Atualizado em 26 de novembro de 2021

Com um centro urbano recheado de atrações, arquitetura charmosa, gastronomia impecável, idioma de mais fácil entendimento e câmbio mais favorável, Buenos Aires costuma ser um dos primeiros destinos internacionais visitado pelos brasileiros. Mas a verdade é que há tanto o que fazer em Buenos Aires que certamente há muitos outros motivos além desses para você visitá-la.

Buenos Aires é uma cidade grande, mas ainda assim, é acolhedora. E por mais que seja impossível não traçar paralelos com os problemas que toda cidade desse tamanho tem, a capital da Argentina é um dos encantos do nosso continente. Parques, jardins, arte de rua, feiras, monumentos históricos, restaurantes aclamados, museus, a paixão pelo futebol e o tradicional tango são só um pouquinho do que esse lugar tem para te oferecer.

Melhores passeios em Buenos Aires bairro a bairro – Índice do Post

Centro de Buenos Aires
Centro de Buenos Aires

O que fazer em Buenos Aires: centro e arredores

O centro de Buenos Aires é a área mais antiga da cidade. É aqui que você encontrará muitos monumentos, praças, edifícios e pontos turísticos históricos. Assim como acontece em boa parte dos lugares pelo mundo, durante o dia o centro é barulhento e cheio de pessoas pra lá e pra cá. Já a noite, ele fica bem mais vazio, com exceção de uma rua aqui e outra ali.

No entanto, se hospedar no centro de Buenos Aires é uma boa opção para quem quer estar perto de muitas atrações, estará na cidade pela primeira vez e busca boas hospedagens com preços mais convidativos.

Hotéis mais bem avaliados na região: Che Juan Hostel BA, 474 Hotel, Carles Hotel (Retiro), Tango de Mayo Hotel (Montserrat), Park Tower, A Luxury Collection Hotel (Retiro) e Hotel Grand Brizo.

Para conhecer melhor o bairro, considere fazer um free tour pelo centro para entender toda a sua história.

1 – Plaza de Mayo

Nossas dicas sobre o que fazer em Buenos Aires começam pela Plaza de Mayo, a principal praça da cidade. É nela que se encontram alguns dos edifícios mais importantes da capital argentina, como a Casa Rosada, a Catedral Metropolitana e o Banco de La Nación.

Também é na praça que há tempos acontecem grande parte das manifestações políticas e populares do país, sendo a das Mães da Praça de Maio a mais famosa delas. Ela acontece toda quinta-feira, quando as mães que tiveram seus filhos mortos ou desaparecidos durante a ditadura militar se reúnem para protestar.

Na Plaza de Mayo você também encontrará o Museu Histórico Nacional do Cabildo, local que durante anos funcionou como prisão.

2 – Casa Rosada

Sede da presidência da república, a Casa Rosada é um dos maiores ícones do país, além de ser um dos principais pontos turísticos de Buenos Aires.

Você pode conhecer a parte interna da Casa Rosada através de uma visita guiada gratuita, mas é necessário agendá-la com antecedência pelo site oficial. Nós já fizemos esse passeio quando estivemos pela primeira vez na cidade e gostamos.

Na parte de trás do edifício você também pode visitar o Museo del Bicentenario, que conta com vários itens históricos da cidade.

Uma curiosidade interessante sobre a Casa Rosada é que ela foi pintada de rosa em 1870 e a tinta usada na época era um mistura e sangue bovino com cal. É claro que hoje em dia não é mais assim, né? rs

Casa Rosada
Casa Rosada

3 – Obelisco

Mais um passeio no centro de Buenos Aires que muitos consideram imperdível, o Obelisco é outro marco da capital argentina. O monumento histórico fica bem no cruzamento da Avenida 9 Julio com a Corrientes e foi construído em comemoração aos 400 da cidade.

Do outro lado da avenida, em cima do prédio da Policia de La Ciudad você encontrará uma mirante bem legal com vista para o Obelisco e para a cidade em si. Vale a pena atravessar e dar um pulinho lá para fazer uma foto.

