoje também não esqueço dos happy hours no bar e principalmente das promoções de cerveja! haha. Ou seja, essa estadia foi um dos pontos altos da nossa viagem. Também já contamos aqui no blog como foi a nossa experiência no Hostel Ruthensteiner.

4 – Ficar encantando com a mistura de arquitetura clássica e áreas verdes

Se tem uma coisa que Viena faz muito bem é a mistura de arquitetura com áreas verdes. Me arrisco até mesmo a dizer que essa foi uma das cidades mais arborizadas que eu já visitei, mesmo com tantos edifícios históricos e clássicos à tira colo. Esse misto tem um charme especial e rende fotos lindas em qualquer passeio simples. Talvez tenha sido por isso que voltamos com mais de 1000 fotos só de lá. haha…

Burggarten Viena
Burggarten, um dos jardins mais bonitos de Viena. É lá onde se encontra a famosa estátua de Mozart

ATENÇÃO! O SEGURO VIAGEM É OBRIGATÓRIO PARA QUEM VISITA A ÁUSTRIA!

Como a Áustria é um dos países que fazem parte do Tratado Schengen (explicamos mais no post Seguro Viagem Europa), é obrigatório que o turista tenha um seguro com apólice de no mínimo 30 mil euros para entrar no país. Além das condições legais, viajar com um seguro te deixará muito mais tranquilo, já que você terá assistência médica e até mesmo no extravio de uma bagagem, por exemplo. Para comprar o seu recomendamos a Seguros Promo ou então a Real Seguros. Ambas são muito confiáveis, possuem ótimas tarifas, é possível parcelar no cartão de crédito e todos os nossos leitores têm descontos especiais. Sempre compramos com eles e nunca tivemos problemas.

5 – Curtir um dia ao ar livre em Donauinsel

O que fazer em Viena se você quer aproveitar um dia de sol? Faça um passeio por Donauinsel! Essa ilha no meio do Rio Danúbio foi um dos lugares que nós mais curtimos na cidade. Apesar de não ser muito divulgado, eu acredito que ela merece a sua visita.

Donauinsel
Ficamos apaixonados por Donauinsel

Como ela é gigante – possui 21 km de extensão -, nós recomendamos alugar uma bike caso você queira percorre-la do início ao fim. Já que nós estávamos a pé, apenas fizemos uma pequena caminhada por lá. Ao longo do caminho vimos muitas famílias curtindo o dia, fazendo piquenique, pessoas se exercitando ou apenas curtindo o solzinho mesmo. Enfim, é um ótimo lugar para curtir um dia de sol e até mesmo um entardecer. Nós falamos mais sobre passeios em Viena para curtir o dia ao livre em um post especial aqui no blog.

6 – Dar uma voltinha na roda-gigante mais antiga do mundo

Vocês sabiam que a roda-gigante mais antiga do mundo se encontra em Viena? A Wiener Rienserad foi construída em 1897 no Parque Prater e embora ela tenha sido completamente incendiada após a Segunda Guerra, sua reconstrução veio rápida. Em 1947 ela já estava de pé novamente. Até hoje ela se encontra aberta ao público proporcionando uma das vistas mais legais da cidade. Embora eu tenha feito esse passeio em um dia de pura ressaca, achei bem tranquilo em relação a segurança e tudo mais. Até mesmo o Rafael que tem medo de altura curtiu.

riensenrad
Riensenrad, a roda-gigante mais antiga do mundo

DICA DE HOSPEDAGEM EM VIENA:

Nós ficamos hospedados no Hostel Ruthensteiner e adoramos o lugar! Nosso quarto era um estúdio amplo, privado e muito confortável. Além disso, estávamos perto de todos os transportes públicos possíveis. Você pode conferir a nossa experiência aqui no blog. Outros hostels que também são muito bem avaliados são o Wombat’s City Hostel Vienna Naschmarkt, o HousingPlus e o Ch-Hostel. Se você prefere hotéis, confira o Meininger Hotel Wien Downtown Sissi, o Arthotel Ana Adlon Vienna e o Motel One Wien-Staatsoper, todos com um ótimo custo x benefício na cidade. Caso esteja procurando um apartamentoatravés desse link te damos até 179 reais em crédito para a sua primeira reservano Booking também há boas opções disponíveis.

