Glaciobar lado de fora

Bar de gelo em El Calafate e a surpresa do lado de fora

Tá, bar de gelo não é muito mesmo a minha praia. Eu já havia tido uma experiência com bar de gelo em Puerto Iguazú como contei nesse post aqui. Achei legal? Sim, até achei. Mas ok. Nada extraordinário. Porém o Rafael nunca havia ido em um, e por isso resolvemos conhecer um bar de gelo em El Calafate. Mas olha, sorte a nossa, viu? Porque se não tivéssemos ido até lá não teríamos aproveitado a maravilhosa surpresa que nos aguardava do lado de fora.

Já conhece a Terra dos Glaciares?

Glaciobar, bar de gelo em El Calafate
Barman preparando um drink no bar de gelo em El Calafate

 

Glaciobar Branca, o bar de gelo em El Calafate

Era o nosso último dia na cidade e queríamos ficar de pernas pro ar, sem muita programação a cumprir. Sabíamos que tinha um bar de gelo em El Calafate e que o transporte até lá estaria incluso na tarifa. Tá, por que não ir então? O Rafael ainda não havia estado em um bar nesse estilo e era um programa bem light.

O transfer para o Glaciobar sai todos os dias da semana em frente a Secretaria de Turismo Provincial, de 9:00 às 18:30 na alta temporada e de 11:00 às 18:00 na baixa temporada. É só chegar no local e falar que você quer ir ao bar de gelo.

Glaciobar, bar de gelo em El Calafate
Sentados num geladinho rs

O Glaciobar Branca fica no subsolo do Museu Glaciarium e é possível fazer uma dobradinha de passeios combinando a visita aos dois lugares. Para maiores informações sobre horários de funcionamento e tarifas aconselhamos consultar o site oficial.

Nós demos uma olhada na proposta do Museu Glaciarium quando chegamos lá e até achamos interessante, mas não estávamos na vibe de museu e optamos por não entrar. O museu é um centro interativo de interpretação dedicado aos glaciares. Por lá é possível aprender tudo sobre eles, mas como nós já havíamos visto bastante coisa sobre o assunto durante nossa visita ao Parque Nacional dos Glaciares deixamos essa passar.

Fizemos o trekking no Glaciar Perito Moreno durante a nossa visita ao Parque Nacional dos Glaciares. Quer saber como foi?

 

Como é o bar de gelo?

Compramos o ingresso para o Glaciobar e esperamos cerca de 20 minutos para dar o horário de entrada do nosso grupo. Assim como todos os outros, o bar de gelo em El Calafate segue o padrão: 20 à 30 minutos de open bar em um ambiente com temperatura de -10°.

Glaciobar, bar de gelo em El Calafate
Com nossas roupinhas estilosas… só que não. haha

O ritos de entrada no bar também são os mesmos dos outros bares de gelo que você provavelmente já viu por aí: te dão roupas adequadas para vestir e uma pequena aclimatação é feita antes de você entrar no ambiente.

 

O ambiente

Gelo por todos os lados. Desde a decoração até os assentos. Para mim, que já havia conhecido um bar nesse estilo anteriormente, nada de diferente. Para o Rafael que nunca havia ido a um, estava valendo a pena a ida até o bar de gelo em El Calafate.

Glaciobar, bar de gelo em El Calafate
Detalhes para o bar com copos e balcão de gelo

Pra ser sincera, achei o local bem pequeno, mas super arrumadinho. O clima de boate também segue o padrão. Música alta, iluminação típica de pista de dança e um barman fazendo malabarismos ao servir as bebidas nos copos de gelo.

Glaciobar, bar de gelo em El Calafate
Logo fizemos amizade com o barman

Encerrado o tempo do nosso grupo, saímos do bar meio perdidos em relação ao que faríamos. Ainda faltavam uns bons minutos para a saída do próximo transfer até o centro da cidade e não queríamos mesmo visitar o museu. Também não queríamos gastar dinheiro na cafeteria que tem por lá. Sim, estávamos bem chatos nesse dia haha…

 

A surpresa que valeu a pena ter ido ao bar de gelo em El Calafate

Decidimos sair para fazer umas fotos externas do local. Foi quando nos demos conta de onde era o local.

Lago Argentino visto do Glaciobar
Essa é a vista que temos assim que saímos de dentro do prédio do Glaciarium

Uma paisagem meio desértica, montanhas ao redor, o Lago Argentino ao fundo, alguns pássaros pra lá e pra cá e o prédio em formato de glaciar no meio disso tudo. E nada, nada mais de construção por ali.

Museu Glaciarium
Essa era a paisagem entorno do Glaciarium. Linda!

Quem diria que essa combinação seria tão fotogênica? Para melhorar essa composição, um pôr do sol digno daqueles da Patagônia. E foi assim que ficamos por ali o restante do tempo que tínhamos, fazendo exatamente o que queríamos fazer nesse dia: nada.

Museu Glaciarium
Esse cenário com montanhas em volta deixa tudo mais bonito

Foi ali que aproveitamos nossos últimos minutos de sol na Patagônia Argentina. O Rafael, feliz por ter ido ao Glaciobar e ter finalizado o passeio de forma tão bonita. E eu, feliz por ter aceitado a ideia de conhecer o bar de gelo em El Calafate. Eu não teria tamanha surpresa se tivesse ficado na cidade…

Museu Glaciarium
Finalizando o dia com chave de ouro…

Compartilhar

Dhebora Sancho

Carioca de nascimento. Educadora Física de profissão. Viajante de coração. Apaixonada pelas coisas simples da vida e intrigada pelas complexas. Costuma dizer que adora um sol, mas não dispensa os dias nublados.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *