Atualizado em 18 de julho de 2020

Siena, na Itália, é um dos lugares mais interessantes da região da Toscana. Embora seja pequena, suas ruas e praças medievais oferecem pontos turísticos históricos e cheios de belezas arquitetônicas. Por isso, vamos dar todas as dicas sobre o que fazer em Siena, além de dicas de onde comer, onde se hospedar e onde ficar na cidade.

Neste post você verá:
(você pode clicar diretamente no assunto que mais te interessar ou ler o texto todo)

-História de Siena e como encaixá-la em sua viagem pela Toscana

Principais pontos turísticos

-Roteiro para 1 ou 2 dias na cidade

-Onde se hospedar

-Dicas de restaurantes

-Como chegar em Siena

-Preciso de seguro viagem para conhecer a cidade?

Siena, na Toscana, Itália

A narrativa de Siena está completamente ligada à Mitologia Romana. O conto diz que os filhos de Remo – que em conjunto com o irmão Rômulo fundou Roma – foram os responsáveis por fundar a cidade. Aliás, é exatamente por isso que você verá inúmeras estátuas da famosa Loba Capitolina pelas ruas, mas falaremos mais disso em um post sobre Roma.

Após ter sido fundada por Senio e Ascanio, filhos de Remo, Siena passou por anos de história. Apesar de possuir mais de 800 anos, seu apogeu somente aconteceu entre 1260 e 1348. Ao longo desse tempo, rivalidades com a sua vizinha Florença e uma devastação devido a Peste Negra marcaram sua linha do tempo.

Porém, hoje em dia, Siena é uma cidade vibrante e recebe turistas do mundo inteiro em busca de belas paisagens e de tamanha preservação da sua estrutura medieval.

Como encaixar Siena na sua viagem pela Toscana: logística do nosso roteiro

A nossa viagem pela Toscana foi feita toda de carro e essa é de longe uma das melhores formas de conhecer a região. Porém, quem não dirige também não ficará desemparado e ao longo do artigo vamos explicar como conhecer Siena de transporte público. Aqui você confere as melhores tarifas de aluguel de carro sem cobrança de IOF e com parcelamento no cartão. E aqui você pode ler nossas sugestões de roteiro na Toscana para quem vai pela primeira vez.

Nós escolhemos Florença e Siena como as duas bases para a nossa viagem. Desta forma, conheceríamos ambas e estaríamos bem localizados para fazer alguns bate e voltas pelas Toscana. Ou seja, foi uma forma de otimizar nosso tempo.

Ficamos 2 noites em Siena e nos hospedamos próximo ao centro histórico, mas não dentro dele. Sendo assim, estávamos em um bom local para conhecer a cidade toda a pé e não tínhamos problema em relação a estacionar o carro. Na Itália isso é um problema sério e em breve faremos um post com várias dicas de como dirigir no país.

Em um dia conhecemos os pontos turísticos de Siena e nos demais aproveitamos para percorrer seus arredores. Então, aproveitamos para visitar Montalcino e Montepulciano, Pienza, Monteriggioni e San Gimignano. Como provavelmente você também pretende conhecer várias cidades italianas, a escolha da sua base é imprescindível para não perder tempo com deslocamentos.

O que fazer em Siena: os pontos turísticos mais imperdíveis da cidade

1 – Se encantar com a Piazza del Campo

Nossa primeira dica do que fazer em Siena é visitar a Piazza del Campo, a principal praça da cidade. Ela é enorme e há muitos bares, restaurantes, cafés e lojas no seu entorno. Em sua parte mais alta você encontrará uma réplica da Fonte de Gaia com suas passagens bíblicas em alto relevo.

Piazza del Campo
Piazza del Campo

Também é nesta praça que acontece o Palio di Siena, uma das festas mais famosas da região. O palio é uma comemoração em homenagem a Nossa Senhora da Assunção e ocorre anualmente nos meses de julho e agosto. Trata-se de uma corrida de cavalos, onde as 17 contradas (ou bairros) de Siena disputam entre si quem dá a volta mais rápida ao redor da praça.

Mas não pensem que é um torneio bobo, pois a festividade aqui é das grandes, além de ser histórica. Cada contrada tem seu próprio brasão, de forma que você pode vê-los espalhados pelas ruas demarcando qual área pertence a quem. Mas hoje em dia, a rivalidade de anos se tornou apenas uma bela festa.

