Atualizado em 26 de setembro de 2020

Com muita natureza da Mata Atlântica, brisa constante, cachoeiras, trilhas, rios e mais de 100 praias exuberantes, Ilha Grande não decepciona. Um dos destinos de praia mais procurados e amados no Rio de Janeiro reserva cenários e experiências únicas. Diante disso, criamos um guia completo com tudo o que fazer em Ilha Grande, além de dicas de passeios de barco, pousadas, restaurantes e roteiros para você aproveitar do melhor que essa ilha tem para oferecer.

Neste guia você verá (você pode clicar diretamente no assunto que mais te interessar):

  1. Ilha Grande, no Rio de Janeiro: onde fica e como ir
  2. Pousadas em Ilha Grande
    2.1 – Vila do Abraão
    2.2 – Araçatiba
    2.3 – Bananal
    2.4 – Aventureiro
    2.5 – Palmas
  3. Quando ir à Ilha Grande
  4. Ilha Grande: o que fazer
    4.1 – Melhores passeios de barco
    4.2 – Trilhas em Ilha Grande
    4.3 – Praias acessíveis a pé
  5. Roteiro na ilha
    5.1 – Ilha Grande: o que fazer em 3 dias
    5.2 – Ilha Grande: o que fazer em 2 dias
    5.3 – Apenas 1 dia em Ilha Grande
    5.4 – Noite em Ilha Grande, o que fazer?
  6. Onde comer em Ilha Grande

Ilha Grande, Rio de Janeiro: onde fica e como ir

Ilha Grande é um arquipélago que faz parte do município de Angra dos Reis, em uma região chamada de Costa Verde. Aliás, toda essa região é linda e abriga outros destinos perfeitos para um bate e volta do Rio de Janeiro.

Praia de Parnaioca em Ilha Grande
Praia de Parnaioca em Ilha Grande

O acesso à ilha é feito somente de barco, ou seja, carros não circulam por lá. Então, antes de saber o que fazer em Ilha Grande é importante definir como chegar até lá. Existem três cidades principais de onde saem barcos e balsas até Ilha Grande: Mangaratiba, Conceição de Jacareí e Angra dos Reis. O trajeto de carro até os três locais é bem tranquilo e saindo do RJ você pegará a BR 101, conhecida também como Rio x Santos. Por outro lado, tanto da rodoviária do Rio como de São Paulo existem ônibus até pelo menos uma dessas cidades.

Ao chegar em um dos pontos de travessia você deverá deixar o carro em algum estacionamento pelo tempo que você pretende ficar em Ilha Grande. Aqui explicamos tudo sobre a travessia até a ilha, desde os trajetos até os preços, horários e tipos de embarcações.

E se você precisa alugar um carro para fazer essa primeira parte da viagem, recomendamos a RentCars, onde você pode fazer a sua reserva online, de forma prática e segura, e ainda é possível parcelar no cartão de crédito.

Você também pode contratar algum transfer saindo direto do aeroporto do Rio de Janeiro até a ilha. Alguns também já incluem a travessia de barco.

Onde se hospedar em Ilha Grande

Ilha Grande é formada por vilarejos e na maioria das vezes eles se conectam por barcos ou trilhas. Os mais procurados pelos turistas são a Vila do Abraão e Araçatiba. Porém, é no primeiro onde você encontrará uma maior oferta de hospedagem, agências de passeios, restaurantes e horários diversificados para atravessar até a ilha.

No entanto, como existem outras vilas em Ilha Grande, também deixaremos algumas sugestões de hospedagens para quem procura algo mais calmo e isolado.

Enseada do Abraão – Vila do Abraão

Além de ser o maior vilarejo da ilha, a Vila do Abraão é também uma dica do que fazer em Ilha Grande. Afinal, é aqui onde tudo acontece.

Na vila você encontrará campings, hostels, pousadas mais simples e até mesmo algumas “pé na areia” com direito a piscina e tudo. Hoje em dia também é possível encontrar casas, estúdios e chalés charmosos para alugar pelo Airbnb e, inclusive, se você nunca utilizou a plataforma não deixe de aproveitar o desconto de até 350 reais na sua primeira reserva.

Para saber mais sobre como reservar pelo Airbnb, leia aqui.

Sugestão de hospedagem em Ilha Grande na Vila do Abraão:

Pousada Rubi: pousada requintada, de frente para o mar, com alguns quartos com vista para a praia. Possui um jardim com espreguiçadeiras, ofurô e sauna para os hóspedes. O café da manhã é muito bem avaliado.

