Atualizado em 15 de novembro de 2021

É em um dos locais mais movimentados da Avenida de Mayo, no número 825, que você encontrará a cafeteria mais famosa de Buenos Aires – talvez da Argentina. Com arquitetura clássica e mais de 160 de história, o Gran Café Tortoni se tornou um grande ponto turístico da cidade e está presente na maioria dos roteiros de quem viaja pela capital argentina.

Café Tortoni: a história do café mais famoso de Buenos Aires

Muito se fala sobre o surgimento do Café Tortoni e há várias histórias espalhadas por aí. Porém, a mais aceita é que ele surgiu em 1858, quando um imigrante francês decidiu abrir um lugar que lembrasse as cafeterias de Paris.

Mas foi somente no final do século 19, quando Dom Celestino Curutchet – também francês – comprou o estabelecimento que o Café Tortoni ganhou um charme especial.

Pela fachada você pode até achar que o casarão não abriga nada demais. No entanto, basta dar o primeiro passo adentro para se impressionar com a elegância do café.

O amplo salão cheio de colunas, lustres e vitrais nos tetos abriga muitas mesas. Mas elas não são suficientes para evitar as grandes filas de turistas que se aglomeram em busca de experimentar algum item especial da cafeteria há mais tempo em funcionamento na cidade. Mesmo que isso signifique encarar preços mais elevados…

Pelas paredes há quadros em homenagem aos ilustres frequentadores do local ao longo dos anos. Carlos Gardel, Albert Einstein e tantos outros intelectuais já passaram algum tempo de suas vidas por ali e alguns deles ganharam até bonecos de cera nos fundos do café.

Aliás, há um espaço subterrâneo que durante anos foi cedido para esses intelectuais se reunirem. O ambiente ficou conhecido como La Peña e funcionou até 1943.

O Café Tortoni ainda conta com duas outras salas – Alfonsina e Eladia -, além de um minimuseu. Hoje em dia, a cafeteria é um considerada um Patrimônio Cultural Argentino.

Os mais pedidos do cardápio

O cardápio do Café Tortoni é extenso e oferece pratos para todas as refeições do dia. Entre os mais pedidos destacam-se os churros com doce de leite ou calda de chocolate, o alfajor e os tradicionais chás da tarde e cafés da manhã continental. Este último é super completo e vem com torradas, geleias, bolos, medialunas, suco, café e doce de leite, é claro.

Mas você também encontrará hamburguesas e carnes como bife de chorizo e lomo. As tábuas de frios ou tapas, como eles chamam, também são muito pedidas, principalmente por aqueles que visitam o lugar a noite.

Delícias do Café Tortoni (Foto: divulgação)

Show de Tango no Café Tortoni

Se você quer ter uma experiência mais completa no Café Tortoni a boa pedida é assistir um dos shows de tango que a cafeteria oferece.

As apresentações acontecem na antiga sala La Peña e embora sejam bem mais simples e não se comparem aos grandes espetáculos que as casas de tango da cidade oferecem, são mais intimistas e valem o preço mais em conta.

Também há show de jazz no local, portanto, confira agenda da casa antes da sua visita.

Nós assistimos a uma apresentação de tango no café e gostamos. Recomendamos como dica do que fazer em Buenos Aires se você quer ver um tradicional show tango, mas não quer gastar tanto.

Mais cafeterias para você visitar em Buenos Aires

Se você curte conhecer cafeterias, Buenos Aires tem várias bem legais espalhadas pela cidade e nós vamos dar algumas sugestões para o seu roteiro. Ah, e se você ainda não sabe muito bem como planejar a sua viagem pra lá, veja as nossas dicas essenciais para a sua viagem para Buenos Aires e leia também as nossas dicas de roteiro em Buenos Aires.

El Federal: bar e cafeteria de 1864 no coração do bairro San Telmo. O ambiente é um caso de amor à parte, todo em madeira e com a sua decoração preservada.

La Poesia: também em San Telmo, o estabelecimento foi fundado pelo poeta e escritor Rubén Derlis que ditou o tom do local. Foi reduto de artistas durante anos e sua decoração é cheia de antiguidades.

El Gato Negro: muito procurado por ter vários tipos de chás, cafés, condimentos e especiarias. Abriu em 1927 e desde então mantém toda a sua decoração original. Eles também oferecem show de Tango e Jazz.

Café Margot: aberto desde 1904 em uma tradicional esquina do bairro Boedo, esse café é histórico e famoso pelo seu strudel de maçã e sanduíche de peito de peru com escabeche.

Las Violetas: mármores italianos são um dos marcos da sofisticação desse antigo café em funcionamento desde 1884. Seu chá da tarde é um dos mais pedidos em Buenos Aires.

Agora que você já sabe quais cafeterias visitar na cidade, não perca as nossas dicas de onde comer em Buenos Aires!

SIGA AS NOSSAS REDES SOCIAIS E NOS ACOMPANHE EM TEMPO REAL =)
Instagram: @cariocasemfronteiras
Facebook: /cariocasemfronteiras

PLANEJE AGORA A SUA VIAGEM

Autor

Carioca de nascimento. Educadora Física de profissão. Viajante de coração. Apaixonada pelas coisas simples da vida e intrigada pelas complexas. Costuma dizer que adora um sol, mas não dispensa os dias nublados.

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.