Atualizado em

O Circuito Chico é um dos passeios mais tradicionais de Bariloche. Como ele passa por vários pontos turísticos importantes, é uma boa forma de ter uma visão inicial do que a cidade tem a oferecer. Ao longo da rota, mirantes e paisagens incríveis da Patagônia te aguardam. Por isso, para nós, ele é imperdível e não pode de forma alguma faltar no seu roteiro. Neste post você verá como é o trajeto, os locais visitados e algumas dicas para aproveitar ainda mais esse tour.

Vista para a Bahia Lopez durante o caminho pelo Circuito Chico
Vista para a Bahia Lopez durante o caminho pelo Circuito Chico

Como é o Circuito Chico em Bariloche

O Circuito Chico é uma rota turística com 65 km que começa no final da Avenida Exequiel Bustillo, beirando o lago Nahuel Huapi, em Bariloche. O trajeto costuma durar em torno de 4 horas e pode ser feito de várias formas, tanto por conta própria como através de alguma agência. Inclusive, você verá algumas pessoas fazendo a rota de bike pelo caminho. Quem encara? rs

Cerca de 5 paradas principais fazem parte do Circuito Chico, no entanto, algumas agências podem fazer uma ou outra extra. Quem opta por contratar um tour tem a opção de escolher o turno da manhã ou então o da tarde. Por outro lado, quem faz por conta própria pode fazer seu próprio roteiro, da forma que achar melhor.

De carro ou com agência de turismo?

Como estávamos com um carro alugado, fizemos o Circuito Chico por conta própria e achamos que valeu muito a pena. Montamos nossa própria rota e distribuímos o tempo em cada parada de acordo com os nossos interesses. Enfim, valeu demais fazer dessa forma, ainda mais porque como visitamos Bariloche no verão, deu para aproveitarmos mais o dia. Mas se você não dirige ou então não quer ter nenhum tipo de preocupação, a melhor opção é contratar o passeio através de uma agência. Para já sair daqui do Brasil com tudo fechado, indicamos as empresas Brasileiros em Ushuaia, Get Your Guide ou Civitatis.

DICA PARA ALUGUEL DE CARRO EM BARILOCHE

Alugamos o carro através da RentCars e não tivemos problema algum. Além de trabalharem com as melhores locadoras e possuírem um site seguro e de fácil navegação, eles possibilitam o pagamento em reais e sem a cobrança de IOF. E ainda por cima, há diversas possibilidades de parcelamento no cartão de crédito.

Nosso roteiro do Circuito Chico

Fizemos algumas pequenas alterações no roteiro, de forma que pudéssemos curtir o que era de mais interessante para nós. Mas conforme formos descrevendo as paradas, vamos citar direitinho o que tiramos ou então o que acrescentamos. De qualquer forma, visitamos todos os lugares mais tradicionais do Circuito Chico e ainda assim, vale ressaltar que as empresas também fazem suas mudanças no trajeto, alterando a ordem das paradas e acrescentando e/ou tirando algo aqui e ali. Ou seja, confirme direitinho a rota antes de fechar o seu tour. Vamos lá?

1 – Cerro Campanario

Nossa primeira parada do Circuito Chico foi no Cerro Campanario e essa também costuma ser a primeira parada das agências de turismo.

Cerro Campanario no Circuito Chico em Bariloche
Cerro Campanario

Trata-se de um morro com vários mirantes incríveis para o Parque Nahuel Huapi, para os lagos e até mesmo para as cidades vizinhas. O visual é daqueles dignos de documentários da National Geographic! Você pode subi-lo a pé, através de uma trilha, ou então de teleférico. Quem resolve caminhar leva em torno de 30 à 40 minutos até o topo, enquanto quem quer um pouco mais de comidade – e belas vistas desde o início – pode pagar 450 pesos no teleférico (algo em torno de 33 reais ida+volta).