4 – Avelidas 9 de Julio e Corrientes

Consideradas as duas avenidas mais importantes da cidade, caminhar pela 9 de Julio e pela Corrientes são dicas imperdíveis do que fazer em Buenos Aires.

Com cerca de 140 metros de largura, a 9 de Julio já foi considerada a avenida mais larga do mundo e cruza a cidade de norte a sul. Seu nome é em homenagem ao dia da Independência Argentina. Além disso, é nela que você verá o famoso arranha-céu com a foto de Evita Perón.

Já na Corrientes você pode visitar as várias casas de tango, teatros, restaurantes e bares de Buenos Aires. Aliás, a avenida tem uma fama boêmia que vale a pena você conhecer. Ao longo dela também há diversas esculturas de artistas argentinos pela calçada.

Avenida 9 de Julio em Buenos Aires
Avenida 9 de Julio

5 – Teatro Cólon

O Teatro Cólon é um dos 5 melhores teatros de ópera do mundo por conta da sua acústica. Sua arquitetura é linda e imponente, e mesmo que você não assista nenhuma apresentação no local, vale a pena conhecê-lo nem que seja por fora. De toda a forma, o teatro também possui visita guiada.

6 – Palácio Barolo

Localizado no centro, o Palácio Barolo já foi mais alto da Argentina e da América do Sul. Mas seus encantos vão além da vista panorâmica e ao visitá-lo você notará que seus andares são divididos de uma forma peculiar.

Inspirado na Divina Comédia de Dante Alighieri, seus níveis são separados em inferno, purgatório e paraíso. Também é possível fazer uma visita guiada ao local.

7 – Rua Florida

A Rua Florida (ou Calle Florida) é uma das principais ruas de compras da cidade e costuma estar em praticamente todas as listas sobre o que fazer em Buenos Aires. Nela você encontrará de tudo um pouco: lojas de couro, vestuário geral, perfumarias, lojas de souvenires e muitas casas de câmbio.

8 – Galerías Pacífico

No cruzamento da Rua Florida com a Avenida Córdoba você poderá visitar as Galerías Pacífico. O shopping é uma atração turística à parte em Buenos Aires, primeiro pela sua belíssima arquitetura – onde a cereja do bolo é o seu teto -, e segundo por conta de abrigar muitas lojas de grife. 

9 – Café Tortoni

Para quem é do Rio de Janeiro ou conhece a nossa cidade, eu diria que o Café Tortoni é tipo a Confeitaria Colombo. Haha. Brincadeiras à parte, essa é a cafeteria mais famosa e visitada em Buenos Aires e vale a pena você conhecê-la para um lanche da tarde ou até mesmo para um jantar.

O Café Tortoni também oferece shows de tango mais intimistas e consequentemente mais baratos. Aliás, nós assistimos a uma apresentação no local e gostamos muito. Leia mais sobre o show de Tango no Café Tortini aqui.

Café Tortoni em Buenos Aires
Café Tortoni

10 – Catedral Metropolitana de Buenos Aires

Com suas colunas de que longe impressionam qualquer um, a Catedral Metropolitana é um dos imponentes prédios no centro de Buenos Aires. Ela é a igreja mais importante da capital e abriga o mausoléu do General San Martin, líder da independência do país.

Catedral Metropolitana de Buenos Aires
Catedral Metropolitana de Buenos Aires

11 – Plaza San Martin

Bem pertinho do centro de Buenos Aires você encontrará o bairro Retiro e a Plaza San Martin. A praça é o coração do bairro e fica em frente à estação de trem Retiro, uma das principais da região.

O local é histórico e ao longo dos anos foi palco de muitos eventos, entre eles, a batalha contra os ingleses pelas Ilhas Malvinas. Aliás, na Plaza San Martin você encontrará a Torre de Los Ingleses – hoje em dia conhecida como Torre Monumental.

