Atualizado em 8 de abril de 2020

O Deserto do Atacama caiu de vez no gosto dos viajantes. Também, pudera, com tantas paisagens surpreendentes, é muito difícil sair de lá sem se encantar. Desde cenários bem desérticos – típicos do lugar -, até lagunas de águas azul turquesa, não conheço uma pessoa sequer que o tenha visitado e não tenha deixado uma parte do coração. Nós deixamos o nosso pedaço pela primeira em 2013 e agora, no final de 2019, voltamos para reafirmar a nossa paixão e contar tudo e mais um pouco sobre o deserto mais árido do mundo.

Deserto do Atacama Lagunas Altiplânicas Chile
Deserto do Atacama

Mas… onde fica o Deserto do Atacama?

Localizado no extremo norte do Chile, a mais de 2.300 metros de altitude e com lugares que chegam perto dos 6.000, o Deserto do Atacama é tão grande que faz parte da tríplice fronteira entre Chile, Peru e Bolívia. A porta de entrada para conhecê-lo é San Pedro de Atacama, uma cidadezinha pequena com cerca de 5 mil habitantes, que preserva sua arquitetura simples de adobe mas também consegue oferecer experiências luxuosas para os viajantes mais exigentes.

Como chegar no Deserto do Atacama

San Pedro de Atacama não conta com aeroporto, mas Calama, uma cidade vizinha e bem maior possui um que recebe voos diários vindos de Santiago do Chile. Também há ônibus que conectam a capital chilena e o pequeno povoado do deserto e, além disso, ainda há a possibilidade de chegar de carro, através de uma road trip que reserva belos cenários pelo caminho.

Avião + Transfer:

O jeito mais fácil e cômodo de chegar no Deserto do Atacama é de avião, em um voo de aproximadamente 2 horas entre Santiago e Calama, passando por cima das Cordilheiras dos Andes. As companhias aéreas Latam e Sky Airline operam a rota, sendo esta última uma opção low cost, porém, confortável. Já voei com as duas e não tive nenhum problema, mas vale lembrar que não há voos direto do Brasil, sendo necessária a conexão na capital.

Sobrevoando a Cordilheira dos Andes
Sobrevoando a Cordilheira dos Andes

Se o aeroporto de Calama já foi uma pequena casinha, hoje em dia não é mais. Embora esteja longe de ser um dos maiores do país, El Loa, como é chamado, possui uma boa infraestrutura. Confesso que me assustei, porque estava esperando aquela casinha de 2013 haha. A partir dele a melhor opção é pegar um transfer compartilhado até San Pedro de Atacama.

Foto antiga do Aeroporto El Loa em Calama
Aeroporto de Calama em 2013. Nessa época ainda embarcávamos e desembarcávamos na pista. Agora tem um terminal grande e com infraestrutura rs

Ônibus

Quem busca enconomia pode optar pelo ônibus para chegar no Deserto do Atacama. Há ônibus saindo de Santiago até San Pedro de Atacama pela empresa Turbus por cerca de 55 mil pesos chilenos, entretanto, o trajeto dura cerca de 22 horas de viagem. Há ainda a empresa Pullman, que faz a rota Santiago x Calama por mais ou menos 50 mil pesos chilenos, em uma viagem que também tem quase 24 horas de duração. Por outro lado, com esta última você ainda terá que pegar um busão de Calama até San Pedro de Atacama.

Carro

Se você gosta de uma boa road trip, pode alugar um carro no aeroporto de Santiago e fazer uma viagem daquelas pelo Chile, até chegar no Deserto do Atacama. Da capital até o deserto são cerca de 20 horas de estrada e quem já fez essa rota diz o cenário compensa.

DICA DE ALUGUEL DE CARRO NO CHILE:

Já lugamos carro no país por duas vezes e sempre fizemos com a RentCars. Alugamos ainda no Brasil e todo o processo foi feito online, de forma prática e segura. O bom da RentCars é que não há cobrança de IOF para pagamento online e você ainda pode parcelar no cartão de crédito.

Avião + Carro alugado

Seguindo a mesma lógica de chegada do item anterior, aqui o que mudará é a forma que você irá do aeroporto de Calama até San Pedro de Atacama. Você pode chegar de avião até Calama, alugar um carro no aeroporto e se aventurar pelas estradas do deserto – o que nós garantimos que é incrível e nos leva ao próximo tópico. =)

Como se deslocar pelo Deserto do Atacama? Agência de turismo ou por conta própria?