Além dos mirantes, o Cerro Campanario conta com uma lanchonete toda de vidro, com uma super visão panorâmica do lugar, loja de souvenir e algumas pequenas trilhas. Para maiores informações, consulte o site oficial.

2 – Punto Panoramico

Em seguida fomos até o Punto Panoramico e aqui fizemos nossa primeira modificação no roteiro pelo Circuito Chico. Algumas agências de turismo incluem uma parada na Colonia Suiza, o primeiro assentamento europeu da região, no meio desse trajeto. Mas como nós já havíamos pesquisado sobre o lugar anteriormente e não nos interessou muito, resolvemos pular e fomos direto ao ponto – literalmente. rs

É no Punto Panoramico que você terá um dos mais belos visuais do Circuito Chico. Além da tradicional vista para o lago, é possível ver o icônico Hotel Llao Llao e até mesmo a Isla Victoria. O mirante é tão lindo, mas tão lindo, que não é à toa que estampa diversos cartões postais da cidade.

3 – Bahia Lopez

Seguimos em direção à Bahia Lopez, outro ponto de parada tradicional do Circuito Chico. É possível fazer algumas trilhas para as pequenas praias de lago que tem no entorno, mas nos limitamos somente a curtir os mirantes. Aliás, há vários deles pelo caminho e o bom de fazer esse passeio por conta própria é que você pode parar em todos que quiser.

PRECISO DE SEGURO VIAGEM PARA VIAJAR PARA A ARGENTINA?

Apesar de não ser obrigatório o seguro viagem para viajar para a Argentina, recomendamos que você jamais faça uma viagem internacional sem contratar um. Imprevistos podem acontecer e a melhor coisa nessas horas é estar assegurado. Além da assistência médica em si – que é super cara no exterior -, o seguro ainda te dará assistência em caso de extravio de bagagem e até mesmo voo cancelado. Todos os leitores do Carioca Sem Fronteiras têm desconto de 10% em qualquer seguro da Real Seguros. É uma empresa que confiamos, que trabalha com boas seguradoras e além disso, ainda oferece diversas opções de pagamento.

PEGUE SEU DESCONTO DE SEGURO VIAGEM NA REAL SEGUROS

4 – Hotel Llao Llao e Capela de San Eduardo

A próxima parada foi o Hotel Llao Llao e a Capela de San Eduardo. Neste ponto vale ressaltar que diversas agências de turismo fazem um pit stop em uma fábrica de produtos à base de rosa mosqueta antes de seguir para lá. Como não curtimos esse tipo de passeio, seguimos diretamente ao hotel.

Hotel Llao Llao
Hotel Llao Llao

O Hotel Llao Llao é um dos mais tradicionais e mais luxuosos da região e do mundo. Decidimos apenas passar por ele, sem descer, mas de longe ele já impressiona! Bem pertinho dali se encontra a Capela de San Eduardo, construída em 1938 e toda feita em madeira.

Capela de San Eduardo – Foto: www.barilocheturismo.gob.ar

5 – Puerto Pañuelo

Logo em seguida fomos até a última parada do Circuito Chico: o Puerto Pañuelo. É desse porto que saem alguns passeios muito tradicionais em Bariloche, entre eles a navegação até a Isla Victoria e a navegação até Puerto Blest. Nós fizemos o primeiro e em breve contaremos aqui no blog a nossa experiência.

DICA DE HOSPEDAGEM EM BARILOCHE:

Nós ficamos na Hosteria Piuké, bem pertinho da principal rua da cidade. Apesar de simples, o quarto era confortável e o café da manhã era gostoso. Enfim, um local com bom custo x benefício na cidade. Outros bons lugares para você avaliar são o Antiguo Solar Bed & Breakfast, Hotel Eco Max, Tangoinn Downtown, Hotel Tierra Gaucha e Las Marianas Hotel. Por outro lado, se a sua vibe é de mais requinte, confira o Llao Llao Resort, Charming Luxury Lodge & Spa, Alma del Lago e Design Suites. Vale lembrar que Bariloche possui muito apartamento para alugar, principalmente pelo AirBnB (clicando aqui nós te damos até 179 reais de desconto na sua primeira reserva pelo AirBnb) e até mesmo no próprio Booking. Quem gosta de hostel pode dar uma olhadinha no Patagonia Jazz Hostel, La Justina, Berkana Hostel e Hopa, pois são ótimos e muito bem avaliados no Hostelworld.