Torre de Los Ingleses
Torre de Los Ingleses ou Torre Monumental

O que fazer em Buenos Aires: bairro San Telmo

Assim como o centro, San Telmo também é considerado um dos bairros mais antigos de Buenos Aires. No entanto, atualmente a sua grande fama é outra. Cheio de cafés, cervejarias artesanais e muitas lojas de antiguidade, San Telmo é o bairro dos artistas e tem um ar boêmio que só! Se você pretende se hospedar por aqui, espere passar por muitos casarios coloniais e ruas de pedra enquanto dá uma voltinha por aí.

Hotéis mais bem avaliados em San Telmo: Lina’s Tango Guesthouse, L’Adresse Hôtel Boutique, America del Sur Hostel, Hostel Carlos Gardel, Anselmo Buenos Aires Curio Collection by Hilton, Patios de San Telmo.

Por ser uma região cheia de histórias, San Telmo é um dos bairros mais interessantes para você fazer um free walking tour.

12 – Feira de San Telmo

Todos os domingos você tem a grande chance de conhecer uma das mais autênticas sugestões sobre o que fazer em Buenos Aires: visitar a Feira de San Telmo.

Seu passeio será pelos arredores da Plaza Dorrego com a Calle Defensa, onde você irá encontrar a feira mais popular da cidade. Sua fama aconteceu devido às inúmeras barracas de antiguidades à venda. Aliás, tem cada coisa incrível e dá vontade de sair comprando tudo.

No entanto, hoje em dia a Feira de San Telmo vende de tudo um pouco. Inclusive, há muita comida típica da Argentina sendo vendida.

Também é no entorno da feira, no cruzamento da Calle Defensa com a Chile, que você poderá se sentar ao lado da célebre personagem Mafalda.

13 – Mercado de San Telmo

Com mais de 120 anos de história o Mercado de San Telmo é bem mais do que um simples mercado. Criado em 1897, ele servia para abastecer os imigrantes europeus que chegavam no país.

Os itens alimentícios continuam sendo vendidos, é claro. Frutas, queijos, carnes, frios em geral, temperos, entre tantos outros, ainda figuram na maioria das lojas. As lojas de antiguidade e vestuário também atraem pessoas frequentemente. Mas você também pode apenas se deliciar nos bares e restaurantes do local.

Para os mais interessados em gastronomia e história, é possível fazer um tour pelo Mercado de San Telmo com direito a degustação de doce de leite, alfajores, geleias e licores nacionais.

O que fazer em Buenos Aires: os melhores passeios em Puerto Madero

Se de um lado há aqueles que acham Puerto Madero sem graça, do outro tem os que simplesmente amam a área mais moderna de Buenos Aires.

Puerto Madero é uma área portuária que foi completamente revitalizada e se tornou um dos bairros mais caros da capital argentina. Por aqui você encontrará muitos restaurantes requintados e hotéis de redes bem famosas. Além disso, terá o visual do Rio da Prata bem pertinho de você, já que ele praticamente corta o bairro. Ah, e todas as ruas do bairro possuem nomes de mulheres!

Hospedagens com melhores avaliações em Puerto Madero: Alvear Icon Hotel, Hotel Madero, Hilton, CH Madero Urban Suites e Own Madero.

Se você se hospedar por aqui avalie a possibilidade de fazer um passeio de barco pelo Rio da Prata ou de pelo menos fazer um free tour a pé pelo bairro.

14 – Puente de La Mujer

Passar por Puerto Madero e não se encantar com a sua presença é quase que um pecado. A moderna ponte criada pelo arquiteto Santiago Calatrava é um dos grandes marcos do bairro. Por isso, a Puente de La Mujer merece estar em qualquer lista sobre o que fazer em Buenos Aires, e não importa se você a verá de um dos lados das margens do Rio da Prata ou se você a atravessará.

Puerto Madero Buenos Aires
Puente de La Mujer

15 – Parque Mujeres Argentinas

Para fazer jus às ruas do bairro, todas com nomes de mulheres, Puerto Madero também possui um parque em homenagem a elas. A enorme área verde cheia de árvores e gramados em meio aos arranha-céus se chama Parque Mujeres Argentinas e é um dos locais mais agradáveis da região. É por ali que muitos argentinos aproveitam o dia ao ar livre, passeiam em família, passam a tarde bebendo mate e praticam diversos esportes.

Uma dica legal sobre o parque é área de grafites no chão, onde dependendo da posição do sol eles ficam em um efeito 3D na sua foto.

16 – Reserva Ecológica Costanera Sur

Ainda ali pelo entorno de Puerto Madero você pode conhecer outro ponto turístico de Buenos Aires onde a natureza impera.

Localizada entre o bairro e o Rio da Prata, a Reserva Ecológica Costanera Sur é um passeio perfeito para quem quer fugir do agito da cidade grande. Com cerca de 350 hectares, o local possui várias trilhas que podem ser percorridas a pé ou de bicicleta.

A reserva ecológica também é a casa de muitos animais, com um destaque especial para as mais de 300 espécies de aves que vivem no local.

O que fazer em Buenos Aires: passeios na Recoleta

Quando você ouvir que Buenos Aires tem um certo ar europeu, pode ter certeza que estão falando da Recoleta e da arquitetura da maioria das suas construções.

Considerado um bairro sofisticado e de alta sociedade, a Recoleta é uma região bastante arborizada, cheia de cafés, centros culturais e restaurantes chiques.

Por ser um bairro muito agradável e estar bem próximo do centro, é uma das áreas mais escolhidas para hospedagem em Buenos Aires.

Hospedagens mais bem avaliadas na Recoleta: Casa Bevant, Urban Suites Recoleta Boutique Hotel, Palladio Hotel MGallery, Le Petit Palais, Alvear Palace Hotel e AQ Tailored Suites.

Se você quiser conhecer a Recoleta de um jeito mais íntimo, faça um free walking tour e se encante pelas ruas do bairro.

17 – Museu Nacional de Belas Artes

É no Museu Nacional de Belas Artes que você encontrará a maior coleção de arte da Argentina. Além de muitos artistas nacionais, o museu também possui obras de Monet, Van Gogh, El Greco, entre outros.

18 – Cemitério da Recoleta

Muitos dizem que o Cemitério da Recoleta é um dos passeios imperdíveis em Buenos Aires, porém, há controvérsias. Rs

Sim, de fato estamos falando de um cemitério e de tudo o que o acompanha. Ou seja, túmulos e mausoléus. No entanto, ele se tornou muito visitado pelo fato de algumas celebridades terem sido enterradas por lá. Entre elas, Evita Péron e o General Alvear.

Se para você essa é uma dica imperdível do que fazer em Buenos Aires, considere fazer um free tour guiado para entender mais sobre o local.

Cemitério da Recoleta
Cemitério da Recoleta

19 – Centro Cultural Recoleta

Bem perto do cemitério você pode aproveitar para conhecer o Centro Cultural Recoleta. O lugar reúne tudo relacionado às artes, desde espetáculos de dança e teatro até cursos e oficinas nessa área.

Aproveite esse passeio para dar uma esticadinha até o Buenos Aires Design Center, um shopping que está coladinho ao centro cultural. Nele você encontra diversos bares e restaurantes, como o Hard Rock Café, por exemplo, além das tradicionais lojas de decoração.

Centro Cultural Recoleta
Centro Cultural Recoleta e Buenos Aires Design Center

20 – Floralis Generica

Com certeza você lerá sobre a famosa flor de metal em todas as listas sobre o que fazer em Buenos Aires. A Floralis Generica é dos principais pontos turísticos da cidade e atrai viajantes diariamente.

Criada pelo arquiteto Eduardo Catalano, a flor é um símbolo do retorno econômico e político do país após a crise de 2001.

A Floralis Generica está na Plaza de Las Naciones Unidas, no coração da Recoleta, e também pode ser um ponto de descanso no seu roteiro a pé pela cidade já que seus gramados são bem convidativos. E a propósito, se você quiser vê-la toda aberta, certifique-se de visitar o local de dia. Durante a noite suas pétalas se fecham e o cenário muda um pouco.

Floralis Generica
Floralis Generica

21 – Faculdade de Direito de Buenos Aires

Ao lado da Floralis Generica um imponente edifício com enormes colunas chamará a sua atenção. Esse é o prédio da Faculdade de Direito de Buenos Aires e seu estilo arquitetônico monumentalista, ou seja, de grandes proporções, incrementa ainda mais o cenário do bairro.

Faculdade de Direito de Buenos Aires
Faculdade de Direito de Buenos Aires

22 – Livraria El Ateneo

O que antes já foi o belo teatro Grand Splendid, hoje em dia se tornou uma das livrarias mais bonitas do mundo.

Os antigos camarotes deram lugar às estantes da Livraria El Ateneo, e onde era o palco do teatro hoje você pode se deliciar com as delícias da cafeteria.

A arquitetura do edifício é um caso à parte e seu teto com obras de arte italiana impressionam qualquer um.

O que fazer em Buenos Aires: Palermo e seus bosques

Palermo é o bairro com mais atividades ao ar livre em Buenos Aires. Cheio de parques, jardins e com muita área verde, esse costuma ser um dos locais preferidos dos moradores e dos turistas também.

Palermo é um bairro jovem, descolado, com muitos bares, restaurantes, além de possuir a melhor noite de Buenos Aires. Aliás, é nos arredores da Plaza Serrano, a principal da região, que você encontrará muito fervo e agitação. Além disso, o fato do bairro ser um polo gastronômico e artístico na capital o torna extremamente eclético.

Apesar de ficar um pouco mais distante do centro, essa é uma área muito boa para você se hospedar. Inclusive, sempre que nós podemos ficamos hospedados por aqui.

Hotéis mais bem avaliados em Palermo: 1828 Smart Hotel Boutique, Palo Santo Hotel, La Casa de Bulnes, Duque Hotel Boutique Spa, Ara Homes e Miravida Soho Hotel & Wine Bar.

Palermo também possui um free tour a pé onde você pode descobrir tudo e mais um pouco sobre a região.

23 – El Rosedal

Dentro dos Bosques de Palermo e com mais de 18 mil rosas, o Rosedal de Palermo é uma dica maravilhosa do que fazer em Buenos Aires para quem gosta de aproveitar o dia ao ar livre.

Localizado dentro do Parque 3 de Febrero, o local é uma obra do paisagista Carlos Thays, responsável pelo paisagismo de outros pontos turísticos da localidade. Além das rosas, uma mais linda que a outra, o local também tem um lago, uma ponte grega, um anfiteatro, o Pátio Andaluz e o Jardin de Los Poetas.

Em uma caminhada pelos jardins você pode se deparar com bustos de alguns artistas mundialmente famosos, como Shakespeare e Dante Alighieri.

24 – Arcos del Rosedal

Bem pertinho do Rosedal você encontrará os Arcos del Rosedal. O local é um polo gastronômico que foi totalmente reformulado e conta com restaurantes e bares de todos os tipos. Nós adoramos o lugar e sempre damos uma passadinha quando visitamos a cidade.

Arcos del Rosedal
Arcos del Rosedal

25 – Planetário Gelileo Galilei

Também dentro dos Bosques de Palermo, o Planetário Galileo Galilei é o único da cidade. Ele possui uma sala de projeção com uma cúpula de 20 metros que ao ver de fora o deixa ainda mais interessante. Para quem está do lado de dentro, a visão é outra, é claro, e as estrelas, planetas e demais satélites se tornam os astros.

Dentro do planetário também tem um museu que conta com uma coleção de meteoritos que vieram do Norte da Argentina. Vale ressaltar que mesmo que você não o visite por dentro vale a pena passear nos seus arredores. Toda essa região é linda!