7 – Comprar umas coisinhas gostosas no Naschmarkt

O Naschmarkt é como se fosse um mercado municipal, tipo desses que estamos acostumados a ver no Brasil, sabe? Só que a parte mais legal é que a céu aberto! Além das inúmeras lojas e barracas que vendem produtos orgânicos como frutas, verduras, queijos e frios no geral, o mercado também conta com alguns restaurantes e bares. É comum ver as pessoas tomando uma cerveja e beliscando algo em alguma das mesas que ficam pelos corredores. Por mais que a gente quisesse comprar um monte de coisa, nos limitamos às inúmeras provinhas que eles servem por lá. rs. No entanto, acho que vale uma parada para o almoço.

8 – Dica clássica do que fazer em Viena: visitar algum museu da cidade

Se tem uma coisa que Viena tem de sobra é museu! Então, se você procura o que fazer em Viena para um roteiro mais cultural, você provavelmente sairá de lá bem satisfeito. Tem museu de tudo quanto é tipo, de tudo quanto é preço e pra tudo quanto é gosto também. Além dos tradicionais palácios que também funcionam como museus, há inúmeras opções para quem curte esse tipo de passeio. Inclusive, já li por aí que são mais de 100 espalhados pela cidade.

Viena
De um lado o Museu de História da Arte e do outro o Museu de História Natural

Dentre tantas opções, os mais visitados são o Kunsthistoriches Museum (Museu de História da Arte), Albertina Museum (obras de Monet, Picasso e muitos outros), Naturhistorisches Museum (Museu de História Natural) e o Leopold Museum (obras do colecionador Rudolf Leopold). Como nós não estávamos muito nessa vibe mais cultural e também já havíamos visitado vários palácios, deixamos para uma próxima visita.

9 – Caminhar pelas ruas de Viena

Uma das coisas mais gostosas de se fazer em Viena é caminhar por suas ruas históricas. Uma boa pedida é um passeio pela Stephensplatz, uma das principais praças da cidade, pela Catedral de St. Stephan e uma passadinha em frente a imponente Rathausplatz, prefeitura de Viena. Uma caminhada pelas ruas Kartner, Graben e Kohlmarkt também vale super a pena, já que elas são repletas de lojas, cafés e restaurantes. Em resumo, só o fato de você andar por tantas ruas históricas já é um passeio e tanto. E não se assuste se encontrar uma carruagem pela rua. Afinal, Viena é uma eterna cidade imperial.

Viena
Viena e suas carruagens
Essas ruas de pedestres são maravilhosas!

10 – Comer um autêntico Schnitzel

O que fazer em Viena caso a fome apareça? Prove um autêntico Schnitzel Vienense! Como esse é um dos pratos mais famosos de Viena, provavelmente você irá encontrá-lo na maioria dos restaurantes da cidade. É certo que essa fama tem um custo e por isso não é difícil encontrar muitos lugares cobrando caro pelo prato. Por outro lado, o contrário também acontece e saindo um pouquinho das ruas mais turísticas você encontra essa maravilha até mesmo por 12 euros.

Schnitzel
O que fazer em Viena quando a fome aperrtar? Coma um Schnitzel!

Mas agora vamos voltar a falar do prato que arrebata muitos corações, inclusive os nossos aqui. O Schnitzel é uma carne finininha empanada que costuma ter a salada de batatas como acompanhamento. O mais tradicional é feito com carne de vitela, mas também é possível encontrar as versões de porco e frango. Aliás, essas duas últimas acabam sendo mais frequentes nos restaurantes e além disso também são mais baratas. Nós experimentamos um Schnitzel de porco e adoramos. Sem dúvidas ficou o gostinho de quero mais! haha

Depois de tanta dica boa do que fazer em Viena, agora é só montar o seu roteiro e se preparar pra se encantar pela cidade! Para ajudar ainda mais no seu planejamento, confira nosso post sobre o Vienna City Card.

Autor

Carioca de nascimento. Educadora Física de profissão. Viajante de coração. Apaixonada pelas coisas simples da vida e intrigada pelas complexas. Costuma dizer que adora um sol, mas não dispensa os dias nublados.

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.