Vinícola na Toscana

Vinícola na Toscana: degustação em uma vinícola familiar de San Gimignano

Se uma boa viagem por Roma não se encerra sem um bom vinho, uma boa viagem pela Toscana sequer acontece na falta dele. Talvez você concorde comigo, talvez não. Mas eu acho que Toscana e Vinho são como Feijão com Arroz, Pipoca com Guaraná… exceto Queijo com Goiabada, porque eu não gosto mesmo haha. Enfim, eles se completam e é difícil pensar em um sem automaticamente lembrar do outro. Por isso, durante o nosso roteiro fizemos questão de conhecer alguma vinícola na Toscana, já que a região é a maior produtora de vinho da Itália. Mas como queríamos conhecer algo menor e menos comercial, recebemos uma ótima indicação durante nosso tour a pé por Florença e fomos conferir. E no final das contas, valeu muito a pena! Até porque, fomos muito bem atendidos, comemos muito bem e bebemos vinhos maravilhosos.

Vinícola na Toscana
Fontaleoni, a vinícola na Toscana escolhida para a nossa degustação

 

Vinícola na Toscana: conhecendo a Fontaleoni

Nossa indicação de vinícola na Toscana era a Vinícola Fontaleoni, em San Gimignano. Fundada em 1959 e com um total de 50 hectares, a Fontaleoni mantém algumas tradições que garantem uvas de altíssima qualidade. O tipo de colheita, por exemplo, é todo feito de forma manual até os dias de hoje. Além disso, toda a administração do lugar continua nas mãos da família que o criou (família Troiani). De forma que quem nos conduziu durante o nosso tour foi uma menina chamada Simona, que além de ser uma das donas da vinícola, é filha do fundador Giovanni Troiani. Por isso, o atendimento é tão próximo que a gente se sente super acolhido. Ou seja, algo completamente diferente do nosso tour pela Concha y Toro no Chile e do tour que fizemos pela vinícola Miolo na Serra Gaúcha.

Fontaleoni
Entrada da Fontaleoni

 

Quais são os tours na Fontaleoni

Existem três tipos de tours disponíveis na Fontaleoni. São eles:

  • Classic: tour pela vinícola + degustação de três tipos de vinho, acompanhados de pães e queijo pecorino.
  • Toscany: tour pela vinícola + degustação de quatro tipos de vinho, acompanhados de uma travessa de frios.
  • Lunch Tasting: tour pela vinícola + cinco tipos de vinho, acompanhados de um menu típico da Toscana.

Como nós não somos bobos nem nada, escolhemos logo a degustação completa. Até mesmo porque nesse dia aproveitamos para fazer um tour pela cidade de San Gimignano e reservamos o final do dia para almoçar e conhecer uma vinícola na Toscana. Entretanto, se você não é tão fã desse tipo de turismo, acredito que o tour clássico te atenderá super bem.

 

Para visitar San Gimignano, utilizamos Siena como cidade base. As opções de hospedagem em Siena são enormes, desde hotéis até apartamentos. Nós ficamos em um apartamento super bem localizado e com um ótimo preço, ainda por cima. Mas caso você queira se hospedar dentro de San Gimignano, dê uma olhada nas charmosas opções disponíveis.

 

Como é o Lunch Tasting da Fontaleoni (degustação + almoço + tour pela vinícola)

O caminho até a Fontaleoni já é algo que causa uma certa ansiedade e expectativa. Estradinhas perfeitamente contornadas com parreiras se tornam um cenário constante até o destino final. Mas é muito provável que esse seja o caminho de qualquer vinícola na Toscana. Afinal, estamos na Toscana e não há cenário mais comum – e mais lindo – que esse! Até mesmo se você for no inverno, assim como nós fomos, será difícil conter a vontade de parar o carro inúmeras vezes para fazer uma foto. Sim, a paisagem é diferente. Você não verá os cachos de uvas cheios e coloridos. Mas ainda assim, o lugar é mágico!

 

Fizemos toda a nossa viagem pela Toscana de carro. Como sempre, fizemos nossa reserva através da RentCars. O bom de reservar através deles é que o valor total é cobrado em reais e sem IOF. Além disso, ainda podemos parcelar no cartão de crédito. Faça a sua cotação e garanta os melhores preços.