Planetário Galileo Galilei
Planetário Galileo Galilei

26 – Malba

O Malba (Museu de Arte Latinoamericano de Buenos Aires) é um dos museus mais visitados na cidade. Considerado por muitas pessoas um dos principais pontos turísticos de Buenos Aires, principalmente para quem gosta de arte, a sua coleção possui obras de artistas do mundo inteiro. Você poderá apreciar peças de Tarsila do Amaral, Candido Portinari, Frida Khalo, Diego Rivera, Antonio Berni, entre tantos outros.

Malba Buenos Aires
Malba

27 – Museu Evita

Aberto em 2002, ano que marcou os 50 anos da morte de Evita Perón, o Museu Evita possui uma enorme coleção de itens pessoais dessa mulher que marcou a Argentina. Roupas, sapatos, fotos, documentos e até mesmo cartas fazem parte da exposição do local. Se você quer conhecer um pouco mais sobre a trajetória de Eva Perón, aqui é o lugar!

28 – Jardim Botânico de Buenos Aires

Localizado perto da estação de metrô Plaza Itália, o Jardim Botânico de Buenos Aires é um dos encantos dos Bosques de Palermo. Ele possui mais de 5 mil espécies de árvores e plantas, tanto da Argentina como de outros lugares do mundo. É uma delícia caminhar sem pressa pelos seus jardins!

Jardim Botânico de Buenos Aires
Jardim Botânico de Buenos Aires

29 – Jardim Japonês

Finalizando as nossas sugestões do que fazer em Buenos Aires no bairro Palermo, não poderíamos deixar de incluir o Jardim Japonês nessa lista.

Criado em 1967 pela comunidade japonesa da cidade, o jardim segue todos os moldes típicos do Japão, a começar pela sua arquitetura. Seus lagos, pontes, sala de leitura e até mesmo a sua casa de chá são um convite para viver um pouquinho da cultura japonesa dentro de Buenos Aires.

jardim Japonês de Buenos Aires
jardim Japonês

O que fazer em Buenos Aires: bairro La Boca

Localizado na periferia, La Boca é um bairro formado por imigrantes espanhóis e italianos de origem mais pobre. Embora seja considerado um dos bairros mais pobres de Buenos Aires, La Boca possui muita história e tem algumas atrações imperdíveis para o seu roteiro.

Como a região não é considerada uma das mais seguras, principalmente a noite, nós não recomendamos que você se hospede por aqui. Porém, por ser um local muito turístico, visite-o de dia e seja feliz! Você também pode fazer um free walking tour por La Boca para saber mais sobre o bairro.

30 – Caminito

Ame ou odeie, assim eu poderia resumir um pouco dos sentimentos que boa parte dos viajantes têm ao conhecer o Caminito. De fato, esse famoso ponto turístico de Buenos Aires é questionável e cheio praticamente o inteiro.

Esse pedacinho revitalizado do bairro é uma rua que funciona quase que como um museu a céu aberto. Cheio de restaurantes, lojas de souvenir, ateliês e inúmeros artistas dançando tango aqui e ali, essa é uma das regiões da cidade onde mais há o assédio ao turista. Essa parte é bem chata, eu concordo, mas dar uma passadinha no Caminito é um dos principais passeios em Buenos Aires.

Caminito Buenos Aires
Caminito

31 – La Bombonera

Para os amantes do futebol, o La Bombonera é uma das principais sugestões sobre o que fazer em Buenos Aires. O tão aclamado estádio do Boca Juniors possui um tour que te levará até o Museo de La Pasión Boquense, onde há tudo sobre o time, incluindo uma sala de troféus. Além disso, você também pode conhecer as arquibancadas, os vestiários e até mesmo entrar no campo.

La Bombonera
La Bombonera, estádio do Boca Juniors

32 – Fundación Proa

Para fechar os passeios em Buenos Aires no bairro La Boca, também não deixe de conhecer a Fundación Proa. O local é um centro cultural de arte moderna com exposições, cursos, concertos e até mesmo uma cafeteria com vista panorâmica.