2 – Conhecer o Palazzo Pubblico e a Torre del Mangia

Ainda na Piazza del Campo, você irá encontrar o imponente Palazzo Pubblico, que abriga a prefeitura da cidade desde 1930. Dentro dele há o Museu Civico, com um acervo de afrescos, documentos e objetos que contam sobre o nascimento da cidade e sua época de glórias.

Palazzo Publico Siena
Interior do Palazzo Publico

Além do mais, é dentro desse edifício que se encontra a entrada para a Torre del Mangia (ou Torre do Sino). Com 102 metros de altura, ela é tão alta quanto a Duomo di Siena e possui vista para toda a cidade. É possível chegar em seu topo após subir cerca de 400 degraus. E o valor da entrada é €10, mas caso você queira combinar a visita com o Palazzo Pubblico, a entrada fica em €15.

-> Você também pode gostar:
Dolomitas, tudo o que você precisa saber sobre essa região dos Alpes Italianos
– Lago di Braies, um dos mais incríveis das Dolomitas e da Itália
– Piazzale Michelângelo e a vista mais bonita de Florença
-Monteriggioni, de fortaleza na Toscana a cenário de video game

3 – Admirar a Duomo di Siena

Um dos pontos turísticos mais visitados em Siena, a Duomo di Siena não poderia ficar de fora das nossas dicas do que fazer na cidade. Mas confesso que inicialmente sua fachada de mármore branco não nos chamou muito a atenção. Porém, bastou um olhar mais atento para percebermos a riqueza dos seus mosaicos.

Duomo di Siena

O interior da catedral não fica para trás, já que possui esculturas de Michelangelo e Donatello, dois artistas muito importantes na história da Arte. Como nós não somos do time que curte muito o turismo religioso, optamos por não entrar. Nossa cota de igrejas já havia se acabado com a Basílica de São Pedro no Vaticano – que por sinal, é linda demais!

Caso você queira conhecer a parte interna da Duomo di Siena, a melhor opção é adquirir um bilhete que dê direito a visitar a cripta da catedral, o batistério, a Livraria Piccolomini e o Museu dell’Opera, além da igreja. Nesse link aqui você pode conferir todas as opções.

4 – Visitar o Museu dell’Opera Metropolitana

O Museu dell’Opera é o que sobrou de uma obra de expansão da Duomo di Siena. A princípio, a ideia era transformá-la na maior catedral existente na época, porém a obra nunca terminou. Apesar disso, o espaço foi usado para criar um museu que guarda os tesouros da igreja e alguns objetos que seriam utilizados em sua fachada.

Nós decidimos conhecer o museu por um motivo muito específico, já que tínhamos que passar por ele para conhecer um dos pontos turísticos que mais queríamos ver em Siena (falaremos sobre isso no próximo tópico). Porém, acabou que a visita se tornou especial e nós gostamos do seu acervo. Ou seja, foi uma surpresa boa na cidade.

Museu dell'Opera Metropolitana
Museu dell’Opera Metropolitana

5 – Apreciar a paisagem do alto do Facciatone

O Facciatone é a fachada inacabada do que seria a expansão da Duomo di Siena e para chegar até ele é necessário passar por dentro do Museu dell’Opera. Mas o que teria de tão especial em uma fachada inacabada? A sua vista, é claro.

Facciatone Siena
Facciatone

Para chegar até o seu topo é necessário subir por uma escada em caracol bem apertadinha, mas te garanto que o visual lá de cima compensa cada volta que você dará. Como o acesso é limitado a uma quantidade de pessoas por vez, provavelmente você encontrará uma pequena fila antes de subir. Entretanto, a espera não costuma ser longa e nós tivemos que aguardar por cerca de 15 a 20 minutos, apenas.

De cima do Facciatone você verá até mesmo a cúpula da Duomo, assim como também terá uma visão ampla para o Val d’Orcia, uma das áreas mais bonitas da Toscana, ao sul da cidade. Desta forma, essa é uma das dicas mais legais do que fazer em Siena, na nossa opinião.