A verdade é que essa escolha depende muito do tipo de viagem que você quer ter. Se você gosta de fazer as coisas de forma mais independente, sem dúvidas alugar um carro e fazer os passeios por conta própria é o melhor para você. De outro modo, se você não quer se preocupar com nada e quer ter todo o roteiro de passeio já definido, nada melhor do que uma agência de turismo. Já viajei pelo Atacama das duas formas e ambas possuem tanto pontos positivos como negativos. Se você é do time que prefere fazer os passeios com agência, indico a Destino Chile, super especialista em Santiago e no Deserto. Agora, se você é do time mais autônomo, dê em uma lida no nosso guia sobre como fazer o Atacama de carro.

TODOS OS NOSSOS LEITORES TÊM PELO MENOS 10% DE DESCONTO COM A DESTINO CHILE!

Vale lembrar que em San Pedro do Atacama em si não há necessidade nenhuma de ficar andando de carro. Aliás, em algumas ruas nem é permitido o tráfego de veículos. Por isso, se você optar por alugar um, será apenas para fazer os passeios pelo deserto. Para ir aos restaurantes, bares, lojas e etc, dá pra fazer tudo andando numa boa.

Deserto do Atacama com carro alugado
Deserto do Atacama com carro alugado

Preciso de passaporte? E de seguro viagem?

Brasileiros não precisam de passaporte para entrar no Chile, então, basta apenas você usar a sua identidade como documento oficial para embarcar para a sua viagem ao Deserto do Atacama. Mas, é necessário que ela esteja em boas condições e tenha sido emitida há no máximo 10 anos.

Assim como o passaporte e ao contrário da maioria dos países da Europa, também não é obrigatório ter um seguro viagem internacional para viajar para o Chile. No entanto, sempre recomendo que você jamais viaje sem um, principalmente porque os custos com saúde emergencial no exterior podem tomar rumos estratosféricos. Sim, é claro que a gente não viaja esperando que algo ocorra, mas imprevistos acontecem. Eu, por exemplo, tive uma infecção urinária no Atacama e tive que correr para procurar um hospital. Se eu não tivesse um bom seguro viagem para me dar assistência, terio gasto mais de 6 mil reais entre exames e atendimento. Além disso, muitos seguros ainda cobrem voos cancelados e extravio de bagagem, o que nos evita uma dor de cabeça enorme.

Nós sempre fechamos os nossos com a Real Seguros, principalmente porque eles possuem boas tarifas e parcelam em até 12x no cartão de crédito. Além disso, há sempre vários descontos disponíveis no site!

Pegue aqui o seu desconto de seguro viagem e parcele em até 12x no cartão de crédito =)

Quando ir ao Deserto do Atacama

Embora o Deserto do Atacama seja um lugar que pode ser visitado o ano inteiro, é necessário ter em mente que, apesar de ser um deserto, há períodos de chuva na região. Esse fenômeno é chamado de Inverno Altiplânico, que vai de Dezembro até Fevereiro. Isso significa que caso você viaje nessa época obrigatoriamente enfrentará chuva? Não. Pelo contrário, o fenômeno – que é considerado raro – acontece, mas em pouquíssimos dias e não deve jamais impedir a sua viagem.

De Março até Maio é considerado um ótimo período para viajar, já que durante o dia não é tão quente e à noite ainda não está tão frio. Por outro lado, de Junho até Agosto são os meses mais frios no Deserto do Atacama, batendo cerca de 20° durante o dia e podendo até mesmo negativar na parte da noite. De Setembro até Novembro o clima fica uma pouco mais estável novamente, com dias frescos e noites não tão frias. Já estive por lá em Abril e em Novembro e confesso que achei Novembro mais quente.

É importante frisar que independente da época do ano que você planeje a sua viagem, o clima é extremamente seco e o sol queima pra valer! Portanto, hidratante, protetor solar e labial são lei!

Solmáfaro Deserto do Atacama
Solmáfaro medindo a intensidade do sol no Atacama

Onde se hospedar no deserto

Sendo San Pedro de Atacama a melhor base para você desbravar o deserto, é lá que você deve se hospedar. A cidade possui desde luxuosos hotéis até os hostels mais simples. Sim, é certo que a hospedagem no geral tem um custo um pouquinho mais elevado, no entanto, é possível achar boas opções sem ter que vender um rim – ou dois.

Já fiquei em dois locais diferentes e curti. Em minha primeira passagem pelo Deserto do Atacama fiquei hospedada no Hostal Lickana, bem na Caracoles, a principal rua de San Pedro. Apesar de simples, eu gostei e o Rafael também gostou bastante. Tinha até café da manhã disponível e o quarto era até grandinho. Nessa segunda vez, optamos por um lugar que tivesse a estrutura de um estúdio, mas com um bom custo x benefício. Então, ficamos no Hostal Millantu, que ficava em torno de 10 minutos de caminhada até o centrinho, mas também era confortável e tinha café da manhã. Além disso, nosso quarto tinha uma pequena cozinha, o que nos ajudou a economizar um pouco na hora da janta e a preparar os lanches para os passeios.