Pousada Horizonte dos Borbas: uma das pousadas mais tradicionais de Ilha Grande, possui ambiente agradável e quartos para duas ou três pessoas. As acomodações têm ar-condicionado e frigobar, e o café da manhã está incluso na diária.

Viva la Vida: pousada simples, mas é sempre a nossa indicação de hospedagem na Vila do Abraão para quem procura um local econômico e confortável. Os quartos possuem ar-condicionado e frigobar e o café da manhã é excelente. Ficamos aqui na última vez em que estivemos na ilha.

Pousada do Canto: localizada na Praia do Canto, na Vila do Abraão, a pousada possui quartos com decoração simples, frigobar, café da manhã e piscina com hidromassagem na área comum.

Hostel MPB: hostel com quartos compartilhados e café da manhã incluído na diária. Possui um ambiente descolado, mas acolhedor, e as tarifas são justíssimas.

Eco boat House: já imaginou se hospedar em uma casa sobre a água? A Ecoboat House oferece uma hospedagem autêntica e totalmente diferente de tudo o que você já vivenciou. Seu conceito é alternativo e ecológico, mas a casa e completamente equipada para dois.

Recanto do Nativo: chalé de 2 quartos, todo em madeira, completamente integrado à natureza. O chalé é todo equipado, muito bem decorado e possui um jardim maravilhoso.

Araçatiba e Praia Vermelha

Localizada na parte sul da Ilha Grande, a enseada de Araçatiba é a segunda vila mais procurada na ilha, principalmente por mergulhadores. Embora seja bem menor que a Vila do Abraão, por aqui você também consegue encontrar algumas pousadas excelentes – e pé na areia -, além de restaurantes, mesmo que em menores quantidades.

É na enseada de Araçatiba que se encontra a Praia Vermelha, um dos pontos principais para saída de mergulhos e expedições até navios naufragados em Ilha Grande.

Sugestão de hospedagem em Ilha Grande na enseada de Araçatiba:

Vila Pedra Mar

Pousada Cruzoé

Paraíso Azul Retiro

Casarão da Praia

Bananal e Sítio Forte

Com uma forte comunidade de pescadores, a Enseada do Bananal oferece praias com águas bem calmas e transparentes. Por aqui você encontrará algumas hospedagens que oferecem café da manhã e jantar inclusos na diária.

Sugestão de hospedagem em Ilha Grande na enseada do Bananal:

Pousada Três Coqueiros

Recanto dos Lima

Enseada do Aventureiro

A pequena vila de pescadores abriga, para nós, uma das mais bonitas praias de Ilha Grande, a Praia do Aventureiro. Aqui você não encontrará pousadas bem estruturadas e sequer uma infraestrutura turística, mas há campings e alguns Airbnb já estão disponíveis para a reserva.

Caso a sua intenção seja se hospedar por aqui, é necessário pegar uma autorização em Angra dos Reis, no Centro de Informações Turísticas (TurisAngra). Você deverá informar os dias de permanência na praia e então receberá a sua autorização. Saiba mais sobre esse processo aqui.

Praia do Aventureiro
Praia do Aventureiro

Sugestão de hospedagem em Ilha Grande na Praia do Aventureiro:

Chalé na Praia do Aventureiro

Camping do Luis

Enseada de Palmas

Palmas é uma das vilas menos habitadas em Ilha Grande e por isso é uma boa opção para quem busca ficar mais isolado.

Sugestão de hospedagem em Ilha Grande na enseada de Palmas:

Cabanas Paraíso

Pousada Toca do Mar

Morango das Palmas

Quando ir à Ilha Grande

A melhor época para conhecer Ilha Grande é nos meses de outono, de abril até junho, quando as chuvas são menos frequentes. No inverno a incidência de chuva também é menor, porém, você terá que lidar com as temperaturas mais baixas, principalmente a noite.

Por outro lado, apesar do intenso calor, durante o verão é a época em que você mais corre o risco de pegar chuva na ilha, assim como também acontece na primavera.

Já estivemos em Ilha Grande diversas vezes e as únicas vezes em que pegamos chuva foram justamente no auge do verão. Mas nada impede que você viaje nesses meses do ano, ok? Até porque, o tempo em Ilha Grande é coisa de doido, do tipo que amanhece chovendo e do nada abre um sol daqueles e vice-versa.

Os principais passeios para dias perfeitos em Ilha Grande

O que fazer em Ilha Grande: melhores passeios de barco

Os passeios de barco costumam ser uma das primeiras dicas do que fazer em Ilha Grande. Afinal, em um dia eles te levarão para conhecer algumas das melhores praias da região.

