Atualizado em

Existe a máxima de que o Deserto do Atacama é um lugar ermo, inóspito e de difícil deslocamento. Em partes isso é verdade, já que se tratando de um deserto realmente existem lugares completamente afastados, desabitados e com zero sinal de GPS. É daí que vem muito da ideia de que viajar pelo Atacama de carro é algo complicado e inseguro. Por outro lado, o que muitos não sabem é que as estradas por lá são boas e em sua maioria, asfaltadas. E, além disso, ainda há bastante sinalização nas vias principais. Ou seja, dá sim pra fazer uma road trip pelo Deserto do Atacama por conta própria, priorizando o seu ritmo e se aventurando por lugares belíssimos.

Viajando pelo Atacama de carro
Viajar pelo Atacama de carro foi uma experiência e tanto!

Neste post você verá (você pode clicar diretamente nos links abaixo):

– Ponto positivo em fazer o Atacama de carro

-Condições das estradas

-Qual carro alugar

-Sugestão de hotéis

-Quais passeios fazer por conta própria

-Dicas importantes para a sua viagem

Atacama de carro: mais prós que contras

Ao contrário do que muitos pensam, conhecer o Atacama de carro pode sair mais barato do que reservar os passeios por agência, principalmente se você viajar em grupo. Vocês dividirão o aluguel do carro e combustível, o que no final dá uma boa diferença no orçamento. Acreditem, viajamos em casal e gastamos praticamente a mesma coisa que gastaríamos caso fechássemos todos os passeios com alguma empresa. No entanto, como eu sei que existem pessoas que mesmo após ler esse post podem não se animar de visitar o deserto por conta própria, a nossa recomendação de empresa por lá é a Destino Chile, pois eles oferecem a opção de parcelamento no cartão crédito, o que facilita muito na hora de pagar a conta.

Atacama de carro
Fazer o Atacama de carro é dar de cara com cenários assim

Além disso, outro ponto mais que positivo nessa história toda é ter a liberdade de montar seu próprio roteiro, evitando alguns pontos turísticos em seus horários de pico. Sim, não vou mentir… é bom demais visitar aquele lugar especial sem estar lotado. Aliás, quem é que não gosta, certo? E para facilitar ainda mais, brasileiros podem alugar carro no chile usando somente a carteira de habilitação + passaporte ou identidade, bastando apenas ser maior de 21 anos.

Atacama de carro
Gracinha no meio da estrada do Valle de la Luna

Ao meu ver, só existe um contra em fazer o Atacama de carro, por conta própria: não ter um guia para explicar as coisas. Ou seja, se você não for do tipo que lê os folhetos dos parques ou então não busca informações sobre o destino na internet, você perderá muito da história do lugar.

Como são as estradas no Deserto do Atacama

No geral, as estradas do Deserto do Atacama são boas e sinalizadas, com algumas pequenas exceções. As rodovias são asfaltadas, mas o que acontece em algumas atrações é que é necessário sair da rodovia principal e pegar vias secundárias até o destino final, e são essas partes do trajeto que não costumam ter asfalto. Mas falarei melhor sobre a rota até cada ponto turístico mais pra frente.

Estrada para a Laguna Chaxa no Atacama
Estrada para a Laguna Chaxa

Quem chega através do aeroporto de Calama deverá pegar a Ruta 23 até San Pedro de Atacama. Essa ruta é completamente pavimentada e não possui trechos com grandes complicações. Aliás, vale ressaltar que é ao longo dessa mesma ruta que se encontram vários atrativos do deserto e também o Paso Sico, fronteira com a Argentina. Há ainda a Ruta 27, que além de dar acesso para mais atrações do Atacama, também é ponto de fronteira com a Argentina através do Paso Jama e possui sinalização e boas condições.

Apesar de não termos visto nenhuma fiscalização de fato, tenha em mente que as principais ruas do centrinho de San Pedro de Atacama não permitem o tráfego de automóveis. Portanto, se o seu hotel não se encontra ali pelo centro, deixe o carro no estacionamento público e passeie por ali a pé. Aliás, como a cidade é bem pequena, só será necessário usar o carro para ir até os atrativos. Do contrário, tudo mais que você fizer pode ser andando numa boa.

Calle Caracoles Atacama
Calle Caracoles, uma das ruas principais onde não pode trafegar

Qual veículo alugar? Preciso de um 4×4 para fazer o Atacama de carro?