Mais dica do que fazer em Buenos Aires: pontos turísticos em outros bairros e passeios imperdíveis

33 – Show de Tango

Há quem diga que ir a Buenos Aires e não assistir a um show de tango é o mesmo que não visitar a cidade. Bom, a verdade é que quer você goste ou não do estilo musical, ele é uma das grandes marcas da capital argentina.

Há diversos locais onde você pode assistir a um show de tango. Algumas casas oferecem espetáculos dignos da Broadway com jantar incluído e tudo – dadas as suas devidas proporções, é claro. Por outro lado, há também os locais mais intimistas, como é o caso do show que assistimos no Café Tortoni.

De toda forma, seguem algumas sugestões de shows de tango na cidade:

No entanto, se você quer uma experiência ainda mais autêntica, procure por uma Milonga.

Milongas são os lugares onde os moradores costumam ir para dançar tango. Nessa brincadeira, muitos turistas começaram a procurar por esses locais e hoje em dia vários deles oferecem pequenas aulas de tango.

34 – Feira de Mataderos

É na Feira de Mataderos que você poderá entrar em contato com um pouquinho da cultura gaúcha. Essa é uma feira bem tradicional, com um estilo mais raiz, e também possui muitas barracas de artesanatos, comidas típicas, apresentações de dança e muita parrilla. Assim como a Feira de San Telmo, ela também acontece todos os domingos.

35 – Comidas típicas e restaurantes

O que fazer em Buenos Aires além de visitar os pontos turísticos? Provar tudo de bom e do melhor que a gastronomia portenha para oferecer.

Não deixe de experimentar o alfajor, as medialunas, empanadas, o doce de leite, os tradicionais cortes de carne e os aclamados vinhos argentinos. Confira as nossas dicas de restaurantes em Buenos Aires!

Empanadas Argentinas
Empanadas Argentinas

36 – Estádio Monumental de Nuñez e Museu do River

Se de um lado da cidade você pode visitar o estádio do Boca Juniors, do outro tem o Estádio Monumental de Nuñez, casa do River Plate, para você conhecer também.

Uma coisa interessante sobre o estádio é que ele é o maior do país e também é casa da seleção argentina de futebol. Assim como no rival, também há um museu com a história do River Plate e suas relíquias.

Para os aficionados pelo esporte, há um passeio onde você pode conhecer os dois estádios.

37 – Vida noturna e bares secretos

Buenos Aires tem uma vida noturna muito intensa. São muitos bares e cervejarias funcionando noite afora.

Alguns dos mais procurados são os bares secretos, ou seja, locais que você nem imagina que podem ser um bar. Quer dizer, hoje em dia muitos deles já são famosos e não mais tão secretos, mas valem demais a visita. Esses lugares são inspirados nos bares speakeasy da década de 20 em Nova York, surgidos no intuito de driblar a Lei Seca Americana.

Se você quiser colocar algum no seu roteiro por Buenos Aires, confira algumas sugestões bem legais:

Frank’s: para entrar você precisa descobrir a senha. As dicas são postadas nas redes sociais do bar.

Florería Atlântico: acredite se quiser, mas é no fundo de uma loja de flores que você encontrará esse bar. Dizem que é um dos bares mais intimistas da cidade.

UpTown: um bar subterrâneo onde a entrada é através de uma estação de metrô. É claro que não é uma estação de verdade, mas para entrar no bar você passa até por um vagão de trem.

The Hole Bar: um bar com a decoração totalmente inspirada nas prisões americanas, desde as mesas até as roupas dos atendentes. Quem o visita logo o associa a prisão de Alcatraz, até porque, algumas mesas representam as celas.

38 – Arte de rua

Para quem gosta de arte de rua, alguns pontos de Buenos Aires são um prato cheio! Em Palermo você pode ver vários deles, principalmente na Calle Colegiales. Mas um dos mais emblemáticos é o da Frida Kahlo, que fica na Avenida Dorrego 1735.

Nos bairros de La Boca e na Avenida de Mayo você também pode ver vários grafites e artes de rua.