Facciatone
Do alto do Facciatone

6 – Visitar a Fortezza Medicea

A Fortezza Medicea foi construída entre 1561 e 1563 por Cosimo I di Medice, enquanto Siena ainda estava sob o domínio da família Medici de Florença. O intuito era proteger a cidade e evitar qualquer retomada da independência de Siena.

Hoje em dia o lugar é um jardim público tido como um dos mais bonitos da cidade, mas infelizmente erramos na programação do dia e não conseguimos visitá-lo.  

Fortezza Medicea
(Foto: www.sienaonline.it.com)

7 – Se perder nas ruas medievais da cidade

Eu sei que a princípio isso parece uma sugestão um tanto quanto clichê, mas reserve algum tempo do seu dia em Siena para aproveitar e caminhar pelas ruas medievais. Acredite, algumas reservam cantinhos especiais e tesouros que você só irá descobrir se não tiver muita pressa.

Ande com calma pelas vielas, conheça algumas lojas de produtos locais e se encante com artistas de rua tocando despretensiosamente em alguma esquina. Enfim, reserve um tempinho para apreciar a cidade com calma. Se quiser fazer um tour guiado, há alguns com duração de 2 horas e preços justos.

8 – Conheça o complexo Santa Maria della Scala

O Santa Maria della Scala foi um dos primeiros hospitais europeus. O local funcionava como um complexo e recebia principalmente peregrinos e pessoas de baixa renda.

Hoje em dia ele funciona como museu e seu acervo conta com vários afrescos, esculturas, utensílios seculares e até mesmo arte etrusca e renascentista. Aliás, a Fonte de Gaia original se encontra dentro dele, já que a réplica está na Piazza del Campo. A entrada custa €9, porém, há um combo de ingresso que junta o complexo da Duomo di Siena com a Santa Maria dela Scala e você pode conferir o preço aqui.

Foto: www.santamariadellascala.com/

9 – Pinacoteca Nazionale

Para quem gosta de arte, a Pinacoteca Nazionale é um prato cheio em Siena. No edifício de você verá tanto obras italianas como de outros países. Seu acervo é exposto em ordem cronológica através dos seus três andares de exposição. Aliás, você encontrará muitos afrescos renascentistas por lá. Para maiores informações, clique aqui para ver o site oficial.

10 – Basilica di San Domenico

Embora não seja uma das mais famosas da Itália, a Basilica di San Domenico tem uma grande importância pois é nela que se encontra a Capela de Santa Catarina de Siena. Nascida em Siena, a Santa Padroeira do país frequentava a basílica e por isso há alguns de seus restos mortais no local. Como a basílica é enorme, provavelmente seu olhar a encontrará de algum ponto da cidade. Infelizmente ela estava fechada nos dias em que estivemos em Siena, mas se você gosta de turismo religioso, confira aqui o site oficial e planeje a sua visita.

11 – Bate e volta para cidades vizinhas

Sobrou um tempinho no roteiro? Que tal fazer um bate e volta para alguma cidade próxima de Siena? Uma boa sugestão é Monteriggioni, uma antiga cidade fortaleza localizada a cerca de 30 minutos de Siena. Leia tudo sobre Monteriggioni aqui. Outras cidades muito visitadas por quem passa por Siena são Montalcino, Montepulciano, Pienza e San Gimignano.

Monteriggioni
Monteriggioni

Estando com um carro alugado é muito tranquilo de fazer esse deslocamento entre as cidades, mas caso você não esteja, confira as seguintes excursões saindo de Siena:

Sugestão de roteiro em Siena

No geral, Siena é pequena e em 1 dia você consegue ver praticamente tudo na cidade. Entretanto, confira abaixo nossas sugestões de roteiro com os passeios em ordem para facilitar a sua viagem. É só colocar no GPS e ser feliz! =)

O que fazer em Siena em 1 dia

1 – Piazza del Campo
2 – Palazzo Pubblico e Torre del Mangia (vista apenas por fora, sem subir)
3 – Duomo di Siena (visita à cripta, ao batistério e à Livraria Piccolomini)
4 – Museo dell’Opera
5 – Facciatone (subindo até o seu topo)

Esses passeios são uma boa sugestão do que fazer em Siena em 1 dia, sem correria e aproveitando os lugares. Você pode inverter e subir a Torre del Mangia em vez do Facciatone ou até mesmo subir os dois. Mas todos que vão até o topo de ambos dizem que a vista do Facciatone é melhor.

