Atualizado em

O combo Valle de La Luna e Valle de La Muerte costuma ser um dos primeiros passeios que os viajantes fazem ao chegar em San Pedro do Atacama. Primeiro porque o seu preço é bem mais acessível e segundo porque como não há muita diferença de altitude, é uma boa pedida para se aclimatar para os demais lugares mais altos. Além disso, como boa parte das agências de turismo o realizam a partir das 16 horas, principalmente por conta do pôr do sol visto de um cantinho especial (mas isso ficará mais pro final do post hehe), dá tempo até mesmo de encaixá-lo no seu primeiro dia na cidade. Como nós já visitamos os dois lugares tanto por agência como por conta própria (em breve falaremos como foi curtir o Atacama de carro), vamos contar a nossa experiência completa nesses dois pontos imperdíveis do deserto mais árido do mundo!

Pessoas andando de bicicleta no Valle de la Luna
Uma das estradas dentro do Valle de la Luna

Valle de la Luna e Valle de la Muerte: algumas informações práticas sobre o passeio

Se você fizer esse passeio através das agências de turismo, provavelmente você visitará entre 3 a 4 pontos, sendo eles: Valle de la Luna, Vale de la Muerte, Mirador de Kari/Piedra del Coyote e um pequeno mirante que há na estrada, pelo caminho. No caso, nem todas as agências param neste último, mas de qualquer forma, não é algo totalmente imperdível.

Como era a nossa segunda vez no Deserto do Atacama e estávamos de carro, por conta própria, refizemos esse tour em nosso próprio tempo, inclusive em dias diferentes, mas eles se encaixam perfeitamente em uma tarde inteira. Nós curtimos o Valle de la Muerte com mais calma, com direito até a fazer uma trilha, enquanto as agência vão diretamente até o mirante. De toda forma, vamos explicar tudo direitinho tanto para quem vai de carro como para quem vai com agência, seguindo uma ordem cronológica desta última.

PLANEJE A SUA VIAGEM PELO DESERTO DO ATACAMA:

-Conheça o passeio para as Lagunas Altiplâncias e Piedras Rojas, um dos mais bonitos do deserto
-Saiba como é tomar banho em uma lagoa com a concentração de sal maior que do mar morto no tour para as Laguna Cejar e Tebinquinche
-Leia tudo o que você precisa saber sobre o Deserto do Atacama

Valle de la Luna: primeira parada

A primeira parada é no Valle de la Luna e assim como praticamente todos os parques do Atacama, é necessário pagar entrada. O valor muda de acordo com o seu horário de visitação, tendo um pequeno desconto para quem entra de 9 às 13 horas. Pra mim, esse é o local com maior estrutura em todo o deserto, e você percebe isso logo cara por causa da entrada mais pomposa e tal. haha. Provavelmente isso se dá pelo fato dele ser o mais visitado e, inclusive, muita gente vai até lá de bike, já que a distância até San Pedro de Atacama é de apenas 13 km. O Valle de la Luna conta com informação turística, banheiros e até venda de souvenir.

Bicicleta no Valle de la Luna
Pra galera que vai de bike, todos os pontos de interesse têm onde guardar a bicicleta

Cordilheira e Cavernas de Sal, Duna Maior e Anfiteatro

Antigamente, começávamos visitando as Cordilheiras e as Cavernas de Sal, já que como toda aquela região já foi mar um dia, ainda há muito desse sal presente. Era possível andar por entre as cavernas e fazer algumas pequenas trilhas pela cordilheira, entretanto, hoje em dia não é mais permitida a entrada nessa área do parque pois as rochas entraram em colapso após chuvas fortes.

Em seguida, a parada é na Duna Maior. Neste ponto, quem está por conta própria pode estacionar o carro e fazer uma trilha até a parte mais alta da duna. Bom, apesar de nos incluirmos nessa classe, ficamos com preguiça e pulamos a caminhada. De qualquer forma, a visão da duna já é incrível, bem digna daquelas de deserto, sabe? Logo após, o passeio segue por uma estrada repleta de montanhas e rochas, um cenário que infelizmente não tenho palavras para descrever, mas que é chamado de Anfiteatro. É lindo! No entanto, se você pensou em fazer uma foto aqui, pode esquecer! Não é possível fazer paradas nessa parte do caminho, não importa se você está com agência ou com seu próprio carro e eles deixam isso bem claro no centro de informações!

Duna Maior no Valle de la Luna
Duna Maior

Ao longo do trajeto é possível ver indicação de várias trilhas. Sim, o Valle de la Luna cabe perfeitamente no roteiro daqueles que querem fazer trekking no Atacama. Por isso, se essa é a sua intenção, o ideal é chegar no parque pela manhã ou então, fechar um passeio somente para lá.

Trilhas no Valle de la Luna
Galera subindo pra uma das trilhas

As Três Marias

O último lugar a ser visitado no Valle de la Luna é a famosa escultura natural Três Marias. Bom, tudo bem que uma delas se quebrou após um turista subir em cima e por isso não está completamente inteira, mas são três. rs. Hoje em dia também só é possível vê-las à distância, já que há uma corda delimitando o local.

Três Marias no Valle de la Luna
Três Marias

DICA DE HOSPEDAGEM NO ATACAMA

San Pedro de Atacama tem hospedagem para todos os gostos e por lá você encontrará tanto hotéis de luxo como hostels. Na primeira vez em que estivemos na cidade ficamos no Hostal Lickana, bem na rua principal, e gostamos bastante pelo custo x benefício. Desta última vez alugamos um quarto no estilo estúdio no Hostal Millantu, através do AirBnb (nós te damos até 179 reais em desconto na sua primeira reserva pelo AirBnb). Apesar de ficar a 10 minutos de caminhada do centrinho, também gostamos bastante e não temos o que reclamar. De qualquer forma, o Booking conta com muitas opções de hotéis e pousadas em San Pedro de Atacama. Você pode ver mais dicas de onde ficar no Atacama sem gastar muito aqui no blog!

2 – Valle de la Muerte: segunda parada

Quando feito com as agências, a segunda parada do tour pelo Valle de la Luna e Valle de la Muerte costuma ser no mirante que há no Valle de la Muerte. A van pára em um determinado ponto e você faz uma pequena subida até o ponto principal do mirante. Desta vez, como estávamos por conta própria, resolvemos fazer um passeio mais completo pelo parque.

Valle de la Muerte
Dunas de um lado e rochas do outro

Passamos pela entrada, pagamos 3.000 pesos chilenos de ingresso e começamos o circuito a ser percorrido de carro. O caminho é incrível, com as inúmeras rochas vermelhas sempre ao lado. O estacionamento é em frente a uma grande duna, onde é praticado o famoso sandboard no Atacama. Dá pra ter uma ideia de como a duna é alta ao ver o tamaninho das pessoas lá em cima. Há quem se arrisque subir e descer mesmo sem prancha de sandboard, só por prazer mesmo. Mas, é claro que esse não foi o nosso caso! haha.

Trilha até o mirante para o vulcão Licancabur

Seguimos, então, em direção a trilha que leva até o mirante (aquele que as agências levam diretamente). De onde estávamos só dava pra ver uma pequena casinha lá no alto, lugar o qual eles chamam de refúgio. A trilha é tranquila, dura mais ou menos de 30 à 40 minutos cada trecho e sem nenhuma dificuldade, com exceção do vento que estava tão forte quanto os que já pegamos na Patagônia. Ao longo do caminho há vários pequenos mirantes e alguns têm visões esplêndidas para o vulcão Licancabur. É certo que paramos várias vezes para tirar fotos e apreciar.

Vista de um dos mirantes do Valle de la Muerte para o Vulcão Licancabur
Vista do mirante para o Vulcão Licancabur

Assim como o Valle de la Luna, também é muito comum encontrar pessoas de bike no Valle de La Muerte, já que ele fica ainda mais perto do centro da cidade, pouco menos de 3 km. Embora mais rústico, aqui também há informação turística e banheiros tanto na entrada, como no mirante principal.

NÃO ESQUEÇA DO SEGURO VIAGEM!

Não esqueça do seu seguro viagem internacional e viaje tranquilo e sem se preocupar caso precise de atendimento médico. Nesse caso, é o seguro viagem quem te dará cobertura, sem maiores surpresas de gastos em moedas internacionais. Além disso, muitos planos ainda dão assistência em atrasos de voo e até mesmo extravios de bagagem. Sempre fechamos os nossos com a Real Seguros e nunca tivemos problemas! Eles parcelam em 12x e ainda dão vários descontos!

