Atualizado em

Conhecer uma cave de vinho do Porto é um dos passeios mais tradicionais no Porto. Esse líquido, que é praticamente sagrado para os locais e portugueses no geral, está presente em quase todas as mesas de restaurantes e casas da cidade. Nós, que não somos bobos nem nada, bebemos alguns cálices e fizemos questão de conhecer um pouco mais sobre sua história e produção. O local escolhido por nós foi a Cave Sandeman, à beira do Rio Douro, e vamos contar como foi a nossa experiência.

Cave Sandeman Porto
Entrada da Sandeman, a cave de vinho do Porto que escolhemos para conhecer

Cave de Vinho do Porto: um pouquinho sobre o protagonista dessa história

A história do vinho do Porto começa em um lugar chamado Alto Douro Vinhadouro, a mais ou menos 120 km do Porto. Para ser considerado legítimo, é necessário que suas castas sejam cultivadas e colhidas nessa região, demarcada em 1756 pelo Marquês de Pombal. Essa norma garante a qualidade da produção da bebida até os dias de hoje. Mas o seu nome em nada tem a ver com a localidade onde há o seu cultivo. A responsável por dar o nome a essa bebida que encanta tantos turistas é a cidade do Porto, local de onde ele era exportado para o mundo.

Há muitas teorias acerca da criação do vinho do Porto, mas a mais difundida é que ele só se tornou o que é, – em termos de sabores – porque um dia já estragou demais. Dizem por aí que os ingleses tinham muito interesse nos vinhos portugueses, no entanto, a bebida não aguentava as longas navegações e acabava se deteriorando. No Século XVII tiveram a brilhante ideia de incluir aguardente no vinho para que ele não estragasse. Desta forma, duraria a viagem inteira até o seu destino final. Essa inclusão interrompe o processo de fermentação do líquido e garante o doce original das uvas. Ou seja, é por isso que o vinho do Porto é bem mais adocicado que os demais. E também é por esse motivo que ele é um tanto quanto mais alcoólico.

Vinho do Porto
Vinho do Porto, difícil provar uma só

Cave Sandeman

Embora levem o nome da cidade, as caves de vinho do Porto estão localizadas do outro lado do Rio Douro, em Vila Nova de Gaia. Tá, tudo bem que do Porto pra lá é um pulo – ou melhor, uma ponte. Aliás, Vila Nova de Gaia tem a maior concentração de álcool por m² no mundo! haha. É tanta cave que a gente fica perdido sem saber qual visitar. No meio disso tudo, escolhemos a Cave Sandeman. E apesar de termos feito o tour em espanhol (explico mais abaixo rs), supriu as nossas expectativas.

A Cave Sandeman foi criada em 1790 por George Sandeman. Ele era um escocês especializado em vendas de Vinho do Porto e Jerez, esse último produzido no Sul da Espanha. Ou seja, ela é uma das mais antigas da região. Aliás, há algumas curiosidades bem interessantes a respeito dela e uma é que ela foi a primeira companhia a registrar sua marca em um barril (isso em 1805). Em 1930, eles criam o Don, a figura com sombreiro oriundo de Jerez e a capa de estudantes portugueses que dá cara à marca. Ela é considerada uma das primeiras imagens de marca do mundo! Hoje em dia, está presente em todos os rótulos e campanhas comerciais da empresa.

Cave Sandeman
Esse é o Don

Curiosidade: somente em 2002 a Sandeman passou a ser detida completamente por capital português e foi incorporada pelo grupo Sogrape, assim como a Ferreira e a Offley, outras caves de vinho do Porto.

Tour por uma cave de Vinho do Porto

Logo na entrada do edifício da Sandeman (datado de 1811, por sinal) há um pequeno museu com a sua história. Há uma linha do tempo com os diversos acontecimentos importantes, além de itens que foram usados pela vinícola ao longo dos anos. É possível ver rótulos, garrafas antigas e instrumentos usados durante o processo de fabricação do vinho. Também é nesse local que se encontra a bilheteria e normalmente há uma pequena fila para comprar os ingressos.

Sandeman, cave de vinho do Porto
Linha do tempo com a história da Sandeman

Escolhemos o Tour Clássico, com duração de 40 minutos, e ele começou com um Hola, chicos. Pois é! Embora estivéssemos em Portugal, fizemos o tour pela cave de vinho do Porto em Espanhol. Isso porque deixamos para comprá-lo praticamente na hora e os horários em Português já haviam se esgotado. Por isso, compre o seu com algumas horas de antecedência, principalmente se a sua visita for em um fim de semana ou alta temporada.

Cave Sandeman
o Don nos dando um Olá em uma das salas do tour pela cave da Sandeman

Como é o tour pela Cave Sandeman

A guia, devidamente trajada de Don, leva o grupo pela cave de vinho do Porto enquanto explica toda a história da bebida. Aliás, é nas caves que o vinho descansa e envelhece, enquanto o cultivo de suas castas, a colheita e o início da produção ocorrem na região do Alto Douro Vinhadouro. Antigamente, até cerca de 1965, os barris eram transportados até suas respectivas caves pelo Rio Douro, através de barcos Rabelos. Hoje em dia ainda é possível ver alguns desses barcos na margem do rio – apenas para fins cenográficos, é claro.