Ponto extra para você parar durante o passeio pelo Circuito Chico

Apesar de não fazer parte oficialmente do Circuito Chico, um lugar que se encontra no meio do caminho e que vale muito a pena visitar é a Cervejaria Patagonia. Além do local ser lindo, é uma boa pedida para um lanche, almoço ou simplesmente uma cerveja gelada com uma bela vista. Nós passamos por lá e aqui contamos como foi nosso almoço na Cervejaria Patagonia.

Casal bebendo cerveja na Cervejaria Patagonia
Aquela gelada com direito a vista na Cervejaria Patagonia

Dicas extras:

  • Algumas empresas oferecem o Circuito Chico em conjunto com o Cerro Catedral. Nós não fizemos a dobradinha, mas recebemos diversas dicas para realmente não fazê-la, principalmente durante o inverno, porque fica corrido demais. Ou seja, se você quer mais tranquilidade, faça um em um dia e deixe o outro para depois.
  • Achamos muito tranquilo fazer toda a rota por conta própria, com carro alugado. As estradas são boas e bem sinalizadas. Não tivemos problema algum. Por outro lado, caso você vá durante o inverno a possibilidade de neve na estrada é grande, então, certifique-se de usar correntes de neve e de dirigir com mais atenção.
  • O teleférico do Cerro Campanário não costuma estar incluído no valor dos passeios. Desta forma, você deverá pagá-lo à parte.
  • Com exceção do Punto Panoramico, alguns mirantes na estrada não contam com uma boa área para estacionamento. Sendo assim, tenha cuidado onde você irá parar o carro.
  • É bem comum ver ciclistas pelo caminho. Atenção com eles! 😉
  • No mais, aproveite muito esse passeio pois com certeza te renderá momentos lindos!

SIGA AS NOSSAS REDES SOCIAIS E NOS ACOMPANHE EM TEMPO REAL =)
– Instagram: @cariocasemfronteiras
– Facebook: /cariocasemfronteiras

♦PLANEJE A SUA VIAGEM♦

  • Reserve a sua hospedagem através do Booking e garanta as melhores tarifas. Fique tranquilo porque reservando através do nosso blog você não pagará nenhuma taxa extra. E além disso ainda nos ajuda a mantê-lo no ar, criando cada vez mais conteúdos gratuitos e de qualidade.
  • Reserve seus hostels através do Hostelworld e garanta a sua hospedagem nos melhores hostels do mundo.
  • Reserve um apartamento através do AirBnb e ganhe até 179 reais em crédito na sua primeira reserva pelo site.
  • Compre seu seguro viagem com a Real Seguros e tenha os maiores descontos e as melhores formas de pagamento, inclusive parcelando em várias vezes no cartão de crédito
  • Reserve os melhores passeios e experiências com a Get Your Guide e com a Civitatis.
  • Alugue o seu carro com até 60% de desconto. Parcele no cartão e sem cobrança de IOF pela RentCars. Além disso, todo o valor é gerado em reais.
  • Viaje conectado! Compre seu chip de celular da Yes Brasil com internet 4G para usar no exterior.
  • Compre seus ingressos antecipados através da Tiqets e evite filas nas atrações mais famosas do mundo.

Author

Carioca de nascimento. Educadora Física de profissão. Viajante de coração. Apaixonada pelas coisas simples da vida e intrigada pelas complexas. Costuma dizer que adora um sol, mas não dispensa os dias nublados.

Write A Comment