PEGUE SEU DESCONTO DE SEGURO VIAGEM NA REAL SEGUROS

3 – Mirador de Kari e Pôr do sol na Pedra do Coyote: terceira e incrível parada

A terceira parada dos tours tradicionais é uma das mais bonitas e inesquecíveis de um roteiro no Atacama… bom, pelo menos pra gente. É hora de ver o pôr do sol no Mirador de Kari. Como essa área faz parte do Valle de la Luna, porém em uma entrada diferente, não é necessário você pagar novamente o ingresso. Quer dizer, a menos que você chegue por lá após às 18 horas ou então faça essa visita em outro dia. Se você estiver por conta própria e quiser deixar para fazer a sua visita em outro dia, será necessário pagar 2.500 pesos de entrada.

Valle de la Luna visto do Mirador de Kari
Vista do Mirador de Kari pro Valle de la Luna

Para muitas pessoas – e nós nos incluímos nessa lista -, é aqui que você verá um dos pores do sol mais bonitos do Atacama! Não que existam pores do sol feios por lá, mas esse daqui é muito especial. Além da vista para o Valle de la Luna, do Mirador de Kari também é possível ver o Valle de la Muerte. E ainda por cima, aqui também é a casa da famosa Piedra del Coyote. É incrível ver os tons amarelos e laranjas se misturando no céu com todas essas montanhas embaixo.

Pôr do sol no Valle de la Luna
Simplesmente um dos mais bonitos do Atacama!

Antigamente, era possível tirar uma foto bem na pontinha da pedra e também não existia qualquer corda de proteção em relação aos abismos. Hoje em dia é necessário respeitar a área limite pois há uma corda delimitando o espaço e também não é mais possível ir até a Piedra del Coyote, já que ela está com uma rachadura enorme.

Pôr do sol na Pedra del Coyote Valle de la Luna
Antigamente era possível ir até a Piedra del Coyte, mas agora ela ta com essa super rachadura aí

4 – Mirante na estrada

Algumas agências ainda fazem uma parada extra em um mirante na estrada que fica um pouco antes da entrada do Mirador de Kari. O local é gratuito e tem uma vista e tanto do Valle de la Luna e das Cordilheiras de Sal.

Agora me diz… esse é ou não é um dos passeios mais imperdíveis do Atacama?

SIGA AS NOSSAS REDES SOCIAIS E NOS ACOMPANHE EM TEMPO REAL =)
– Instagram: @cariocasemfronteiras
– Facebook: /cariocasemfronteiras

♦PLANEJE A SUA VIAGEM♦

  • Reserve a sua hospedagem através do Booking e garanta as melhores tarifas. Fique tranquilo porque reservando através do nosso blog você não pagará nenhuma taxa extra. E além disso ainda nos ajuda a mantê-lo no ar, criando cada vez mais conteúdos gratuitos e de qualidade.
  • Reserve seus hostels através do Hostelworld e garanta a sua hospedagem nos melhores hostels do mundo.
  • Reserve um apartamento através do AirBnb e ganhe até 179 reais em crédito na sua primeira reserva pelo site.
  • Compre seu seguro viagem com a Real Seguros e tenha os maiores descontos e as melhores formas de pagamento, inclusive parcelando em várias vezes no cartão de crédito
  • Reserve os melhores passeios e experiências com a Get Your Guide e com a Civitatis.
  • Alugue o seu carro com até 60% de desconto. Parcele no cartão e sem cobrança de IOF pela RentCars. Além disso, todo o valor é gerado em reais.
  • Viaje conectado! Compre seu chip de celular da Yes Brasil com internet 4G para usar no exterior.
  • Compre seus ingressos antecipados através da Tiqets e evite filas nas atrações mais famosas do mundo.

Author

Carioca de nascimento. Educadora Física de profissão. Viajante de coração. Apaixonada pelas coisas simples da vida e intrigada pelas complexas. Costuma dizer que adora um sol, mas não dispensa os dias nublados.

Write A Comment