Hoje em dia, a cidade também conta com várias casas e apartamentos para alugar no AirBnb, o que pode ser uma boa se você gosta de viajar e se sentir em casa. Aliás, através desse link nós te damos até 179 reais em desconto na sua primeira reserva pelo AirBnb. Logo abaixo vou listar algumas outras boas opções na cidade, mas se você procura algo econômico, pode conferir o nosso post com dicas de onde ficar no Atacama sem gastar muito.

Hostels

Hotéis/Pousadas

Hotéis de luxo

Quais passeios fazer no Deserto do Atacama

Dizem por aí que o Deserto do Atacama tem passeio para mais de um mês. Bom, verdade seja dita, tem mesmo! rs. Mas, se assim como nós você ainda não pode passar um mês por lá, os mais imperdíveis na nossa opinião são: Lagunas Altiplânicas e Piedras Rojas, Salar de Tara, Geysers del Tatio, Valle de la Luna e Valle de la Muerte, Laguna Cejar e Tebinquinche e Lagunas Escondidas de Baltinache com Magic Bus Atacama. Há ainda outros dois que muitos também consideram como principais, só que infelizmente não conseguimos fazer e são eles: Termas de Puritama e Tour Astronômico.

Quem gosta de trekking pode fazer ascensão em algum vulcão, entre os mais famosos estão o Licancabur, Lascar e o Cerro Toco. É claro que há outros passeios pelo deserto, mas esses são os principais e essenciais para uma primeira viagem.

Mirante Vulcão Licancabur Valle de La Muerte
Vulcão Licancabur, um dos principais que a galera experiente faz ascensão

Quantos dias ficar

Quatro dias é o mínimo que recomendo para fazer os principais passeios no Deserto do Atacama e, ainda assim, com uma certa correria. Pra mim, 6 dias é o tempo ideal para fazer tudo com calma, sem perrengue e ainda se dar ao luxo de conhecer uma coisinha ou outra extra. No entanto, se você pretende fazer a travessia até o Salar de Uyuni, recomendo acrescentar mais uns 5 dias na sua viagem. Dessa última vez ficamos 11 dias entre o Atacama e o Salar de Uyuni e só não foi 100% porque perdemos um dia no hospital em Calama.

Restaurantes em San Pedro de Atacama

O bom de San Pedro de Atacama é que apesar de pequena, tem restaurante para todos os bolsos e gostos. Por lá você vai encontrar desde comidas típicas regionais aos junk food no estilo pizza e hambúrguer. Assim como também estará bem servido tanto de comida vegetariana como de um belo prato de carne. Enfim, tem tudo e você não precisa se preocupar. Vou colocar alguns dos lugares testados e aprovados por nós, ok? Mas dê uma olhadinha antes no TripAdvisor para ver se está de acordo com o que você curte, tudo bem?

Pizzaria El Charrua

A Pizzaria El Charrua é um dos meus restaurantes preferidos em San Pedro de Atacama e pra mim ela só tem um defeito: não tem banheiro! rs. O ambiente é bem rústico, todo de madeira e ela é tão famosa que tem até duas unidades na cidade, uma de frente pra outra. As pizzas são muito gostosas, além de bem servidas e o preço é justo.

Pizza da Pizzaria El Charrua
Pizza da El Charrua

Cafe Ckapin

O Cafe Ckapin foi nosso point nessa última vez em que estivemos no Deserto do Atacama. Sério, gostamos tanto da comida que fomos diversas vezes. O menu faz o estilo natural e, inclusive, tem comida vegana e vegetariana. Eles servem um menu completo com entrada, prato principal e sobremesa por 6 mil pesos chilenos. Além disso, os sucos são maravilhosos! Enfim, recomendo!

Kanka Restaurant

O Kanka Restaurante é uma boa pedida para quem quer comer bem e economizar. O local é simples, mas tem um wifi super bom. Isso conta, né? rs. A comida é gostosa e também é bem servida. O menu com entrada e prato principal ficava na faixa de 4.500 pesos chilenos.

Casa de Piedra Atacameña

Achamos a Casa de Piedra Atacameña por acaso, enquanto caminhávamos pela Caracoles à noite procurando um lugar diferente para comer. Havia um atendente servindo degustação de pizza na porta do restaurante e nós gostamos tanto que resolvemos entrar. O ambiente é bem bonitinho, rústico e com uma lareira no meio. Aqui o que pecou foi a demora para servir a bebida, no entanto, a pizza veio rápida e estava muito gostosa. O preço é um pouco mais elevado que a El Charrua.