 

Toscana
Dirigir pela Toscana é algo fora do comum!
Toscana
Quantas vezes vocês acham que nós paramos?

A reta final até a vinícola é ainda mais interessante. Uma entrada pequena e discreta se torna charmosa e criativa assim que a gente avista a identificação do local. Barris de carvalho levemente decorados com flores e uma placa indicativa nos mostravam que estávamos bem perto da Fontaleoni e consequentemente, mais perto ainda de um dos passeios mais esperados da viagem.

Fontaleoni
Super charmosa a entrada da vinícola

A propriedade é pequena, mas já esperávamos isso. Aliás, era exatamente isso que queríamos. Mal estacionamos o carro e já nos encantamos com a vista de toda a plantação nas encostas. Nesse momento, fomos muito bem recebidos e direcionados para a nossa mesa que já estava prontamente nos esperando. O salão de degustação da vinícola não é grande. São poucas mesas disponíveis e justamente por isso é recomendável que você faça uma reserva, principalmente se você for na alta temporada. Talvez por estarmos viajando durante o inverno europeu e deste modo, na baixa temporada, o restante das mesas estavam vazias e sem sinal de que seriam ocupadas. Em outras palavras, teríamos o lugar só para a gente!

Fontaleoni
Estacionamos e demos de cara com essa imagem

 

> Você sabia que o seguro viagem é obrigatório para quem visita a Europa? Apesar de muita gente não saber, é necessário um seguro com apólice de 30 mil euros para entrar no Espaço Schengen. Faça um comparativo entre os melhores seguros no mercado e compre o seu seguro com a Seguros Promo. Você verá as melhores tarifas disponíveis e ainda tem 5% de desconto usando o código CARIOCA5

 

 

Degustação + almoço

Como escolhemos o Lunch Tasting, o nosso tour nos dava direito a cinco degustações de vinhos diferentes. Tamanha foi a nossa surpresa quando nos falaram que seriam seis vinhos para degustarmos. Não sei se foi um brinde especial por conta da baixa temporada ou se foi simplesmente um mimo por gostarem da nossa cara. Mas se isso não é começar com o pé direito, eu já nem sei mais o que é! rs

 

O tour Lunch Tasting custou 35 euros por pessoa. Como estávamos com um menor de idade, foi cobrado dele apenas 20 euros. De qualquer forma, não haviam outras opções de bebida no dia além de vinho, suco de uva ou água rs. Não sei se é sempre assim, mas se as bebidas além do vinho forem muito importantes para você, recomendo que consulte a disponibilidade antes de fechar o passeio.

 

A degustação começou com uma enorme tábua de frios de entrada para cada um acompanhada de um espumante. A tábua já poderia por si só ser considerada um almoço. Era algo extremamente bem servido. Quanto ao espumante, até eu que não sou fã acabei gostando também.

Em seguida, foram servidos dois vinhos pelos quais a casa tem fama na região. Embora seja uma vinícola familiar, a Fontaleoni é uma das mais conceituadas produtoras do Vernaccia di San Gimignano, o famoso vinho branco da Toscana, feito com a uva Vernaccia. Por mais que a Itália tenha fama pelos seus vinhos tintos, o Vernaccia foi o primeiro vinho italiano a obter a Denominação de Origem Controlada (DOC). Logo depois nos foi servido um vinho rosé. Apesar de ser um bom vinho, eu confesso que não curto muito esse estilo.

Já que o tour incluía um menu típico da Toscana, com certeza o prato principal teria que ser uma boa pasta. E ela veio linda, quentinha e super saborosa! O Fetuccine à Bolonhesa estava maravilhoso e veio acompanhado de dois vinhos tintos da famosa uva Chianti, também típica da região. Quer coisa mais italiana que isso? E por mais que eu já não estivesse com tanta fome, foi impossível deixar um grama de comida no prato.

 

-> Não deixe de conferir todas as nossas dicas sobre a Toscana

 

Fontaleoni
É claro que também trouxemos esses! rs

 

Degustação vinícola na Toscana
De comer rezando…

E quando eu achava que a comilança já iria acabar, percebi que ainda faltava a sobremesa. Ao final disso tudo, ainda tivemos a árdua tarefa de comer esses doces italianos. Se bem que estava tão gostoso que nem foi difícil achar um espaço no estômago para esse açúcarzinho. Uma vez que eu já tinha bebido vinho pra caramba, optei por deixar um pouco do licor. Aliás, essa sobremesa é um tanto quanto interessante. Devemos molhar o biscoitinho antes de comê-lo de fato.

Degustação vinícola na Toscana
Sobremesa típica italiana. Esses dois copos com licor são para que a gente molhe os biscoitinhos antes de comer

 

->Se você precisa de mais dicas sobre a Itália, não deixe de conferir todos os posts que temos aqui no blog

 

Tour pela vinícola e adega

Devidamente abastecidos, quer dizer, alimentados, seguimos para a próxima etapa do passeio. Era hora de conhecer um pouco do processo de produção e da adega da Fontaleoni. Caso você visite uma vinícola na Toscana que seja grande, acredito que essa parte do tour pode ser um pouco longa. Mas como optamos por uma vinícola familiar, o que foi longo mesmo foi o bate papo com a Simona. Ela nos contou toda orgulhosa o fato dela, do irmão e da mãe permanecerem com o negócio da família dando valor por manter alguns processos tais quais como eram desde o início. Além disso, nos mostrou os tanques de armazenamento e todo o processo de envase da vinícola.

Fontaleoni
Barris de vinho da Fontaleoni

 

E o visual do tour…

Entretanto, o ponto alto do tour foi encerrá-lo com a incrível vista dos parreirais nas encostas. Sem dúvidas, é algo que é bonito independente do clima do dia. Neste dia estava frio e chovendo, mas por dentro estávamos aquecidos pela recepção tão calorosa e claro, pelos 6 vinhos de degustação! haha. Aproveitamos para ficar um tempo por ali e embora estivesse chuviscando um pouco, foi um momento que nós curtimos bastante.

Fontaleoni
Que visú!

Em seguida, fomos até a lojinha da vinícola. Ao final do passeio é possível comprar vários itens produzidos pela Fontaleoni. Não apenas há a venda dos inúmeros rótulos de vinhos e espumantes, como também é possível levar pra casa os azeites produzidos pela casa. E o melhor disso tudo é que os precinhos são super justos e camaradas. O famoso Vernaccia di San Gimignano Riserva, por exemplo, estava custando 15€. Sem dúvidas voltamos para a casa com alguns quilinhos a mais nas mochilas. E com certeza é muito provável que tenhamos voltando com alguns quilos a mais no corpo também.

Fontaleoni
Precinhos bem camaradas

 

 

♦PLANEJE A SUA VIAGEM♦

 

  • Reserve a sua hospedagem através do Booking e garanta as melhores tarifas. Ao fazer a sua reserva pelo nosso blog você não paga nenhuma taxa extra e ainda nos ajuda a manter o blog no ar, criando cada vez mais conteúdos gratuitos e de qualidade.
  • Alugue o seu carro com até 60% de desconto. Parcele no cartão de crédito sem cobrança de IOF pela RentCars. Além disso, todo o valor é gerado em reais.
  • Ganhe 5% de desconto no seu seguro viagem usando o cupom CARIOCA5 em pagamentos à vista na Seguros Promo. Ou então, parcele em 12 vezes sem juros no cartão de crédito.

 

Compartilhar

Dhebora Sancho

Carioca de nascimento. Educadora Física de profissão. Viajante de coração. Apaixonada pelas coisas simples da vida e intrigada pelas complexas. Costuma dizer que adora um sol, mas não dispensa os dias nublados.

8 thoughts to “Vinícola na Toscana: degustação em uma vinícola familiar de San Gimignano”

  1. Como assim não gosta de queijo com goiabada? Eu adoro goiabada (com ou sem queijo), felizmente já se encontra facilmente no supermercado aqui em Portugal. Mas tem razão, vinho e Toscania combinam mesmo. E que lindas paisagens proporcionam. Mesmo quem não é apreciador de vinho só pode amar este roteiro.

  2. Essa regiao da Italia é uma delicia para viajar comer e baber. E com certeza uma visita à Toscana nao é completa sem uma visita a uma vinícola. O bacana do enoturismo nessa regiao é que a grande maioria dos produtores sao pequenos ou medio porte e a experiencia é bem mais intimista que numa Miolo ou Concha e Toro.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

* Checkbox GDPR / Regulamento Geral de Proteção de Dados do Usuário

*

Concordo / I agree