O que fazer em Siena em 2 dias

Se você tem 2 dias em Siena, pode acrescentar os demais passeios da lista como Fortezza Medicea, Santa Maria della Scala, Pinacoteca Nazionale e Basilica di San Domenico.

Aliás, se você tiver pique pode acordar bem cedinho, escolher duas cidades vizinhas para conhecer e ainda encerrar o dia em um desses lugares acima. Essa é a melhor opção para você fazer um roteiro mais abrangente sem deixar de ser tranquilo.

Dica de onde ficar em Siena

Nós ficamos em um apartamento muito bem localizado no centro de Siena, pertinho das principais ruas do centro histórico. Optamos por esse estilo de hospedagem porque como estávamos em 5 pessoas, era o melhor custo x benefício.

Fizemos a reserva pelo Booking e não tivemos problema algum. Você pode conferir aqui os diversos apartamentos para alugar na cidade. Por outro lado, no AirBnb também há diversas opções legais de casas e apartamentos para alugar em Siena e através desse link aqui nós te damos até 179 reais em desconto na sua primeira reserva. Em breve faremos um post mais completo aqui no blog sobre hospedagem em Siena.

Mas se você está viajando sozinho ou prefere hotéis, confira algumas sugestões abaixo:

  • Salicotto 56: hotel simples no centro, mas com ótimas tarifas.
  • Casacenti: B&B charmoso localizado a 2 minutos da Duomo di Siena e com preço justo.
  • B&B Quattro Cantoni: muito bem avaliado, esse B&B está a cerca de 5 minutos a pé da Piazza del Campo e possui preços atrativos.
  • Grand Hotel Continental: hotel luxuoso e requintado, porém, bem mais caro que os demais. Suas 5 estrelas fazem jus ao preço.
  • Il Lavandeto: hotel muito charmoso, perfeito para quem gosta de agriturismo. Preços dentro do padrão para esse estilo de hospedagem.

O que fazer em Siena: aproveitar a gastronomia! Veja onde comer na cidade

La Taverna del Capitano

Demos a bobeira de deixar para almoçar após às 15 horas e encontramos a maioria dos restaurantes fechados. Aliás, vale ressaltar que conhecemos a Toscana em pleno inverno e durante essa época do ano isso é mais que comum de acontecer. Se você quiser saber se vale a pena conhecer a Toscana no inverno, leia esse artigo aqui.

Tamanha foi a nossa surpresa quando achamos o La Taverna del Capitano, uma típica cantina italiana, aberta. Além do ambiente agradável, o restaurante pratica ótimos preços, o que facilita para quem gostar de comer bem pagando valores justos.

Taverna del Capitano
La Taverna del Capitano

Como a fome era grande, infelizmente não tiramos fotos dos pratos. Mas a comida estava saborosa e o atendimento foi acolhedor. Nossa conta para 5 pessoas deu €84 no total.

Ristoburger Easy

Como assim? Hamburguer na Terra das Pastas? Sim, senhor! Depois de 10 dias de viagem comendo pratos tipicamente italianos, chutamos o balde e procuramos uma lanchonete.

O Ristoburger Easy serve desde hambúrgueres tradicionais a hot dogs e lanches veggies. Achamos os lanches bem servidos e os valores dentro do padrão. E embora o lugar estivesse bem cheio, não demorou nada para sermos atendidos.

Ristoburger Easy
Ristoburger Easy

Mais dicas de onde comer em Siena: outras opções de restaurantes

Como ficamos apenas dois dias inteiros em Siena, só fomos nesses dois restaurantes. Porém, recebemos várias indicações legais e vamos compartilhar com vocês.

Osteria La Sosta di Violante

Localizado no centro de Siena, a cerca de 400 metros da Piazza del Campo, é especializado em massas e carnes. Costuma ficar bem cheio, sendo necessário fazer reserva, principalmente se você quiser se sentar do lado de fora. Confira aqui o site oficial.

La Piccola Ciaccineria

Localizado a 300 metros da Piazza del Campo, perto da Pinacoteca Nazionale, a pizzaria é simples, mas muito bem indicada pelos locais. As fatias variam entre €1 e €2, e a pizza inteira grande entre €11 e €14. Veja aqui o site da pizzaria.