Sandeman Porto
A guia, devidamente trajada, nos guiando pela cave de vinho do Porto

Passamos por diversos barris milimetricamente armazenados, alguns datados de muitos anos atrás. Imaginem só o preço dessas garrafas! Ao final do tour, entramos em uma sala com um telão, onde foi passado meio que um vídeo institucional. Sinceramente, essa foi a parte chata da parada. rs

Sandeman Porto
Barris de vinho do Porto da Sandeman

Hora da degustação

Enfim, chegou o momento mais esperado após um tour por uma cave de vinho do Porto. Finalmente era a hora da degustação! Em uma sala com diversas mesas coletivas, as taças já estavam à postos. Foram servidos dois tipos de vinho: um branco e um Ruby. Gostamos de ambos, mas achamos o Ruby melhor.

Cave Sandeman
Degustação de vinho do Porto

No geral, curtimos bastante a visita pela Cave Sandeman e posso dizer que valeu os 13€ investidos em cada ingresso. Para finalizar, tem aquela lojinha para você comprar os produtos da vinícola. MASSSS, aqui vai uma dica: as garrafas de vinho estavam mais baratas no mercado! =)

Que tal continuar o passeio no bar?

Os que querem continuar tomando umas biritas, podem aproveitar o bar da Sandeman. Localizado no mesmo edifício, com vista para o Rio Douro, o lugar é bem agradável. Apesar de pequeno, o ambiente é aconchegante e com um atendimento cordial.

Ficamos aquecendo os motores antes do horário do nosso tour… quer dizer, bebemos umas duas tacinhas de vinho enquanto esperávamos dar a hora. Pelo o que percebemos, durante a noite o local fica mais cheio e animado. Quem sabe não é uma boa pedida mesmo que você não queira fazer o tour e a degustação?

Sandeman Porto
O bar da Sandeman

Informações adicionais

Além da visita clássica, que nós fizemos, há outros três tipos de tours oferecidos pela Sandeman e os mais completos podem chegar a custar cerca de 40€ o ingresso. Para maiores informações, consulte o site o oficial.

Veja também:

-O que fazer em Porto: passeios imperdíveis em uma das cidades mais charmosas de Portugal
-Vinícola na Toscana: degustação em uma vinícola familiar de San Gimignano

Outras caves de vinho do Porto para você visitar

Em Vila Nova de Gaia há diversas caves de vinho do Porto abertas à visitação. Nós escolhemos a Sandeman porque era a única com um horário que batia mais ou menos com o que queríamos. No entanto, há outras que também são muito indicadas e visitadas. Dê uma olhadinha na Ferreira, na Graham’s e na Taylor’s.

Dicas gerais para planejar sua visita ao Porto e Vila Nova de Gaia

Onde ficar no Porto e em Vila Nova de Gaia

Durante a nossa viagem, escolhemos o Porto para nos hospedar. Como a maior parte das atrações que queríamos visitar estava nessa região, achamos que seria mais válido para nós. E foi. No Porto, a Ribeira é o lugar mais charmoso para ficar. Por lá, sugiro o Ribeira do Porto Hotel, o Bluesock Hostels e o Stay In Apartments. Outra área que também é excelente e está perto de tudo é o Centro. Então, uma olhadinha no BO Fernandes Tomás, Grande Hotel do Porto e Porto A.S. 1829 Hotel.

No entanto, se você quer um hotel exclusivo e com uma vista daquelas, confira o The Yeatman em Vila Nova de Gaia. É lindo! Caso queira opções mais econômicas por lá, dê uma olhada nas tarifas do The House of Sandeman Hostel & Suites e do Feels Like Home Oporto Wine Cellars Apartments. Mas, atenção! A dica para se hospedar em Vila Nova de Gaia é escolher lugares que fiquem próximos do transporte público. Dessa forma, você não terá problemas no deslocamento Vila Nova de Gaia x Porto.

The Yeatman Vila Nova de Gaia
The Yeatman, em Vila Nova de Gaia (Foto: Booking)

Preciso fazer um seguro viagem para conhecer Portugal?

Sim, precisa! Para viajar para Portugal é obrigatório um seguro viagem com apólice de no mínimo 30 mil euros – assim como para outros destinos da Europa. Mas além disso, recomendamos que você nunca viaje sem um seguro. Afinal, nunca se sabe quando iremos precisar dele e a saúde por lá costuma ser bem cara, caso seja paga à parte. Sempre fazemos os nossos através da Seguros Promo e como nunca tivemos problemas, eles viraram parceiros aqui do blog. Leitor do Carioca Sem Fronteiras tem desconto de 5% utilizando o cupom CARIOCA5. No entanto, dê uma lida no nosso artigo Seguro Viagem Internacional – dicas para você não errar na hora de escolher o seu antes de comprar um. 😉

♦PLANEJE A SUA VIAGEM♦

  • Reserve a sua hospedagem através do Booking e garanta as melhores tarifas. Fique tranquilo porque reservando através do nosso blog você não pagará nenhuma taxa extra. E além disso ainda nos ajuda a mantê-lo no ar, criando cada vez mais conteúdos gratuitos e de qualidade.
  • Reserve um apartamento através do AirBnb e ganhe até 179 reais em crédito na sua primeira reserva pelo site.
  • Alugue o seu carro com até 60% de desconto. Parcele no cartão e sem cobrança de IOF pela RentCars. Além disso, todo o valor é gerado em reais.
  • Viaje conectado! Compre seu chip de celular da Yes Brasil com internet 4G para usar no exterior.
  • Compre seus ingressos antecipados através da Tiqets e evite filas nas atrações mais famosas do mundo.
  • Reserve os melhores passeios e experiências com a Get Your Guide.

Author

Carioca de nascimento. Educadora Física de profissão. Viajante de coração. Apaixonada pelas coisas simples da vida e intrigada pelas complexas. Costuma dizer que adora um sol, mas não dispensa os dias nublados.

Write A Comment