A maioria deles podem ser feitos tanto de lancha como de escuna, e pessoas de todas as idades podem embarcar. Explicamos tudo sobre os principais passeios de barco na ilha nesse post aqui, mas também vamos sugerir alguns.

Volta completa à Ilha

Passeio feito em lancha rápida e passa pelas praias do Caxadaço, Parnaioca, Aventureiro e Meros. Em seguida, há uma parada para almoço, mas o lugar muda de acordo com a empresa escolhida. O valor varia entre R$200,00 a R$250,00 por pessoa.

Praia dos Meros Ilha Grande
Praia dos Meros

Meia volta à Ilha

Outro passeio que também é feito em lancha rápida na maioria das vezes, mas ainda há empresas que o oferecem em escunas. As paradas são Lagoa Verde, Lagoa Azul, Praia do Amor e Praia da Feiticeira. Assim como no anterior, o local de parada para o almoço varia de empresa para empresa. O preço custa em torno de R$150,00 a R$180,00 por pessoa.

Lagoa Verde Ilha Grande
Lagoa Verde

Super Sul

Passeio que pode ser feito tanto de lancha rápida como de escuna. O roteiro inclui a Ilha de Jorge Grego, Praia de Dois Rios (onde tem o presídio de Ilha Grande), Praia do Caxadaço e Praia de Lopes Mendes. O preço do tour fica entre R$120,00 e R$200,00, dependendo da empresa e da embarcação escolhida.

Praia de Lopes Mendes
Lopes Mendes

Ilhas Paradisíacas

Passeio em lancha rápida pelas ilhas paradisíacas da região de Angra dos Reis e Ilha Grande. Passa pela Lagoa Azul, Ilha de Cataguases, Ilhas Botinas, Praia do Dentista e Praia da Piedade. O valor gira em torno de R$180,00 a R$200,00 por pessoa.

Ilha de Cataguases (Foto: Civitatis)

O que fazer em Ilha Grande: trilhas

Ilha Grande possui 16 trilhas oficiais sinalizadas, com diferentes níveis de dificuldade e extensão. Todas elas saem de uma dessas três enseadas: Abraão, Araçatiba e Bananal. Então, se o objetivo da sua viagem é fazer o máximo de trilhas possíveis em Ilha Grande, o ideal é dividir a sua hospedagem entre esses três lugares.

Foto: www.ilhagrande.com.br

Algumas das trilhas mais procuradas:

Trekking de volta completa à Ilha Grande: com duração de 5 dias e 70 km de extensão, ele passa por mais de 20 praias, diversos mirantes e trechos de extrema dificuldade. Para fazê-lo é mais do que recomendado que você contrate um guia local.

Trilha para Lopes Mendes: trilha muito procurada e quiçá uma das mais famosas de Ilha Grande. Para percorrê-la você deverá pegar as trilhas T10 + T11. O primeiro trecho é o circuito Abraão – Mangues – Pouso, com cerca de 2h30min de duração e que passa por várias praias e pela Igreja da Praia de Palmas, enquanto o segundo é o circuito Pouso – Lopes Mendes, que leva em torno de 20 minutos para ser percorrido.

Lembrando que o passeio Super Sul passa por Lopes Mendes, porém, se você quer ficar mais tempo na praia e não quer fazer essa trilha mais longa, pode pegar um barco táxi diretamente até a Praia do Pouso e caminhar apenas os 20 minutos finais.

Circuito Vila do Abraão: uma das mais tranquilas e mais fáceis para você fazer. Você deverá pegar a T01 que leva em direção às Ruínas do Lazareto, ao Mirante e à Praia Preta, ao Poção (Cachoeira dos Escravos) e ao Aqueduto. Todo o circuito dura em torno de 2 horas e tem cerca de 4km de extensão.

Circuito Aqueduto – Saco do Céu (T02): esse circuito também é muito procurado pois leva até a Cachoeira da Feiticeira. Ele é classificado como de dificuldade média devido aos seus trechos íngremes, mas a maioria das pessoas o consideram relativamente tranquilo. A T02 tem cerca de 6 km, porém, ela começa ao final da T01, no Aqueduto. Então, você terá que fazer o primeiro trecho e entrar na trilha T02.

Para ver todas as trilhas em Ilha Grande, confira esse link aqui.

O que fazer em Ilha Grande: Circuito de Praias da Enseada do Abraão, as praias além dos passeios de barco acessíveis a pé

O que mais tem em Ilha Grande são praias para você conhecer. Embora muitas delas sejam acessíveis somente através de longas trilhas ou passeios de barco, há algumas que você pode visitar a partir de pequenas caminhadas da Vila do Abraão. Aliás, só no percurso da Vila do Abraão até a Praia do Abraãozinho, conhecido como Circuito de Praias da Enseada do Abraão, existem várias incríveis.