L’Oro di Siena

Um pouco mais distante do centro, a cerca de 12 minutos de caminhada da Piazza del Campo, o restaurante é uma notável opção para quem gosta de alta gastronomia. Com um cardápio fino e requintado, seus preços são um pouco acima da média para padrões mochileiros, mas compensam para quem está com uma folguinha no orçamento. Veja o site do restaurante aqui.

Toscana Golosa

A 500 metros da Piazza del Campo, recebemos a indicação desse empório quando perguntamos onde poderíamos comer boas tapas. Acabamos por comprá-las no mercado e fizemos nosso próprio happy hour no apartamento, mas fica aqui a indicação de um bom restaurante em Siena para comer tábuas de frios acompanhadas de um bom vinho. Confira a página oficial do empório no Facebook.

Como chegar em Siena, na Toscana

Agora que você já sabe tudo o que fazer em Siena, vamos te explicar as diversas formas de se chegar na cidade. Porém, vamos usar as cidades de Roma e Florença como ponto de partida.

Como ir de Roma para Siena

Trem

Embora viajar de trem pela Itália seja sempre uma das melhores opções, ir de Roma para Siena de trem não se encaixa muito bem nisso. Não há um trem direito entre as duas cidades, de forma que você deverá fazer uma baldeação em Florença ou em Chiusi Chianciano Terme. Em seguida, você deverá pegar um ônibus ou outro trem até Siena. Ou seja, não tão cômodo assim.

Só achamos essa opção válida caso você queira ficar alguns dias em Florença, do contrário não a indicamos. A viagem dura em torno de 4 horas e você pode consultar os valores no site da Trenitalia.

Carro

Uma das melhores formas de ir de Roma para Siena é de carro. As estradas são boas e em cerca de 2h30min você chegará no seu destino. Você deverá pegar a autoestrada A1dir/E35 e percorrer 231 km até Siena. Mas vale informar que essa estrada possui pedágios. Para conferir as melhores locadoras de carro em Roma clique aqui.

Ônibus

Uma forma econômica e prática de chegar em Siena partindo de Roma é usando o serviço de ônibus. Ao contrário do que muitos pensam, é seguro e fácil viajar de ônibus pela Europa. Inclusive, nós fizemos diversos trajetos entre países quando visitamos o Leste Europeu.

Para isso, você deverá ir até a estação de ônibus de Roma, a Autostazione Roma Tiburtina, que fica próxima da estação de trem de mesmo nome. Para vocês terem ideia, a passagem de ônibus pela Flixbus custa entre €13 e €20 e dura cerca de 3 horas em um percurso direto.

Excursões saindo de Roma

Embora não seja tão comum, algumas empresas de turismo fazem excursões para Siena saindo e Roma. Algumas sugestões para vocês:

1 – Siena + San Gimignano + Chianti + vinhos e petiscos: confira aqui a disponibilidade

2 – Siena + San Gimignano em tour semi privado: confira aqui a disponibilidade

Como ir de Florença para Siena

Trem

Ir de Florença para Siena de trem já é um pouco mais fácil do que sair de Roma. Os trens são diretos e a viagem dura mais ou menos 1h30min. Você deverá pegá-los na Estação de Trem Santa Mariana Novella e chegará diretamente na estação de Siena. Você pode conferir os preços das passagens no site da Trenitalia.

Carro

Chegar em Siena partindo de carro de Florença é muito fácil. Aliás, essa foi a nossa opção, já que estávamos em um roteiro na Toscana. Você deverá pegar a rodovia SS73 e depois a SS674. Se você colocar Siena no GPS não terá erro e em cerca de 1 hora você chegará. Alugamos o carro através da RentCars pois podíamos parcelar e não havia cobrança de IOF.

Ônibus

Ir de Florença para Siena de ônibus também é bem tranquilo. Vá até o terminal de ônibus de Florença, que fica na Piazza della Stazione 60R, atrás da estação de trem. Quem faz o trajeto é a empresa Tiemme, a viagem dura cerca de 1h30min e passagens ficam na faixa de €10.