Mural Frida Khalo
Mural Frida Kahlo

39 – Outlets de Buenos Aires

Gosta de fazer umas comprinhas? Então essa dica do que fazer em Buenos Aires é pra você!

Alguns bairros da cidade possuem outlets que, com um pouco de sorte, você pode encontrar precinhos camaradas. Em Villa Crespo é onde há a maior parte dessas lojas, mas em Barracas e no Distrito Arcos Premium, que fica em Palermo, também há boas opções.

O que fazer em Buenos Aires: passeios de bate e volta saindo da cidade

40 – Tigre

Tigre é um dos bate e voltas mais famosos saindo de Buenos Aires. A cerca de 30 km de capital, a cidade é muito bonitinha e oferece duas atrações muito visitadas: o passeio de barco pelo Delta do Tigre e o Parque de La Costa.

O passeio de barco navega pelos rios e canais de Tigre, passando por cenários cheios de natureza, edifícios históricos e até mesmo residências surpreendentes. Aliás, seria aqui a Veneza Argentina? Haha

Já o Parque da La Costa é o maior parque temático do país e possui diversão tanto para crianças como para adultos.

Você pode fazer esse passeio por conta própria, como nós fizemos e em breve contaremos aqui. Mas também há vários tours saindo de Buenos Aires. Algumas sugestões:

  • Delta Clássico: traslado até Tigre + passeio de barco
  • Delta Completo: traslado até Tigre + passeio de barco + city tour + retorno para Buenos Aires em um cruzeiro pelo Rio da Prata com almoço

41 – Colônia del Sacramento

Para nós, essa é uma das melhores opções do que fazer em Buenos Aires caso você tenha dias livres no roteiro.

Localizada do outro lado do Rio da Prata, no vizinho Uruguai, Colonia del Sacramento é uma cidade encantadora. Completamente histórica e muito charmosa, para conhecê-la você precisa pegar um ferry boat, mas a travessia é rápida, fique tranquilo.

De colonização portuguesa, muitos dizem que Colonia del Sacramento lembra um pouco a nossa querida Paraty.

Nós também a visitamos por conta própria, mas você pode contratar um tour de meio dia ou de um dia inteiro com almoço, ambos incluindo o ferry boat.

42 – La Plata

Quando Buenos Aires foi declarada Distrito Federal, La Plata foi fundada para ser a capital da província (estado) de Buenos Aires, sendo também o seu centro político e administrativo.

Situada a 56 km da capital argentina, La Plata tem um clima de interior, mas possui várias atrações interessantes, como o Museu de Ciência Naturais e a catedral. A cidade também é carinhosamente conhecida como Ciudad de Las Diagonales, pois por ter sido totalmente planejada, ela é cortada por avenidas diagonais.

passeios saindo de Buenos Aires para La Plata que já incluem os ingressos de alguns pontos turísticos.

Precisa de seguro viagem para conhecer Buenos Aires?

A Argentina não exige o seguro viagem para brasileiros visitarem o país. Porém, nós recomendamos que você jamais faça uma viagem internacional sem um seguro viagem. Somente com um seguro você terá cobertura 24h em caso de emergências e atendimentos médicos. Além disso, a maioria dos seguros ainda oferecem assistência odontológica emergencial e até mesmo auxílio com o extravio de bagagem.

Todos os nossos leitores têm desconto com a Real Seguros e ainda podem parcelar qualquer um dos planos em até 12x sem juros. Nós sempre fechamos com eles e nunca tivemos problemas. Inclusive, já precisamos acionar uma vez e deu tudo certo.

Pegue aqui o seu desconto de seguro viagem e parcele em até 12x no cartão de crédito =)

PLANEJE AGORA A SUA VIAGEM

Autor

Carioca de nascimento. Educadora Física de profissão. Viajante de coração. Apaixonada pelas coisas simples da vida e intrigada pelas complexas. Costuma dizer que adora um sol, mas não dispensa os dias nublados.

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.