Praia do Canto

No canto direito da Vila do Abraão (de frente para o mar), costuma ser mais vazia e ter menos barcos que a própria Praia do Abraão – aquela que você vê assim que chega na vila.

Praia da Julia

A 10 minutos de caminhada da Vila do Abraão, é uma das mais procuradas e por isso fica bem cheia. Possui quiosque, aluguel de SUP e caiaque.

Praia da Julia Ilha Grande
Praia da Julia

Praia da Bica

A 15 minutos de distância da Vila do Abraão, pela mesma trilha que leva até a Praia da Julia, você chegará na Praia da Bica. A faixa de areia é bem pequena e não há infraestrutura no local.

Comprida

Ainda seguindo pela mesma trilha, em poucos minutos a mais de caminhada você chegará na Praia Comprida. O local possui muita sombra de árvores e casas de moradores. Pelo caminho você verá o Sagu Mini Resort e a Pousada Asalem. E bem pertinho dali, subindo um pouco a mata, você encontrará o Jungle Lodge, uma hospedagem super bem avaliada, no meio da floresta, totalmente integrada à natureza.

Praia da Crena

Mais alguns poucos minutos à frente, ainda pela mesma trilha inicial, você encontrará a Praia da Crena, conhecida por ter um dos pores do sol mais bonitos da Ilha Grande. Bem rasinha e com águas bem verdes, com exceção da Pousada Praia da Crena, que conta com restaurante, não há infraestrutura no local.

Praia de Guaxuma

A próxima praia do circuito é Guaxuma, distante cerca de 5 minutos da Crena. A praia é muito tranquila, uma das águas mais calmas do vilarejo. É aqui que se localiza a Pousada Portal do Sol e por isso muitos chamam Guaxuma de “praia privativa” da pousada.

Abraãozinho

A última praia desse percurso também é considerada uma das mais bonitas da Vila do Abraão. Com águas muito verdes, calmas e cristalinas, a Praia do Abraãozinho é muito procurada por famílias e por quem quer passar um dia inteiro em uma praia com infraestrutura.

Há ofertas de quiosques, aluguel de caiaque e SUP e vira e mexe tem ambulantes passando pelo local. Além disso, há a Pousada Bonito Paraíso para quem quer se hospedar diretamente por lá.

Praia do Abraaozinho
Praia do Abraãozinho

Quero conhecer essas praias sem fazer a trilha. É possível?

Sim, da Vila do Abraão você pode pegar um táxi boat até elas, sendo que o serviço é mais comum para as praias Crena, Guaxuma e Abraãozinho. O valor varia entre R$15,00 e R$25,00, dependendo da época do ano.

Roteiro em Ilha Grande

O que fazer em Ilha Grande em 3 dias (ou um final de semana)

  • Primeiro dia: Circuito de Praias da Enseada do Abraão ou Circuito Vila do Abraão (trilha T01)
  • Segundo dia: Passeio de lancha rápida de volta completa ou meia volta à Ilha
  • Terceiro dia: Passeio de barco Super Sul, Ilhas Paradisíacas ou apenas Lopes Mendes

O que fazer em Ilha Grande em 2 dias

  • Primeiro dia: Circuito de Praias da Enseada do Abraão ou Circuito Vila do Abraão (trilha T01)
  • Segundo dia: Passeio de lancha rápida de volta completa ou meia volta à Ilha

O que fazer em Ilha Grande em 1 dia apenas

Se você tem apenas 1 dia para conhecer Ilha Grande, a melhor opção do que fazer na ilha é conhecer várias praias contratando um passeio de barco.

O que fazer em Ilha Grande a noite

Se você está procurando o que fazer em Ilha Grande a noite, saiba que com exceção da alta temporada de carnaval e feriados, onde acontecem eventos no centrinho da Vila do Abraão, a ilha não é o suprassumo em termos de agitação noturna.

Se você quer badalar, rolam festinhas muito indicadas no Aquario Hostel e no Espaço Ipaum Guaçu, este último com o forró como protagonista.

Os bares pé na areia também ficam cheios de pessoas em busca de um ambiente com música ao vivo, bons drinks e o visual noturno com a lua iluminando o lugar. Além disso, também é comum acontecerem luaus em algumas praias, principalmente na Praia de Palmas.

No centro do vilarejo você também encontrará feirinhas, um pequeno centrinho comercial e lojas de artesanatos que são ótimas opções do que fazer em Ilha Grande a noite se você não quer nenhum tipo de agitação.