Quando decidimos que faríamos uma viagem pelo Atacama de carro ficamos com muitas dúvidas se realmente seria obrigatório alugar um 4×4. A verdade é que para a maioria dos passeios não se faz necessário ter um, entretanto, saber que o seu carro tem essa funcionalidade te dará uma segurança maior para se embrenhar em alguns lugares. De qualquer forma, se você quer ter a liberdade de fazer todos os passeios sem dor de cabeça, é imprescindível que o automóvel seja alto. Vimos algumas pessoas com carro baixo e sim, eles sofrem bastante! rs

Viajando pelo Atacama de carro
Nosso Subaru Forester

Inicialmente havíamos alugado um Nissan Kicks através da RentCars. Reservamos online, ainda no Brasil, pela facilidade de parcelar no cartão de crédito sem a cobrança de IOF. Ao chegarmos no aeroporto para retirarmos o carro ganhamos um upgrade para um Subaru Forester. Ou seja, alugamos um carro alto, mas sem 4×4, e chegando lá nos deram um 4×4. Foi ótimo!

Optou por fazer o Atacama de carro? Procure um hotel com garagem!

Tá, tudo bem que San Pedro de Atacama é uma cidade extremamente pacata. Mas ainda assim, se possível, procure um hotel com garagem. Em algumas ruas é proibido estacionar e nas que são permitido parar é comum não achar vaga caso você viaje em alta temporada. Nós já nos hospedamos em dois hotéis na cidade e ambos contavam com estacionamento. Da primeira vez em que estivemos por lá (ainda sem carro alugado) ficamos no Hostal Lickana e dessa segunda vez, já fazendo o Atacama de carro, ficamos no Hostal Millantu. Vou deixar algumas outras sugestões de hospedagem com estacionamento abaixo:

Hostels

Hotéis/Pousadas

Hotéis de luxo

NÃO ESQUEÇA DO SEGURO VIAGEM!

Antes de escolher quais passeios você irá fazer, não esqueça de cotar o seu seguro viagem internacional! É o seguro que te dará cobertura caso você precise de qualquer tipo de atendimento médico de urgência. Acredite, isso acontece e aconteceu comigo em pleno Atacama. Se eu não tivesse um seguro viagem teria tido gastos astronômicos com a emergência do hospital. Além disso, muitos ainda dão assistência em caso de voo atrasado e bagagem extraviada. Fechamos os nossos sempre com a Real Seguros, principalmente porque eles dão vários descontos e parcelam no cartão de crédito.

PEGUE AQUI O SEU DESCONTO DE SEGURO VIAGEM NA REAL SEGUROS

Atacama de carro: quais passeios fazer por conta própria?

Com exceção da travessia até o Salar de Uyuni e da parte principal do Salar de Tara – que além de estar fechada, é realmente complicada -, eu diria que dá pra fazer todos os passeios no Atacama de carro, por conta própria.

Valle de la Luna e Valle de la Muerte:

Valle de la Luna e Valle de la Muerte são os atrativos mais próximos da cidade, sendo necessário pegar a Ruta 23. Eles possuem estradas em condições favoráveis até mesmo dentro dos parques e há bastante sinalização pelo caminho.

Laguna Cejar e Tebinquinche + Ojos del Salar

O caminho para a Laguna Cejar e Tebinquinche é pela Ruta 23, com as vias de acesso final às atracões sem serem asfaltadas, mas tranquilas de trafegar. Há placas de sinalização durante todo o percurso.

Lagunas Altiplânicas e Piedras Rojas

O acesso para as Lagunas Altiplânicas e Piedras Rojas se dá pela Ruta 23, com o trecho final até as Lagunas Altiplânicas em estrada de terra, típica do deserto haha. Até Piedras Rojas o caminho segue pela rodovia completamente asfaltada.

Lagunas Escondidas de Baltinache e Magic Bus Atacama

O trajeto até as Lagunas Escondidas de Baltinache é pela Ruta 23, até um ponto onde é necessário pegar um acesso bem sinalizado à esquerda da estrada. A partir deste ponto são cerca de 30 km em uma via bem ruim, algo parecido com rípio, e muitas pedras soltas até chegar nas lagunas. É preciso trafegar devagar e tomar cuidado para não furar o pneu, mas tirando isso, não há perigos. Para chegar no Magic Bus Atacama já complica um pouco. O acesso é através dessa via que dá nas lagunas, mas não há nenhuma sinalização e mais que qualquer outro lugar, tem que estar com um carro alto. No nosso post explicamos tudo direitinho.

Geysers del Tatio

O caminho até os Geysers del Tatio é pela Ruta B-245, a mesma que vai até as Termas de Puritama. Esse foi o único passeio que nós não repetimos, mas os relatos das pessoas que fizeram por conta própria também são muito positivos.

Geysers del Tatio no Deserto do Atacama
Geysers del Tatio

Salar de Tara

Aqui temos um embate, pois enquanto muita gente diz para não ir por conta própria, a gente diz que dá pra conhecer uma parte dele por conta própria e sem muitos riscos. A verdade é que a parte principal do Salar de Tara se encontra fechada para o turismo hoje em dia. E, é justamente essa parte que é difícil e complicada de ir por conta própria pois realmente não há nenhuma sinalização e o risco de atolar é grande. Por outro lado, existe um pedaço do salar que ainda dá pra ser visitado e foi justamente esse cantinho que nós vistamos.

O percurso é todo pela Ruta 27 e ao longo dela, do lado esquerdo e já próximo da fronteira com a Argentina, existem várias atrações do Salar de Tara, como os Monjes de La Pacana, por exemplo. É necessário sair da rodovia principal e não há estradas pavimentadas – e nem estradas de fato -, mas dá pra se aventurar por lá numa boa. Você pode conferir nosso post de como curtir um pedacinho do Salar de Tara por conta própria.

Atacama de carro
Reparem que não tem estrada nessa parte dos Monjes de la Pacana e do Salar de Tara em si

Dicas importantes para quem pretende fazer o Atacama de carro

  • Apesar da internet funcionar em San Pedro de Atacama, em diversos pontos das estradas – e dos passeios em si – não há qualquer sinal. Portanto, para fazer o Atacama de carro e sem perrengue o ideal é que você baixe os mapas do Google Maps para usar o GPS offline.
  • Só há um posto de gasolina na cidade e no caminho para as atrações não há nenhum. Por isso, sempre vá para os passeios com o carro abastecido. Caso você precise utilizar o cartão de crédito, o posto aceita numa boa.
  • Confira os itens de segurança do carro que você alugar (step e etc) e caso você fure algum pneu, procure a locadora imediatamente – assim que você trocar o pneu, óbvio. rs
  • Para economizar no aluguel do carro, vale a pena retirá-lo e devolvê-lo no mesmo lugar. Uma boa sugestão é colocar o aeroporto de Calama como opção de retirada, desta forma você economizará com transfer.
  • Por último e não menos importante, faça uma playlist legal para ouvir durante a viagem, já que em boa parte do caminho não pegará rádio ou internet.

SIGA AS NOSSAS REDES SOCIAIS E NOS ACOMPANHE EM TEMPO REAL =)
– Instagram: @cariocasemfronteiras
– Facebook: /cariocasemfronteiras

♦PLANEJE A SUA VIAGEM♦

  • Reserve a sua hospedagem através do Booking e garanta as melhores tarifas. Fique tranquilo porque reservando através do nosso blog você não pagará nenhuma taxa extra. E além disso ainda nos ajuda a mantê-lo no ar, criando cada vez mais conteúdos gratuitos e de qualidade.
  • Reserve seus hostels através do Hostelworld e garanta a sua hospedagem nos melhores hostels do mundo.
  • Reserve um apartamento através do AirBnb e ganhe até 179 reais em crédito na sua primeira reserva pelo site.
  • Compre seu seguro viagem com a Real Seguros e tenha os maiores descontos e as melhores formas de pagamento, inclusive parcelando em várias vezes no cartão de crédito
  • Reserve os melhores passeios e experiências com a Get Your Guide e com a Civitatis.
  • Alugue o seu carro com até 60% de desconto. Parcele no cartão e sem cobrança de IOF pela RentCars. Além disso, todo o valor é gerado em reais.
  • Viaje conectado! Compre seu chip de celular Viaje Conectado da Yes Brasil com internet 4G para usar no exterior.
  • Compre seus ingressos antecipados através da Tiqets e evite filas nas atrações mais famosas do mundo.

Autor

Carioca de nascimento. Educadora Física de profissão. Viajante de coração. Apaixonada pelas coisas simples da vida e intrigada pelas complexas. Costuma dizer que adora um sol, mas não dispensa os dias nublados.

Deixe um comentário