Excursões saindo de Florença

Por outro lado, se você prefere comodidade, pode fechar algum passeio saindo de Florença para Siena. Algumas sugestões interessantes:

1 – Combo Siena + San Gimignano + Monteriggioni + almoço + degustação de vinhos em Chianti: confira aqui a disponibilidade

2 – Pôr do sol em Siena + Jantar com vinhos em Chianti: confira aqui a disponibilidade

3 – Siena + San Gimignano + Pisa + almoço com vinho: confira aqui a disponibilidade

Preciso de seguro viagem para visitar Siena?

Sim, precisa. O seguro viagem é obrigatório para quem visita a Itália, assim como ocorre em vários outros países europeus. Saiba mais lendo o nosso artigo sobre Seguro Viagem Europa. Além disso, somente com o seguro você terá cobertura e assistência caso precise de qualquer tipo de atendimento médico de emergência. Nós sempre fechamos os nossos com a Real Seguros e todos os nossos leitores têm desconto em qualquer plano.

Pegue aqui o seu desconto de seguro viagem e parcele em até 12x no cartão de crédito =)

Você também pode gostar desses artigos sobre a Itália:

SIGA AS NOSSAS REDES SOCIAIS E NOS ACOMPANHE EM TEMPO REAL =)
– Instagram: @cariocasemfronteiras
– Facebook: /cariocasemfronteiras

♦PLANEJE A SUA VIAGEM♦

  • Confira a nossa página de descontos ativos e economize agora na sua viagem!
  • Reserve a sua hospedagem através do Booking e garanta as melhores tarifas. Fique tranquilo porque reservando através do nosso blog você não pagará nenhuma taxa extra. E além disso ainda nos ajuda a mantê-lo no ar, criando cada vez mais conteúdos gratuitos e de qualidade.
  • Reserve seus hostels através do Hostelworld e garanta a sua hospedagem nos melhores hostels do mundo.
  • Reserve uma casa ou apartamento através do AirBnb e ganhe até 350 reais em crédito na sua primeira reserva pelo site.
  • Compre seu seguro viagem com a Real Seguros e tenha os maiores descontos e as melhores formas de pagamento, inclusive parcelando em várias vezes no cartão de crédito
  • Reserve os melhores passeios e experiências com a Get Your Guide e com a Civitatis.
  • Alugue o seu carro com até 60% de desconto. Parcele no cartão e sem cobrança de IOF pela RentCars. Além disso, todo o valor é gerado em reais.
  • Viaje conectado! Compre seu chip de celular Viaje Conectado da Yes Brasil com internet 4G para usar no exterior.
  • Compre seus equipamentos fotográficos e roupas de inverno com a Amazon.
  • Compre seus ingressos antecipados através da Tiqets e evite filas nas atrações mais famosas do mundo.
Autor

Carioca de nascimento. Educadora Física de profissão. Viajante de coração. Apaixonada pelas coisas simples da vida e intrigada pelas complexas. Costuma dizer que adora um sol, mas não dispensa os dias nublados.

9 Comments

  1. Lucia Maria de Jesus Responder

    Vou à Itália em maio do próximo ano. , Será a terceira vez, mas ainda não conheço Siena; só então vou conhecer. Valeu muito as dicas!

  2. Boa noite! Estarei na Itália em outubro e pretendo passar um dia em Siena. Gostei muito de suas dicas.
    Uma pergunta: na estação de trem de Siena tem guarda-volume?

    • Oi, Jamile! Não estivemos na estação de trem de Siena, então, não sei te dizer. Todas as estações de trem que passamos na Itália tinham… acredito que lá também tenha, mas o ideal seria você confirmar. Uma sugestão é você perguntar pra algum dos hotéis da Toscana onde você ficará hospedada.

  3. Olá Dhebora, Estamos indo, minha esposa e eu, para a Itália em maio/20 e faremos de trem Milão, Veneza, Museu Ferrari e Florença. No último dia em Florença alugaremos um carro e faremos base em Siena, para conhecer os vilarejos durante 5 dias. Tenho 2 perguntas sobre Siena:
    1) Você diz no post que ficou em siena em um apartamento perto do centro. Você alugou pelo Airbnb ? Poderia passar o link ou outro contato ?
    2)Como você fez para parar o carro durante a noite ? O apartamento tinha estacionamento grátis ?

    Desde já agradeço

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.