Vila do Abraão
Centrinho comercial em Ilha Grande

Onde comer em Ilha Grande

Sem dúvidas, o forte dos restaurantes em Ilha Grande são os frutos do mar. Mas quem não gosta desse tipo de gastronomia não precisa se preocupar, já que a ilha também conta com estabelecimentos que servem desde os bons e velhos fast foods até comida italiana.

Os valores para alimentação em Ilha Grande são, de fato, um pouquinho acima da média em alguns lugares, principalmente os que fazem o estilo pé na areia. Mas quando você for avaliar os preços dos cardápios leve em consideração que se trata de uma ilha, e como tal, existe toda uma logística para que alguns alimentos cheguem de forma fresca.  

Restaurante Lua e Mar

O Lua e Mar é nosso restaurante preferido na ilha e para nós ele é praticamente uma dica do que fazer em Ilha Grande. Infelizmente, ele também é um dos mais caros, o que torna o almoço aqui algo tipo o Cometa Halley: a gente faz uma vez e depois só daqui a muitos anos! Rs

No entanto, a comida é maravilhosa e de longe uma das mais apetitosas em Ilha Grande. Além disso, o ambiente do lugar é uma graça e o atendimento sempre cordial, mesmo em alta temporada.

Tudo isso tem um preço, lógico. Então, prepare-se para uma conta que custará mais de 200 reais o casal.

Pizzaria Fornilha

Já estivemos várias vezes na Pizzaria Fornilha e apesar do salão do restaurante ser um pouco tumultuado em dias de rodízio, nós gostamos bastante da pizza de lá.

O cardápio oferece desde sabores tradicionais até alguns mais exóticos, como bacon com camarão. Em todas as vezes em que estivemos no local sempre pedimos os tradicionais como calabresa, portuguesa e chocolate.

Os preços seguem a faixa de Ilha Grande e você encontrará pizzas grandes a partir de R$55,00.

Restaurante Lonier

Além de pratos individuais com preços acessíveis, o Restaurante Lonier oferece pratos para dois que são bem servidos sem valores extremamente exorbitantes, mesmo ele sendo pé na areia. O local pertence a Pousada Lonier, mas é aberto a não hóspedes.

Você encontrará um cardápio muito variado, incluindo petiscos diversos, frutos do mar e até mesmo massas. O atendimento também é bem legal, mesmo em dias de ilha cheia.

Agora que você já tem esse guia completo sobre o que fazer em Ilha Grande, é só agendar a sua viagem e depois voltar aqui para nos contar como foi. Combinado?

SIGA AS NOSSAS REDES SOCIAIS E NOS ACOMPANHE EM TEMPO REAL =)
– Instagram: @cariocasemfronteiras
– Facebook: /cariocasemfronteiras

♦PLANEJE A SUA VIAGEM♦

  • Confira a nossa página de descontos ativos e economize agora na sua viagem!
  • Reserve a sua hospedagem através do Booking e garanta as melhores tarifas. Fique tranquilo porque reservando através do nosso blog você não pagará nenhuma taxa extra. E além disso ainda nos ajuda a mantê-lo no ar, criando cada vez mais conteúdos gratuitos e de qualidade.
  • Reserve seus hostels através do Hostelworld e garanta a sua hospedagem nos melhores hostels do mundo.
  • Reserve uma casa ou apartamento através do AirBnb e ganhe até 350 reais em crédito na sua primeira reserva pelo site.
  • Compre seu seguro viagem com a Real Seguros e tenha os maiores descontos e as melhores formas de pagamento, inclusive parcelando em várias vezes no cartão de crédito
  • Reserve os melhores passeios e experiências com a Get Your Guide e com a Civitatis.
  • Alugue o seu carro com até 60% de desconto. Parcele no cartão e sem cobrança de IOF pela RentCars. Além disso, todo o valor é gerado em reais.
  • Viaje conectado! Compre seu chip de celular Viaje Conectado da Yes Brasil com internet 4G para usar no exterior.
  • Compre seus equipamentos fotográficos e roupas de inverno com a Amazon.
  • Compre seus ingressos antecipados através da Tiqets e evite filas nas atrações mais famosas do mundo.
Autor

Carioca de nascimento. Educadora Física de profissão. Viajante de coração. Apaixonada pelas coisas simples da vida e intrigada pelas complexas. Costuma dizer que adora um sol, mas não dispensa os dias nublados.

2 Comments

  1. Fabiana Diniz Responder

    Ah Dhebora já estou viajando com esse post! Planejando a próxima férias e sonhando em conhecer esse paraíso. Lugares como esse me desperta muita vontade de ir correndo. Suas dicas são fundamentais para nossa viagem. Abraços.

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.