Praga

Castelo de Praga, o que fazer no maior castelo do mundo

O Castelo de Praga é uma das principais atrações da cidade de Praga, na República Tcheca. Muitos turistas se entusiasmam com a ideia de visitar o castelo que é considerado o maior do mundo. E a visita é realmente muito interessante, mas possui algumas peculiaridades. Engana-se quem pensa que encontrará no local toda aquela estrutura dos castelos medievais que estamos acostumados a ver nos filmes e fotografias de tantos lugares do mundo. Não, o famoso castelo dos Reis da Boêmia não é assim. Um gigantesco complexo de edifícios, palácios, museus e jardins formam o grandioso castelo, e de medieval mesmo só a suntuosa Catedral de São Vito. Mas se ainda assim você quiser conhecer tudo tintim por tintim – e nós aconselhamos que você o faça – vamos dar as dicas do que fazer nesse ponto turístico super famoso mundo à fora.

 

-> Na cidade de Dévin, na Eslováquia, tem um castelo com mais de 1000 anos de história e foi uma das vistas mais bonitas da nossa viagem!

 

Catedral de São Vito
Catedral de São Vito no complexo do Castelo de Praga

 

A história do Castelo de Praga

A construção do Castelo de Praga começou no ano de 880 durante a dinastia Premyslid, a mais famosa de Praga. Durante os anos, os governantes que ali habitaram promoveram inúmeras modificações e ampliações em toda a estrutura do complexo. Novos edifícios foram construídos e novas alas foram adicionadas à edifícios antigos. Hoje em dia é possível ver um misto de estilos arquitetônicos em cada cantinho das construções, desde traços do estilo românico presentes em detalhes do Século X até traços góticos, típicos de construções do Século XIV. Atualmente o Castelo de Praga abriga a residência presidencial e sua área de quase 70 mil m² é considerada Patrimônio da Humanidade pela UNESCO.

 

 

O que fazer no Castelo de Praga

 

1 – Catedral de São Vito

Vou começar logo por ela porque é o edifício mais imponente de todos os que estão dentro do complexo do Castelo de Praga.  A Catedral de São Vito é tão impressionante que olhando de longe parece até que ela é o Palácio Real do castelo. Mas não desanimem agora que vocês já sabem que ela é apenas uma igreja. A catedral é um dos ícones mais importantes de todo o complexo e também é o templo religioso mais importante da cidade de Praga.

Catedral de São Vito
Se você ficar no castelo até quase o horário das atrações fecharem você encontrará a Catedral de São Vito sem quase ninguém na frente

A catedral toda em estilo gótico começou a ser construída em 1344 e somente ficou pronta em 1929. Quase 600 anos para construir uma igreja só poderiam resultar em algo espetacular, não é mesmo? Todo esse tempo de construção resultou em um exterior fascinante e um interior cheio de detalhes. Além de abrigar muitos objetos de valores como as jóias da coroa, a Catedral de São Vito abriga a tumba de São João Nepomuceno com suas duas toneladas de prata e a capela de São Venceslau com pedras preciosas em seu painel.

 

-> Você sabia que o seguro viagem é obrigatório para quem visita a Europa? Compre o seu seguro com a Seguros Promo tenha 5% de desconto usando o código CARIOCA5

 

2 – Golden Lane

A Golden Lane também é um lugar que vale a pena você perder um tempinho durante a sua visita ao Castelo de Praga. É lá que você vai entender melhor como era a vida de algumas pessoas que trabalhavam no castelo. São várias casinhas que durante os anos abrigaram defensores, atiradores do castelo e também alguns ourives. Até mesmo alguns artistas e escritores como Franz Kafka já moraram em uma dessas casinhas. Hoje em dia elas funcionam como se fossem um pequeno museu, com objetos e mobílias da época de funcionamento do castelo. Algumas também foram transformadas em lojas de souvernir e pequenas lanchonetes.

Golden Lane
Casinhas na Golden Lane

Na Golden Lane há um acesso para a Torre Daliborka, que fez parte do sistema de fortificação do castelo. Hoje em dia há uma exposição medieval de armas, armaduras e instrumentos de tortura que fizeram parte da história do castelo.

Torre Daliborka
Vários objetos de tortura

 

-> Confira 4 lugares diferentes para você conhecer em Praga

 

3 – Antigo Palácio Real

O Palácio Real era a residência dos reis – meio óbvio, eu sei. Era lá onde eram oferecidas festas, banquetes e tudo mais que envolvesse o reinado. O local é enorme e sua arquitetura em estilo gótico impressiona todos os visitantes que passam por suas salas.

Palácio Real Castelo de Praga
Salão Vladislau no Palácio Real, onde ocorriam as festas, banquetes e demais cerimônias

A Exibição Permanente da História do Castelo de Praga se encontra dentro do antigo Palácio Real e você encontrará tudo a respeito da história do castelo, incluindo relíquias originais e réplicas de jóias da coroa.

