Sobre viagens e reflexões

Sobre viagens e reflexões: esqueça tudo o que já te contaram sobre viajar!

Esqueça tudo o que um dia já te contaram sobre viajar! Inclusive, esqueça até mesmo esse texto após você terminar de lê-lo. Viajar costuma ser sempre muito diferente do que o outro te diz que é. Aliás, quem é o outro para te ditar regras sobre viagens? Entre tantos casos, acasos, causos e reflexões, o que mais me incomoda é a sabedoria suprema de alguns viajantes. E é exatamente por isso que você não deve se apegar tanto aos relatos. Nem mesmo aos que você vê por aqui, por mais que você goste da gente.

 

Reflexões sobre viagens? as suas serão sempre as melhores!

Não pensem que quem vos fala é um ser de luz, longe de toda sabedoria suprema dos ditos viajantes. Esse ser aqui já transitou em águas obscuras, vomitando regras, roteiros e estilo de vida, como se esses fossem o suprassumo de uma vida vitoriosa e quiçá de uma vida feliz. Mas vejam bem, a felicidade é uma questão de perspectiva! Além de claro, ser uma questão de expectativa. E o que isso tem a ver com viajar? Ora, mais que tudo, na verdade.

Nós, enquanto seres humanos, costumamos falar com uma certa propriedade sobre aquilo que conhecemos, que vivenciamos ou que temos certa afinidade. Enquanto seres humanos e viajantes, somos ainda piores. Costumamos contar as nossas experiências como se elas fossem a real condição de uma situação. Mas olhem que coisa interessante: elas são a nossa real condição e não a do outro. Nunca a do outro. Porque o outro, meus amigos, é o outro. E o que ele tem a ver com você? nada! Por esse motivo, tenha as suas próprias reflexões sobre viagens e tá tudo certo se elas forem completamente diferentes dos trending topics do Instagram.

 

-> A propósito, já aproveitou para nos seguir no Instagram? Nos acompanhe em real time, mas não esqueça de acompanhar de forma mais carinhosa o seu próprio real time!

 

Você pode ir para o Nordeste todos anos nas suas férias, se quiser. Você não é obrigado a conhecer a Disney caso não seja tão interessante pra você. Eu mesma nunca fui aos Estados Unidos. E a Disney… ah, essa passa longe da minha lista dos próximos 10 destinos que quero conhecer. Talvez passe longe até mesmo da minha lista dos próximos 20 destinos de viagem. Mas ela pode ser o seu número 1 e vai ser o máximo se você for! Atualmente, meu número 1 é o Alasca e muita gente me chama de maluca por isso. E daí?

Ir à Roma e não ver o Papa? Opa, eu aqui! Aquele velhinho chamado Francisco até parece ser super gente boa e tem cara de avô. Mas o mais próximo que cheguei do Vaticano foi conhecer a Catedral de São Pedro. E já tá ótimo! Nada contra a religião católica, eu apenas acho que não preciso conhecer um lugar só porque todos os outros acham que ele é imperdível. E isso vale para qualquer ponto turístico. E para qualquer lugar desse mundo.

Mora no Rio de Janeiro e não conhece o Cristo Redentor? Rafael, presente! O senhor digníssimo meu marido e companheiro de blog é carioca e nunca foi ao Corcovado. Por muito tempo eu fui aquela pessoa chata que falava “nossa, que absurdo” toda vez que esse assunto vinha à tona. Mas eu evoluí. Amém, Senhor!

 

Quero largar tudo e viver viajando!

É mesmo? Tem certeza? O que mais se ouve, se lê e se vê sobre viagens é o texto genérico sobre largar tudo e viver viajando. Sobre como isso não é fácil e o quanto de crescimento interno isso pode trazer. Olha, que lindo esse mundo perfeito! Tá na moda, né? Mas, será que é lindo porque você quer isso ou porque muitas pessoas dizem que isso é lindo? Ei, tá tudo bem se você quer trabalhar de segunda à sexta no seu escritório e só quer viajar nas suas férias. Tá tudo bem se você não aguenta mais o seu trabalho e quer cair na estrada. Tá tudo bem também se você nem sabe o que quer ainda. E acima de tudo, tá tudo mais que bem se hoje em dia você quer uma coisa e daqui a 15 anos não quer mais. Somos seres mutáveis… ainda bem!

Por fim, esqueça mais uma vez tudo o que já te falaram sobre viagens! Se você acha que um lugar é legal, vá! Se te falaram que é caro, vá! Quer ficar apenas 2 dias? ok. Vai ficar 15 dias no mesmo lugar? ok, também. Não gosta de viajar e quer ver Netflix? Ótimo! Já tenho alguém para me dar indicações de séries! Você pode ser o viajante de todo final de semana. Ou o viajante dos destinos internacionais. Ou então o viajante do trabalho voluntário. Seja o que você quiser. Só não seja um sábio supremo dos viajantes.

 

-> Para dicas e destinos de viagens, confira os nosso posts mais recentes

 

 

Compartilhar

Dhebora Sancho

Carioca de nascimento. Educadora Física de profissão. Viajante de coração. Apaixonada pelas coisas simples da vida e intrigada pelas complexas. Costuma dizer que adora um sol, mas não dispensa os dias nublados.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

* Checkbox GDPR / Regulamento Geral de Proteção de Dados do Usuário

*

Concordo / I agree