El Toconar

Entramos no El Toconar por causa dessa promoção aí da porta e valeu a pena! O lugar é enorme, com mesas ao ar livre e parece um pátio de comida. Pedimos exatamente essa promoção da Chorrillana e gostamos. Infelizmente estávamos tão famintos que não tiramos foto da comida. =(

El Toconar Restaurante Atacama
Menu do El Toconar

El Huerto

O El Huerto foi um lugarzinho que estivemos em 2013, na nossa primeira vez no Deserto do Atacama. Nós gostamos de lá pela simplicidade dos pratos e pelo preço. Dessa última vez passamos em frente e vimos que os preços não mudaram muito. Então, fica a dica de um cantinho barato para comer em San Pedro de Atacama.

As típicas e econômicas “Cocinerias”

Aqui a dica é para quem quer economizar de verdade e não se importa de comer comida típica dos Andes. As cocinerias são restaurantes bem simples, geralmente conduzidos por camponesas andinas… sim, as famosas cholas! A comida não tem luxo, mas é aquela comidinha caseira, só que típica. Os pratos são muito bem servidos, o menu geralmente conta com entrada, prato principal e sobremesa, e o valor é bem camarada, na faixa de 3 mil pesos chilenos.

E a internet funciona por lá?

Para a alegria geral da nação que não consegue ficar desconectada, sim, a internet funciona em San Pedro de Atacama. Entretanto, tem a suas limitações. No centro da cidade funciona bem e até certo ponto da estrada também. Mas como um bom deserto que se preze, nas atrações principais não costumam ter nenhum sinal. Eu viajei com um chip de internet da Viaje Conectado – já saí do Brasil com ele – e não tive problemas. Aliás, em alguns lugares funcionou melhor que o wifi dos estabelecimentos. Sim, gente, também tem wifi na cidade. rs. Foi-se o tempo em que o deserto ficava completamente isolado, mas ainda assim, é um dos lugares mais inóspitos e mais lindos que já vi na vida!

LEITORES DO CARIOCA SEM FRONTEIRAS SEMPRE TÊM DESCONTO NO CHIP DE INTERNET VIAJE CONECTADO!
20% DE DESCONTO
CUPOM: EUONLINE

Agora é só fazer as malas e aproveitar tudo o que esse lugar tem para te oferecer!

SIGA AS NOSSAS REDES SOCIAIS E NOS ACOMPANHE EM TEMPO REAL =)
– Instagram: @cariocasemfronteiras
– Facebook: /cariocasemfronteiras

♦PLANEJE A SUA VIAGEM♦

  • Confira a nossa página de descontos ativos e economize agora na sua viagem!
  • Reserve a sua hospedagem através do Booking e garanta as melhores tarifas. Fique tranquilo porque reservando através do nosso blog você não pagará nenhuma taxa extra. E além disso ainda nos ajuda a mantê-lo no ar, criando cada vez mais conteúdos gratuitos e de qualidade.
  • Reserve seus hostels através do Hostelworld e garanta a sua hospedagem nos melhores hostels do mundo.
  • Reserve um apartamento através do AirBnb e ganhe até 179 reais em crédito na sua primeira reserva pelo site.
  • Compre seu seguro viagem com a Real Seguros e tenha os maiores descontos e as melhores formas de pagamento, inclusive parcelando em várias vezes no cartão de crédito
  • Reserve os melhores passeios e experiências com a Get Your Guide e com a Civitatis.
  • Alugue o seu carro com até 60% de desconto. Parcele no cartão e sem cobrança de IOF pela RentCars. Além disso, todo o valor é gerado em reais.
  • Viaje conectado! Compre seu chip de celular Viaje Conectado da Yes Brasil com internet 4G para usar no exterior.
  • Compre seus equipamentos fotográficos e roupas de inverno com a Amazon.
  • Compre seus ingressos antecipados através da Tiqets e evite filas nas atrações mais famosas do mundo.
Autor

Carioca de nascimento. Educadora Física de profissão. Viajante de coração. Apaixonada pelas coisas simples da vida e intrigada pelas complexas. Costuma dizer que adora um sol, mas não dispensa os dias nublados.

10 Comments

    • Dhebora Sancho Responder

      Olá, Keul!

      Que bom que você gostou!
      Preparamos com carinho!

      Beijos!

    • Olá, Jarlene!

      Tudo vai depender do seu estilo de viagem. Se você prefere se hospedar em hostel, hotel ou hotel de luxo. Se pretende ir em restaurantes caros, se pretender fazer os passeios privados ou coletivos. Valores são muito relativos, entende? Manda um e-mail para gente que te ajudaremos com maior prazer!! [email protected]

  1. José Alberto Cardial Kowalskis Responder

    Olá,Débora ainda não conheço o Chile,mais em breve vou fazer essa viagem e conheçer o deserto de Atacama ,já que tenho um bom conhecimento de Geografia Mundial e História Geral, obrigado pelas dicas.Um grande abraço.

Deixe um comentário