 

4 – Basília de São Jorge

A Basília de São Jorge foi construída em 920 e apesar de não ser tão majestosa e suntuosa como a Catedral de São Vito, vale a pena a visita. Você já estará por lá mesmo, né? Sua arquitetura é um mistura danada, assim como muita coisa em todo o complexo do Castelo de Praga. Por fora, uma fachada barroca que foi construída muito tempo depois, e por dentro sua aparência românica continua mantendo presença. As tumbas de alguns membros da dinastia Premyslid estão situadas na parte principal da igreja.

 

5 – Torre de Pólvora

A Torre de Pólvora era a maior das torres de canhões, mas suas defesas nunca precisaram ser testadas. Hoje em dia ela abriga uma exposição militar permanente sobre a guarda do castelo.

Torre de Pólvora
Torre de Pólvora

 

 

-> Reserve a sua hospedagem em Praga através do Booking. Você não pagará nenhuma taxa a mais por isso, terá segurança na sua reserva e ainda ajudará o blog a continuar no ar criando cada vez mais conteúdos gratuitos.

 

 

6 – Palácio Rosenberg

Construído no Século XV, o Palácio Rosenberg é o antigo palácio da família nobre de mesmo nome. Em 1756 o local virou residência de mulheres nobres. Hoje em dia o local abriga exposições e também salas do Ministério do Interior.

Palácio Rosenberg
O teto do Palácio Rosenberg é uma atração!

 

7 – Jardins do Castelo de Praga

Todo jardim de castelo europeu é lindo. É claro que o de Praga não poderia ser diferente. São mais de cinco jardins gratuitos abertos à visitação e vale a pena visitar pelo menos um deles. Você vai se impressionar com a vista! Por falta de tempo não visitamos todos, mas bem que queríamos, viu?

Jardins do Castelo de Praga
Vista de um dos Jardins do Castelo de Praga
Jardins do Castelo de Praga
Vista do Castelo de Praga para a cidade

 

 

-> Veja 16 coisas que você não pode deixar de fazer em Praga

 

Ingressos e circuitos do castelo

Há três tipos de ingressos disponíveis para você visitar o Castelo de Praga:

  1. Circuito A: Esse é o mais completo e incluiu a Catedral de São Vito, Antigo Palácio Real, Basílica de São Jorge, a exposição A História do Castelo de Praga, Golden Lane, Torre Daliborka e Rosenberg Palace.
    Preço: 350 CZK (fizemos esse)
  2. Circuito B: Esse circuito é menor, mas contempla muitas das atrações mais importantes. São elas: Catedral de São Vito, Antigo Palácio Real, Golden Lane e Torre Daliborka.
    Preço: 250 CZK
  3. Circuito C: Exposição Os Tesouros da Catedral de São Vito e Galeria de Arte do Castelo de Praga.
    Preço: 350 CZK

Os ingresso são válidos para dois dias consecutivos e você pode comprá-los assim que entrar no castelo, no centro de informações. Vale lembrar que inúmeras áreas do complexo do castelo são gratuitas e abertas ao público, inclusive a maioria dos jardins. Mas confira sempre o horário e os meses em que eles se encontram abertos.

Castelo de Praga
Só eu AMO esses detalhes?

Fotografar dentro dos edifícios é permitido, porém você terá que pagar uma taxa de 50 CZK por equipamento e ganhará uma pulseirinha de permissão. Bom, vimos muitas pessoas fotografando sem a pulseira, mas nós achamos melhor seguir a regra e pagamos a tal da taxa. Para maiores informações sobre ingressos e regras confira aqui no site oficial.

 

Como chegar no Castelo de Praga

A maneira mais fácil, mais rápida e menos cansativa de chegar no Castelo de Praga é com o combo metrô + tram. A estação de metrô mais próxima do castelo é a Malostranská, no bairro Malá Strana. De lá é só pegar o Tram 22 e descer na estação Pražký Hrad. Da estação do tram até a entrada do complexo, onde há o detector de metais, não dá nem 5 minutos de caminhada. Molezinha.

Como chegar no Castelo de Praga
Mapa de como chegar no Castelo de Praga (Foto: www.hrad.cz)

Você também pode chegar até o Castelo Praga caminhando pelas escadarias do castelo. Para isso basta usar o acesso pela Lesser Town (vide mapa) ou o acesso indicado como Malostranská (vide mapa).

 

 

 

♦PLANEJE A SUA VIAGEM♦

 

  • Reserve a sua hospedagem através do Booking e tenha opções de pagamento mais flexíveis. Mas caso você queira parcelar a sua hospedagem, confira todas as opções de parcelamento do Hoteis.com.
  • Alugue o seu carro com até 60% off, com parcelamento no cartão de créditosem cobrança de IOF e com os valores em reais pela RentCars
  • O seguro viagem é obrigatório na Europa. Ganhe 5% de desconto no seu seguro viagem usando o cupom CARIOCA5 em pagamentos à vista na Seguros Promo. Caso opte pelo pagamento em cartão crédito você pode parcelar em até 12 vezes sem juros.

 

 

Compartilhar

Dhebora Sancho

Carioca de nascimento. Educadora Física de profissão. Viajante de coração. Apaixonada pelas coisas simples da vida e intrigada pelas complexas. Costuma dizer que adora um sol, mas não dispensa os dias nublados.

5 thoughts to “Castelo de Praga, o que fazer no maior castelo do mundo”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *